quinta-feira, outubro 18, 2007

Canon, assistência má em câmara boa

James Nachtwey de Canon em acção no Soweto

Quando em 1990 fui à Canon em Lisboa e lhes propus para ficarem com as minhas Nikon e me venderem Canon Eos 1, como a marca o estava a fazer lá fora aos fotojornalistas, quem me recebeu ficou de boca aberta. Claro que me disseram não passados dias.

Entretanto fui a Nova York e comprei num armazém de judeus da Rua 42 a minha primeira EOS1. Mesmo à porta comecei a fotografar em autofocus e automático, e nunca mais parei de o fazer até hoje.
A Canon é o BMW das máquinas fotográficas. Tem fiabilidade, design, é rápida, inteligente, é a câmara mais amiga do fotógrafo. Não é por acaso que todos os grandes profissionais de todo o Mundo a preferem, tendo destronado a NIKON, uma marca mítica até à F3. Claro que não são as máquinas que pensam as fotografias, nesse sentido tudo serve para disparar.

Posso dizer que fui o primeiro fotojornalista em Portugal a usar Canon e muitos colegas passaram-se para o lado Canon por minha influência. O Gageiro já usava Canon desde os anos 70.
A Canon portuguesa, até há 5 anos atrás, era de uma eficácia e de uma simpatia inexcedível para os fotógrafos. O José Manuel teve aqui um papel muito importante, era um bom interlocutor, arranjava preços imbatíveis, emprestava material quando o nosso se danificava. Tínhamos a Canon como uma marca que tinha os profissionais em grande conta. Contávamos com ela.

Hoje tudo mudou. A assistência Canon tornou-se numa lástima. É cara, lenta, impessoal, burocrática. Está-se nas tintas para os profissionais e cobra preços aos amadores exorbitantes. Demora meses a reparar ninharias e já nem dá material de substituição.
Isto torna impraticável o trabalho dos profissionais, e frustrante os problemas dos amadores.
É um serviço pós-venda digno de uma dessas marcas da treta sem representante.
Imaginem que compram um BMW e não há pastilhas de travão para mudar.

Como a representação passou para mãos espanholas, e como o mercado português não é relevante, a assistência "lhega quando lhega".
Pode sempre mandar-se o material por DHL para Espanha e repará-lo lá. E vai ter de assim ser se os fotógrafos em Portugal ainda insistirem em usar Canon.
Não há saída: a Canon é uma câmara única e vamos ter de viver com esta vergonhosa representação.

Aliás a Canon não está só nesta miséria empresarial: a Apple não tem representação em Portugal ( os tugas adoram windows, que aliás é um sistema que lhes fica a matar!), só tem revendedor. A semana passada para encomendar online um livro digital tive de pôr no endereço Lisboa, Espanha, para o livro cá vir ter. E veio !

18 comentários:

  1. Já usei Canon, mas passei-me para a Nikon e se a Canon é o BMW da fotografia, a Nikon é concerteza a Mercedes. Mas gostos não se discutem e reconheço em ambas as marcas qualidades e defeitos, principalmente na área digital em que a Nikon, depois de ter iniciado uma era, deixou-se ultrapassar (vergonhosamente) pela Canon. Mas antevejo uma recuperação.
    No que respeita a representação ambas estão mal no nosso pais, enfim...
    Agora um post destes a fazer publicidade descarada à Canon é, sem duvida, resultado de alguma comissão sobre vendas, :)
    Quanto aos Macs, também trabalhei com eles muito tempo e reconheço a sua superioridade até alguns anos atrás. Agora, de diferente, pouco mais têm do que o status e o preço. E sistemas operativos há muitos, quem não está contente com o windows...
    Para resumir, apesar de todas as dicotomias que temos pela frente, existe sempre outras alternativas se quisermos procurar.

    ResponderEliminar
  2. lisboa, espanha é muito bom! faz-me lembrar um anúncio que recebi por mail há umas semanas atrás, em que se anunciava a venda de umas moradias estivais em ayamonte, algarve. a gente diz o que for preciso para ter o que quer...

    ResponderEliminar
  3. os macs eram bons há uns anos ? Essa é boa. Voçê não deve mesmo conhecer o ambiente OsX e o Leopardo que sai hoje. My God !
    Quanto à Nikon eu diria que é o Daewoo da fotografia, isto porque alguns sul coreanos têm uns motores Mercedes da anterior geração.Pobre NIKON !

    LC

    ResponderEliminar
  4. A política comercial da Canon em Portugal era uma autêntica desgraça. Agora já desisti, não sei.

    Quando há 2 anos comprei a minha 5D por cerca de 2500€, a CF do ZM vendia a mesma máquina por mais de 3500€. Aqui o tontinho ainda telefonou para lá, informando-os que tal não fazia sentido e que todos os compradores iriam entregar o seu dinheirinho a empresas on-line na Alemanha ou Andorra. A resposta, com as cortesias características, foi que não tinham condições de baixar o preço.
    Bem paciência... entre máquina e lentes, pois tinha decidido mudar de sistema, lá foram 10,000€ para fora do país, assim como os respectivos impostos.

    Tal como eu, foram centenas de compradores. No segmento da 30D e da 40D, milhares, nas 300D e 400D, muitos mas muitos milhares.

    Já nem ponho a questão de comprar qualquer coisa em Portugal que custe mais de 500€. E é com pena. Mas que fazer? A mim o dinheiro dá trabalho a ganhar.

    Haverá quem goste de BMW, Mercedes... eu gosto de Volvos.

    Cada qual tem que encontrar o sistema adequado para o seu gosto e bolsa.

    No caso da Canon, o passar para a 5D, só por si, fez de mim melhor fotógrafo. Acho eu.

    ResponderEliminar
  5. A minha melhor assistência tem sido o sol. Que dias do car****!!!

    E como máquina nada me demove da Sony Alpha. O suor que cai sobre ela é o mesmo que cairia sobre uma Canon ou Nikon.

    cosmos

    ResponderEliminar
  6. Por acaso conheço o tigre, o leopardo, conheço o zoologico inteiro e o G5 também "crasha" e leva o seu tempo a iniciar.
    Eu não disse que que os macs eram bons há uns anos. Até sei que continuam a ser melhores que os PC's, aliás, não é verdade, o sistema operativo da mac é melhor que o windows.
    O que eu disse foi que ambos os sistemas estão mais próximos e a fama e o status que a mac ganhou há uns anos, continua a ganhar-lhe clientes e a justificar a diferença de preços. A mac foi boa? Foi! Continua a ser boa, continua! ainda é muito melhor que outros sistemas? Não!
    Eu gostava mesmo era de ter uma SGI e os Smart também têm motor Mercedes.

    ResponderEliminar
  7. Basta entrar na FNAC, por exemplo, e olhar para os Mac para perceber que há ali algo de diferente.

    Quando é que sai um PC/Windows que seja "só" o écran, como existem há anos PC/Macintosh?

    Eheheheheh!!!

    ResponderEliminar
  8. Luís Ribeiro12:10 da tarde

    Como amador (amador mesmo) a minha escolha caiu na alpha 100 da sony, pela qualidade e preço. Mas já tive oportunidade de experimentar a nikon D70 e algumas cannon (20D, 30D e outras) e pensei "Sim senhor, belas máquinas,... mas ainda não estou arrependido do dinheirinho que deixei na sony". Não pus de lado a hipótese de mudar de marca (e a mudar seria para a cannon), mas isso vou deixar para o futuro, quando tiver muita mais experiência e deixar de contar as moedas na carteira. A minha Alpha 100 serve perfeitamente para o meu trabalho amador e para as fotos de trabalho (que por acaso sou o único da obra que leva uma DSLR para fotografar o andamento da mesma, mas que me dá muito jeito, pois posso fotografar aerogeradores com uns enquadramentos muito interessantes, ao contrários dos outros que usam máquinas compactas...).
    Quanto a sistemas operativos, nada me demove do GNU/Linux. É de borla, é bonito, não "crasha", zero virus,... é uma maravilha. Quanto a assistência tenho toda uma comunidade voluntariosa para ajudar.

    Abraços nortenhos e continua a escrever bem como o tens feito até aqui.

    ResponderEliminar
  9. Realmente a Nikon já era.Sendo amador, mas amador mesmo, nada dá mais prazer que continuar a fotografar com Leica(M6) e Hasselblad.Depois é só ir para o laboaratório e sentir aquele cheiro....O digital tendo uma canon, não satisfaz.Mas o Luis tem razão a assistência da canon é uma lástima.Agora acho que é para a Amadora,(deve ser por isso) enfim acho que temos o que merecemos..houvessem outras atitudes e a conversa seria seguramente outra.

    ResponderEliminar
  10. No Expresso on-line: «... Entre Santana e Luís Filipe Menezes, as relações estão baiadas por juras de lealdade mútua. Num jantar que tiveram, na semana passada, em casa do santanista de sempre Rui Gomes da Silva, acordaram uma parceria "de balizas largas" - a expressão é do novo líder social-democrata. Em declarações ao Expresso, Gomes da Silva, que volta a ser vice-presidente do partido, não é explícito mas deixa perceber que os sonhos presidenciais de Santana Lopes podem estar de volta. Na sua opinião, "Menezes vai ser primeiro-ministro. Quanto a Santana Lopes, já foi presidente de câmara, líder do PSD e primeiro-ministro. Mas ainda lhe falta ocupar dois cargos na estrutura do Estado".»

    Estes tipos andam a ver muitos filmes.
    Eu acho que se alguma vez o PSL for PR neste país que vou emigrar, nem que tenha que inventar um país qualquer.

    PS:
    Peço desculpa de estar a pôr isto aqui num post que não vem a propósito, mas o Luís anda lento, sobretudo à sexta-feira, embora compreenda que tenha levar a primeira página do Expresso ao Nicolau Santos e ao Ricardo Costa ao Expresso da Meia-Noite... falar nisso, já começou vai para aí há dez minutos!

    ResponderEliminar
  11. Gaspar de Jesus12:39 da manhã

    Cá por mim devo confessar que nunca fui utilizador de Canon, mas não desconheço que foi a Canon que durante algum tempo melhor apoio deu aos fotojornalistas, (pelo menos àqueles que estavam ao serviço das melhores publicações desportivas)lembro-me também de haver colegas nossos que nos Estádios de Futebol se davam ao trabalho de tapar a marca do equipamento em retaliação pelo completo desprezo que a NIKON sempre demonstrou por todos aqueles que ao longo de décadas "propagandearam" o seu equipamento nos maiores eventos desportivos, politicos, culturais etc.
    Não sei de que te queixas Luíz...
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  12. eu uso uma olimpus milu anal comprada no ebay por 15 euros c 35 /2.8 fixa e Gold 100 bateria full para flasharrrrrrrrrrr lab no Santana ampli até 1 metro fotos esplendorosas as cuecas das vizinhas ... o destino das olimpias é mesmo os entrefolhos onde as outras n entram ou borregam.A minha milu está para as vossas como o Morgan para o bmw Ciao tontos andiamo a Napoli Luigi

    ResponderEliminar
  13. ó js, para próximo PR, quem é que poderemos ter antes de PSL:

    ora deixa cá ver ....

    - antónio costa
    - antónio vitorino
    - guterres
    - marcelo rebelo de sousa
    - durão barroso ( se este fôr PR quem emigra sou eu ... pq é o maior "porco" político nacional)

    mais .... tou a pensar..

    talvez sócrates ... why not ?

    pronto, para já ...
    mas ainda mais, só que não me estou a lembrar....

    e peço desculpa ao Luiz, pelo OFF-Topic ... uma vez sem exemplo...ok ?

    Bom fim de semana ...:-)))

    ResponderEliminar
  14. Daewoo? Que piada... E o que diz sobre a Mark III, que saiu há mais de 2 meses e AINDA não foca? Deixe sair a D3 e vai rever essa opinião...Já a pode reconsiderar ao ver estes exemplos: http://www.robgalbraith.com/bins/content_page.asp?cid=7-8743-9108

    ResponderEliminar
  15. Eu neste momento uso uma Sony 717 velhinha, mas quero comprar uma slr. A Nikon foi a primeira escolha, a D80 até sorria para mim, mas não cá em Portugal! Em Espanha e na Alemanha onde custava cerca de 300€ a menos. O pior foi quando fiquei a saber que a Nikon pura e simplesmente recusa-se a dar apoio de garantia a máquinas compradas online e que não tenham a famosa garantia finicon. Como não gosto de gente arrogante e prepotente segui em frente: canon. A Canon por seu lado tem o barato e o caro. O barado que é a 400D que se perde entre os meus dedos e o caro que é a 40D, demasiado cara para um amador como eu (e depois deste texto do Luiz ainda perdi mais a vontade-não sei como há gente que possa dizer que esse texto é publicidade à canon, parece-me exactamente o contrário).
    Finalmente decidi-me pela Pentax que me tem respondido a todos os mails e todas as questões. É uma questão de tempo até comprar a K10D.

    ResponderEliminar
  16. Por aqui também se usa Canon e Gnu/Linux :)

    ResponderEliminar
  17. Paparazzi4:55 da tarde

    Pois é,antigamente tinhamos de focar,disparar e de seguida avançar para o proximo fotograma manualmente...agora! as cameras fazem quase filme, e focam, ao colocar o dedo no disparador,e os chamados FOTOJORNALISTAS dizem que as máquinas não focam.Foda-se qualquer dia fazem filme e "sacam"o melhor frame.Isto está tudo fodido, qualquer gaijo hoje em dia é bate chapas.Eu gostava era de ver estes novos BATE CHAPAS antigamente a focar à mão.Entre Canon e Nikon a MERDA.Bons bonecos para todos

    ResponderEliminar
  18. Estou desesperado ... confesso que estou mesmo lixado da vida, porque esta tarde saí da assistencia Oficial da CANON, em Lisboa, com uma sentença de morte (dizem eles) da minha máquina fotografica digital.

    O bloco optico pifou, apesar dos testes e mais testes, não me conseguiram explicar o que aconteceu.

    Apenas, que o arranjo seria de valor obsceno e que era melhor adquirir outra Canon ...até aconselharam que tinha saído uma tal "bomba" fotografica e que estava a vender-se muito bem!!!

    Que saudades tenho eu da minha velhinha reflex de rolo, e do meu técnico "off record" que não pertencia a nenhum lobby comercial e me fazia as reparações de manutenção a 100%.
    Mas infelizmente, já não está entre nós.

    E pergunto eu a quem sabe, se podem aconselhar-me algum técnico, alternativo,(digo fora da Canon), que pratique preços justos, para me ressuscitar a máquina fotográfica?

    Aguardo!
    Fernandolpo@gmail.com

    ResponderEliminar