sexta-feira, outubro 01, 2010

That`s look the trailer da crise !

O país está a Prosac. O pior é que nem para o anti-depressivo há agora comparticipação do Estado.

Depois da tempestade, Cavaco recolheu ao Palácio e prepara decerto mais umas corridas, outras viagens, pelo cavaquistão, o tal país real que ele criou com missionários locais tão fantásticos como aquele braço direito de Passos Coelho, o sacrossanto presidente da edilidade viseense. Não um guerreiro, um Viriato, mas alguém que nos remete para o protagonista do saudoso restaurador Olex.

Portanto: o Presidente não dá confiança, nem apoio ao governo. Sócrates teve de fazer o que tinha de ser feito, e Cavaco tem mais que fazer: uma campanha eleitoral disfarçada. Por isso nem precisa de agências de comunicação. A agência de comunicação está em Belém e sabe organizar as romarias pelo país que dança o vira. Sócrates vai mandar avançar o seu ministro dos impostos e tentará não aparecer muito nos próximos dias.

Um país em forma de assim. Hoje 3 iminências da Economia diziam na RTP que taxar faz regredir, que um corte de 5 por cento naquele 1/3 da despesa que não é salários nem pensões traria um retorno dos milhões suficientes sem ser preciso ir ao IVA e aos bolsos dos que bulem por conta de outrem. Mas essas medidas são lentas e não dão o espectáculo de que as usuárias agências de rating querem.

Também nos lembrou Silva Lopes que só aquela cedência cobardolas do governo às reivindicações dos senhores professores nos custou (só este ano!) quatrocentos milhões de euros. Por aqui vemos como estas medidas, embora necessárias mas não necessariamente estruturadas, podiam ter sido evitadas se a seu tempo se tivesse cortado com determinação e competência.

E ainda está por saber se as tais concessões a privados das auto-estradas vão ser ou não renegociadas. Em 2014 a prestação vai comer 7 mil milhões!!!


A saga ainda não acabou. Apenas vimos o trailer.

2 comentários:

  1. O Silva Lopes?É o mesmo?Ainda trabalha?Quantas reformas?Da ultima vez, julgo que tinha saido do Montepio( muito cansado aliás),para ir para outro Organismo do Estado....
    A "lata" desta gente não tem limites:Todos eles, sem excepcão "mamaram",anos a fio na teta do Estado, e agora esticam-lhes os microfones e eles( porque os jornaleiros, não têm coragem para lhes perguntar: onde estavam e quanto ganharam, enquanto esta merda afundava), ladram hoje "grandes lapaliçadas", e a malta bate palmas a tão grande "sabedoria"!DASS! LR.

    ResponderEliminar
  2. Caro Luiz Carvalho,lá esta você com referências "...aos Srs. professores"! estes não pediram nada, tal como os F.P. foram ludribiados: aumentos em ano de eleições e mais um (!!!) ataque às suas remunerações. Porque não fala, do seu colega "fotoreporter" Fº Nª que pretenciosamente e presunçosamente dá "a ver" as suas fotos (amadoras e medianas)no 'fotopages.com' (já as escondeu!) e outros sites...Enfim, se quiser vir dar aulas e com muito agrado que a Escola Pública o recebe! Com o respeito e o desrespeito sentido.
    Mário Ramos

    ResponderEliminar