quinta-feira, outubro 15, 2009

Ninguém liga ao engenheiro!

Ninguém quer o Sócrates e ele vai com todos. Como as Marias que vão todos.

Sócrates ganhou, mas afinal é um loser tão desesperado, ou mais, do que o seu arquirival Santana Lopes. O engenheiro ganhou, mas está na mesma condição psicológica dos autarcas que se tinham como vencedores crónicos e perderam depois de terem sido ilibados. Isto é: os portuguesinhos gostam de triunfadores, de malandros descarados, mas detestam perdedores e ganhadores de meia-tigela.

Sócrates julgava que dando uma migalha, os famintos do poder correriam para o seu governo, a troco de um ministério fácil para uma glória vã. Engano: mesmo PPortas que deve sonhar dia e noite pelo regresso ao Forte da Barra, com chá e torradas pela manhã, olhando o Atlântico, tem de dizer não a esse nirvana: POWER!

Ele sabe que aqueles dois dígitos não lhe foram dados mas emprestados: se os quer ter, terá de ser à custa de uma oposição firme aos socialistas, principalmente a Sócrates. Portas tem uma vitória penhorada e se a quer fazer crescer terá de ser oposição. Triste sina. Uma chatice para quem tem sede de poder e quer mandar já antes que amanhã seja tarde. Faz lembrar uma célebre frase do mestre Taveira: o que se não der hoje, não se dará amanhã.

Portanto Sócrates vai ter um governo mais vigiado do que os computadores de Cavaco, se a febre suína do windows fizesse sentido, o que parece não fazer. Para aprovar um decreto sobre a proibição de gestos obscenos em público, Sócrates terá de negociar com o PCP, para aprovar uma etar terá de se colar ao Bloco, para portagar as "scuts" terá de fazer contas ao lado de Leite e até para aprovar o casamento gay terá de se coligar com o seu próprio partido e convidar Louçã para padrinho da cerimónia. Uma chatice total.

Para quem gostava de decidir sozinho e mandar na solidão (os virgens são assim! Como o compreendo!) e para fazer subir a pressão do sangue no manómetro, Sócrates deve sentir-se, ou irá sentir-se, um banana total. Um manietado pela oposição irritante, pelos camaradas socialistas, pelas bocas de Alegre, pelas desconfianças de Cavaco...ainda por cima com Edite Estrela em Bruxelas, sem esse ombro para chorar dos contratempos políticos!

Quando Sócrates era um carrancudo determinado todos queriam dialogar com ele. Agora que quer ser um gajo porreiro- pá, anda tudo a dar-lhe negas!

É a vida engenheiro! Calha a vez a todos!

1 comentário:

  1. Vilardemaçada4:02 da tarde

    Amigo Luiz:
    Em primeiro lugar, parabéns pela medalha!São mesmo sinceros!Só prova que quem tem valor,mais dia menos dia,virá o reconhecimento!
    Agora quanto ao Sócrates:É por demais evidente que sua exª.(letra pequena,de propósito!!!)não está na sua verdadeira pele, a de arrogância,a de "eu quero,posso e mando",a de encostar tudo à parede,com a frase gasta e regasta,de "vocês,enquanto estiveram no poder,etc.,etc.".Agora fala em diálogo,12/13 vezes em 7 minutos:mas quem é que ele quer enganar?Só os papalvos e os que estão bem instalados a comer da gamela!Com certeza que seria cómico que quer a F.Leite,o Louçã ou o Jerómimo algum dia pudessem alinhar nesta fantochada!Eles,que eu saiba,têm alguma moral e vergonha em alinhar com o snr."engº".Quanto ao Paulo Portas:por mais vaidoso que ele seja,reconheço que não é parvo!Mas,no entanto,devido à sua ambição e vaidade,talvez lhe fuja a vontade para o frete:se assim for,pode crer que os tais 10%de que se ufana,esvair-se-ão enquanto o diabo esfrega um olho!
    Por isso,o snr."engº"do fax ao domingo na Independente,passado pelo tal Morais(que agora já disse que afinal conhecia,bem como à Ana Simões,a mulher do tal Morais!!!)pois dizia eu, terá que fazer como outros já fizeram:faça pela vida.Claro que isto só até ser preso pelos ingleses, que,pelos vistos não estão a dormir e querem reaver o dinheiro da Rainha!Logo que o parvalhão do Brown sair(espera-se que rapidamente) também o snr."engº"irá saber o que elas mordem,porque o novo 1º.ministro inglês não lhe vai servir de almofada, daí que a s.exª.possa acontecer o mesmo que ao V.Azevedo!Oxalá que não demore muito!

    ResponderEliminar