segunda-feira, setembro 21, 2009

O sufoco democrático

Confesso que não percebo a demissão de Fernando Lima, o assessor de imprensa de Cavaco. Conheço o Fernando Lima há 20 anos e tenho-o como uma pessoa séria, incapaz de tomar uma iniciativa melindrosa para Cavaco, sem que este pudesse ter conhecimento e dar o seu consentimento.

Cavaco veio dizer que nunca perturbaria a campanha eleitoral e acabou por o fazer, tirando o tapete ao PSD, esvaziando mesmo a sua estratégia, dando de bandeja um bom punhado de votos ao PS, porventura essa migalha necessária para uma vitória mesmo desconfortável.

Não percebo como pode Cavaco numa penada dispensar um dos seus mais fiéis e "assassinar" politicamente a sua amiga Ferreira Leite.

O que está em causa não me parece ser o facto de FLima ter ou não ter sugerido uma pesquisa ao Público. Ninguém é ingénuo e todos sabemos que diáriamente os assessores das mais variadas áreas políticas fazem sugestões aos jornalistas, pressionam, chantagiam por vezes, amuam....e só é pressionado quem quer, ou quem não pode ser independente. Portanto: se Fernado Lima sugeriu o que quer que fosse e se o jornalista que tratou do caso achou que não havia matéria noticiosa....a cena estava terminada. Lima não apontou nenhuma pistola para o Público publicar uma história de polícias e ladrões.

Se o meu amigo Luciano Alvarez mandou um e-mail e se este foi desviado é um caso de polícia. Luciano mandou um e-mail porque tinha receio de ser escutado pelo telefone, logo: nunca iria divulgar o mail. O receptador do mail, o correspondente do Público na Madeira, não iria divulgar um mail de serviço interno, pondo em causa a credibilidade do seu jornal e das fontes.

Portanto: não há milagres. Alguém divulgou o mail e quem o fez sabia que iria prejudicar Cavaco e beneficiar fortemente o PS, tentando demonstrar que o PS é isento e que nunca interfere na vida dos jornais, das televisões.

A publicação do mail por parte do DN é muito grave. Põe em causa a seriedade de um jornal concorrente, revela a fonte da noticia num mail pessoal (nem sei se não há aqui matéria criminal!) e limita-se a publicar tudo isto sem trabalho de investigação, sem ouvir ninguém, tal como o tinha feito antes a direcção do Público que insistia em falar de um caso de espionagem depois do seu jornalista no terreno o ter negado há meses atrás.

É tudo demasiado mesquinho e mau para ser verdade.

Se a partir de agora qualquer "off" de um assessor, ou figura institucional, aparecer escarrapachada nos jornais....a nossa imprensa está mesmo na amargura. E isso é mau para todos: jornalistas, público, democracia. Mas vai ser muito bom para os que acham que há um jornalismo de sarjeta em Portugal, um jornalismo travestido, e que o controle desta gente deve ser feito pela ASAE da liberdade de expressão, a ERC , ou se for preciso mesmo à excêntrico do euromilhões: compra os jornais e publica lá só as notícias boas da família.

Já agora, não seria "giro" fazer um perfil do tal assessor espião de Sócrates? Quem é, o que fez, o que gostaria de ter feito mas nunca conseguiu... Investiguem e falem-me dessa figura. Como leitor estou curioso.

Um abraço Fernando Lima.

15 comentários:

  1. Pode ser que lhes saia o tiro pela culatra. As pessoas não são assim tão burras como o Governo e o PS pesam! É óbvio que a divulgação da fonte do Público foi provocada pelo Governo de José Socrátes e é NOJENTO o órgão oficial do Governo, leia DN, ter feito manchete com um único intuito: prejudicar o Presidente da República. É a ideia do quero, posso e mando e quem estiver contra eles é calado a bem ou a mal. Não vivi o 25 de Abril, mas nunca, em 30 anos de vida, me senti tão frustada e revoltada por viver num país que tem um PM que faz da censura aos jornalistas a sua luta de batalha. E também acho o afastemento de Fernando Lima injusto para uma pessoa que passou parte da sua vida profissional a defender e a proteger o professor Cavaco.

    ResponderEliminar
  2. Curioso,desvia-se a atenção do facto em si para o acessório,ou seja quem é que enviou o mail para o DN,como se isso fosse importante perante o caso em apreço,aliás,o mail saiu do publico.
    Parece que o foguete estoirou-lhes nas mãos.
    As osgas e as lagartichas,quando se vêem encurraladas e ameaçadas,largam o rabo para desviar a atenção do inimigo e assim poderem escapar.
    O rabo volta a crescer.
    Nesta rançosa história é facil perceber quem é o rabo!!!

    ResponderEliminar
  3. http://dn.sapo.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=1368356&seccao=Jo%E3o%20Miguel%20Tavares&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco

    Aníbal, José e Manuela no país dos inimputáveis



    http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1368716


    http://economico.sapo.pt/noticias/cavaco-esvazia-caso-das-escutas-e-da-novo-trunfo-aos-socialistas_70192.html



    o cavaquismo começa a desfazer-se por dentro.

    E o Socretismo ?

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pelo texto! É bom constatar que a lucidez não abandonou por completo este nosso país...

    ResponderEliminar
  5. Pois então sigam o dinheiro...ops, o MAIL, quero dizer.Nem existe outra alternativa,é nele que reside a "coisa".L.R.

    ResponderEliminar
  6. Já agora assim como não a coisa o Luiz ainda se recorda das ultimas eleições presidênciais?EU
    estou farto de rir...as merdas que os Magnos,os
    Pachecos,os Xavieres,os Amaral Dias,para nem
    falar do "EMBARAÇO" para o P.S.,que era na 2 volta,ter de se voter Manuel Alegre?Lembra-se?O
    que se escreveu e falou do "ENTENDIMENTO DEMOCRÁTICO",da "FIDELIDADE INSTITUCIONAL"!!!Sim
    senhor...um belo exemplo,né?Haja memória!É nestas
    alturas que as PUTAS JORNALEIRAS/COMENTADOIRAS,
    ASSOBIAM PRÓ LADO...veremos o que dizem estas
    "vedetas" nos próximos tempos.L.R.

    ResponderEliminar
  7. Não percebe, Luís...!?
    Então, é porque é "burro"!
    Ou anda a comer muito "bolo-rei"...?

    Ou faz-se de... ou não sabe que a corda parte sempre pelo elo mais... "ao pendurão"...?

    JJ

    ResponderEliminar
  8. «A publicação do mail por parte do DN é muito grave...»

    Continua "burro"...!?
    Quer que lhe faça um boneco?

    Qual «grave» qual caralho!

    Eu diria que é normal, porque...
    O resto pense você, ou o tempo que perde a passear não lhe tem permitido perceber a opção editorial de certos pasquins...!?

    Nota:
    E olhe que eu já não compro jornais nem revistas há dois meses e acho que vou aproveitar a embalagem para deixar de comprar de vez.

    PS:
    E a seguir vou para a sauna, que ando com uma lombalgia do caraças, e nem aproveito a assinatura que tenho no ginásio... e ou cuido disto ou quase nem uma foda consigo dar.
    E, quando chegar ao ginásio, mando um fax sentado... na sanita.

    JJ

    ResponderEliminar
  9. Diz o anónimo das 12:44 PM

    "Pois então sigam o dinheiro...ops, o MAIL, quero dizer.Nem existe outra alternativa,é nele que reside a "coisa".L.R."


    ...o dinheiro ?

    O que quer dizer com isso ?
    Fiquei curiosa de perceber..

    obrigada

    ResponderEliminar
  10. Olá JJ...!!!


    faça sauna ...sim.
    E descontraia ....

    :-)

    ResponderEliminar
  11. Parabéns por mais um texto brilhante.
    (Compreendo que os aceite, mas há comentários aí em cima que eu enviaria, rapidamente, para a "cesta secção".)
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  12. Olá também para si...

    Não é fácil descontrair com esta cambada.
    Um tipo quer, deve, votar e só apetece mesmo fazer um boneco no boletim. Abardinar, enfim...

    Uma classe política que já mete nojo e um jornalismo que dá asco.

    Cada vez mais desiludido e ainda vem para aqui o Luís com conversa da treta a escrever que «não percebo a demissão de Fernando Lima» e blá blá blá...!
    Armado, assim a modos, em puta-virgem!

    Mas, num certo sentido, ainda bem que a qualidade do nosso jornalismo em geral é péssima.

    A promiscuidade entre políticos e jornalistas, mais, a putice entre corporações e jornalistas, que vivem de bufadelas, é degradante.

    E do que conheço pessoalmente, e conheço o suficiente, dos meios da comunicação social, sem cair na estupidez da generalização, é que muitos, demasiados, não passam de uns broncos e que funcionam na mesma lógica da "má-moeda" dos políticos.

    Não é aqui o sítio para falar disto (se descobrir pode ler no "jornal" do costume...) mas passou-me pelas mãos um caso de manifesta insinuação em que um político, bem conhecido, garanto, encostou um familiar meu, no género, veja lá você está em início de carreira, portanto, já que não quer ir como cabeça-de-lista, vai ter que aceitar um lugar, ainda que discreto, para completar a lista, caso contrário, não há avenças.
    É claro que não foi assim tão explícito mas para ser burro não é preciso ter orelhas compridas e as minhas são bem pequenas... uma merda é como isto está.

    Pena que gajo não possa ser mais explícito e tenha que falar por metáforas... a não ser no consultório do psiquiatra onde andam tanta gente com juízo há custa dos malucos que andam pela política e pelos jornais.

    É caso para dizer, como o Scolari, "e o maluco (burro) sou eu".

    JJ

    ResponderEliminar
  13. «para a "cesta secção"»

    Se é comigo, senhor Martins, é para o lado que durmo melhor.
    Pode o Luís apagar todos.
    Aliás, para os apagar tem que os ler primeiro. E é com ele que estou a falar e não com os moralistas de turno.

    JJ

    ResponderEliminar
  14. E não venha por aí também o corrector ortográfico de turno, quase sempre com razão porque o Luís dá um erros que são redundantes, ainda que isso de nada interesse nem desvalorize o que escreve, quer eu concorde ou não, convém corrigir o que eu escrevi:

    Não é «há custa dos...» mas «à custa dos...».

    PS:
    Estou a ouvir o Nuno Rogeiro na SIC Notícias, e este sim, merece a pena ouvir e ler. É dos poucos que sabe o que diz.

    JJ

    ResponderEliminar
  15. Boas,não quero entrar em dialogo,mas...bora lá!
    Então Pézinhos é assim: se eu lhe mando um email
    e o J.J.(desculpe lá Sr j.j.)o coloca neste blogue,das duas uma:ou a Sra o deu ao J.J.,ou eu
    o dei ao J.J.,ou ele é TRUNCADO PELO J.J.....
    Simplex,ora como eu acredito só no PAI NATAL em vésperas do mesmo,também acho que nestas coisitas "NA HÁ ALMOÇOS GRÁTIS PORRA"!E o andor ainda vai no adro.Só isto. L.R.

    PS:Peço ao Sr J.J.

    ResponderEliminar