segunda-feira, julho 27, 2009

O falhanço de Sócrates em real-time


Hoje Sócrates quis dar uma de Obama e ensaiou responder a uns blogers através do seu site. Foi pelo menos o que percebi, passando de raspão pelas notícias da tv, pois estou de férias.

Parece que a operação foi um fracasso porque os seus informáticos (sempre essa praga de empatas!) não conseguiram pôr o site em real -time. Mário Soares foi o primeiro político português a dar em real -time na net a sessão de apresentação da sua candidatura com a tecnologia da Akamai, uma empresa que gere internacionalmente os melhores sites de empresas de referência.

Portanto: o simplex de Sócrates redundou num complex total. Sócrates acha que está na América e que vai ganhar as eleições na internet. Esquece-se que os Magalhães que andou a dar, na sua maioria não foram subscritos com net, são portanto umas máquinas de escrever com uns jogos básicos, que as crianças com playstation acham uma treta.

Sócrates não percebe que os portugueses estão fartos de marketing e que as operações de charme são agora verdadeiros espanta-votos. As pessoas estão fartas e, como nos casamentos falidos, já não servem jantares à luz da vela, fins-de-semana em lugares paradisíacos, já nada reacende a chama. No caso de Sócrates não vai lá com Facebook!!!

O governo de Sócrates prejudicou demasiada gente. Conseguiu acertar nas profissões liberais, nos gestores, empresários, professores, estudantes, médicos, jornalistas, juízes, operários, rurais, reformados...não há uma classe neste país que não tenha sido prejudicada por este governo. Sócrates não decidiu contra os interesses, Sócrates lesou os interesses de todos. O que é notável em estupidez política.

Ainda hoje no jornal i vem muito bem contada a forma ruinosa para várias gerações, da forma como foi feita a reforma da segurança social. Há já um grupo de quadros superiores que decidiu processar o Estado porque vão ver reduzias em 60 por cento a reforma. Porquê? Porque esses malandros que andaram a descontar sobre ordenados de dez mil euros vão agora receber menos de cinco mil. Mudaram-se as regras a meio do caminho, coisa que os ingleses conseguiram preservar. Para Sócrates estes malandros são menos de 100 por ano, não têm peso nenhum no equilíbrio da segurança social, mas servem bem para serem usados como exemplo na campanha demagógica socialista de que quem ganha muito tem de ser depenado, em nome da inveja nacional e da esquerda radical.

Este é o Estado que temos. É a ignomínia institucionalizada, calada por todos, dos partidos da direita à comunicação social, porque fica mal defender a classe média, a elite técnica, os portugueses que não tiraram cursos ao domingo, que não triunfaram na vida pela golpada partidária. O que o Estado está a dizer aos jovens quadros é que vão trabalhar para o estrangeiro. O que os pais ricos vão fazer é por os filhos a salvo, a estudarem numa universidade estrangeira e a ficarem lá.

Claro que Sócrates é um primeiro-ministro moderno. E ainda há-de vir outro dizer que fez mais pela derrota da classe média do que ele. A Dona Leite também é especialista nesse tipo de caça.

Hoje ao dar uma de internauta, o que Sócrates devia ter feito pela comunidade digital era isto: pressionar as operadoras a baixarem o preço das comunicações de dados e de telemóvel, que são as mais caras da Europa, promover muitos mais pontos públicos gratuitos de wireless e de tornar dedutíveis no IRS as compras de computadores, sem estarmos sujeitos à palhaçada dos Magalhães. Obrigar os serviços públicos a informatizarem-se sem burocracia, tornar as escolas e os espaços públicos nacionais com internet livre para os cidadãos.

A política da propaganda e da fachada é altamente irritante. E se Sócrates julga que o povo é parvo, espere pela pancada em Setembro. Não vai ser virtual, vai ser real. E em real-time sem falhas!!!.

3 comentários:

  1. Luíz, esse ARTISTA anda anestesiado pela febre do poder, a cacetada que levou nas Europeias não o fez acordar, mas por mim e por muita gente que conheço (e que votou no mentiroso) ele vai ver como elas lhe mordem em Setembro...!!!
    Ai vai vai,
    Provávelmente vai fugir daqui para fora, como já outros o fizeram, só falta saber se a Internacional Socialista consegue arranjar algum "tacho" para um iletrado como ele.
    G.J.

    ResponderEliminar
  2. Eu vi as imagens na S.I.C.,e pareceu-me que atrás
    do"QUERIDO LIDER",estava o "ARTISTA RESSÁBIADO".
    Ele sorria ,deleitado,para o seu AMO...seria o
    "camarada" Leonel Moura?

    ResponderEliminar
  3. Espero bem que o POVO,na sua imensa sabedoria,dê a este falso engenheiro,no dia 27/9 a lição que merece!Palavra de honra que já chateia ver estes MENTIROSOS a saltitar de canal em canal a mostrar-se,a prometer mundos e fundos!Hoje até aquele que dá pelo nome de Min.do Ambiente, num completo desalinhamento capilar, veio elogiar o lindo trabalho de incomodar, em pleno verão, os pobres banhistas que são impedidos de desfrutar das praias(ainda são de graça!),porque algum iluminado se lembrou que era esta a melhor altura)de chatear o povo!
    Mas voltando ao snr."eng":quando volta a ouvir-se o "SEM EIRA NEM BEIRA" dos Chutos e Pontapés?E ninguém diz nada?
    Vamos lá Snr.Luiz:dê uma ajuda.Vamos lá mandar este senhor 1º. para as berças,de onde nunca deveria ter saido!Vamos juntá-lo à D.Adelaide,ao tio do Zezito,ao primo do Zezito,à Câncio do Zezito(?)!E logo que o Freeport esteja concluido,vamos fazer uma serenata a convidá-lo,na prisão,para denunciar todos os negócios que fez com os Coelhones e outros que tais!
    Vamos em frente, sem medo!

    ResponderEliminar