quarta-feira, agosto 13, 2008

Quem se rala com o drama na Georgia ?

As fotografias da Reuters (CLIQUE AQUI PARA VER) são impressionantes na violência que denunciam, na dor que transportam. Os leitores e espectadores habituados que estão à banalização do drama alheio, distraídos que estão com as férias e ralados que andam com o preço do petróleo ou com o aumento da vidinha, já não param para olharem o Mundo e as barbaridades que o contêm.
O ataque das tropas de Putin à população indefesa da Georgia, por muita razão táctica que tenha, por muito burro que seja o Presidente da Georgia, é inadmissível num Mundo democrático, humanista. Intolerável numa Europa da Paz ou numas Nações Unidas como consciência colectiva global contra a barbárie. Vejam o excelente fotojornalismo da Reuters e confiram como a fotografia ainda pode servir de alguma coisa para testemunhar os horrores maiores.

3 comentários:

  1. Se fossem os Israelitas ou os americanos, como num passado recente, toda a gente gritava (e legitimamente) crime e violações aos direitos humanos, manifestacoes de rua etc com os russos e sempre diferente...e ainda por cima uma acção carregada de hipocrisia, pelas posições contraditórias que tem tido os Russos recentemente por exemplo na Chechenia e Kosovo. Como diz o Luiz que o foto jornalismo não deixe esquecer estas atrocidades que se cometem em nome de sabe-se la o que....para que nunca se esqueça a dor e tragédia que qualquer guerra, por mais justa que seja, causa. As vitimas são sempre as mesmas, e no Século XXI este desrespeito pela vida humana não pode ter lugar nas nossas sociedades.

    ResponderEliminar
  2. Ainda ninguém explicou porque a Georgia, País com 50 000 soldados, bombardeou uma zona do seu próprio território, encostado à maior potência militar da zona ( Russia) , com mísseis através do seu unico bombardeiro que possui. Porquê? Com que interesse?
    Imaginem os F16 da nossa força aerea bombardearem Bragança, ou Elvas! Achariam normal? Achariam que a Espanha não interviria se por acaso isso acontecesse?

    Aquela zona é para rebentar e vai nascer outro Kosovo!
    E depois vem a ONU e a treta do costume da defesa dos direitos humanos ! Pode ser que a GNR tenha mais um trabalhinho e mais uns soldados enviados para zonas cheias de urânio empobrecido que depois veêm morrer em casa ao fim de uns anos !

    A população humana está a sofrer em todo o mundo e as guerras hoje já não são só com armas que disparam mísseis. Existem guerras muito mais mortiferas que usam a bandeira da paz, da saúde, da democracia e dos direitos humano para matar!E matam muito mais !


    Ninguêm se safa no meio desta guerra global de civilizações,religiões e interesses economicos !

    Deixem de fazer ressonância às noticias dos media e pensem em vez de papaguiarem noticias e opiniões dos outros!

    ResponderEliminar
  3. Mas n foi o pateta criminoso do Presidente georgiano que emprenhou pelos ouvidos a táctica Bush ( agora mais assassina que nunca) e foi desafiar o gigante russo sem razão aparente, tão só para agradar à Rice e ao Barroso ?
    Ouvi alguns ossetas culpar o seu Presidente pelo desastre e pela tragédia que lhes está a acontecer e quando assim é FORCA com o porco !

    ResponderEliminar