quarta-feira, outubro 03, 2007

O regresso do senhor Carlos Cruz

Pela calada de uma noite de show no Casino Estoril, Carlos Cruz apareceu aos espectadores do Salão Preto e Prata como um fantasma. Ninguém estava à espera e ninguém tinha pago para o ver.
Segundo um jornalista presente na sala metade do público não bateu palmas perante o holograma falso, para Carlos Cruz a outra metade aplaudiu. Se ninguém tivesse aplaudido o ex-apresentador de TV garantiu mais tarde, numa daquelas entrevistas confessionais, que teria pedido desculpa e ido embora. O respeitinho pelo públicozinho é sempre bonito.

O que me choca nesta cena, a que ninguém ligou neste país demasiado entretido com outros faits-divers, é que um arguido num processo de pedofilia possa aparecer a apresentar um espectáculo. Por acaso era para crescidos, mas do ponto de vista ético e legal também poderia ter acontecido se fosse para crianças.
E das duas uma: ou o homem está inocente e o que se lhe tem feito e à família e amigos, é de uma barbaridade sem perdão, e então o Estado terá de ser responsabilizado por isso, ou se ele vier a ser condenado é um escândalo um tipo daqueles ter a suprema lata de vir apresentar um show como se se estivesse a rir na cara das vitimas. Passou de umas apertadas medidas de coacção à mais displicente descontracção ao ponto de poder viajar para o Brasil, se assim lhe apetecer.

Esta lentidão da justiça portuguesa é de gritos.
Pelo novo código aqueles que estiveram presos preventivamente no Caso Casa Pia nunca o teriam estado e, porventura, acabariam por nunca ter sido presos. Portanto:com a lentidão da nossa Justiça nunca teriam visto o Sol aos quadradinhos.
Lamentávelmente em Portugal só funciona a Justiça Popular, a condenação na praça pública e o perdão dado pelo esquecimento, esse dom tão peculiar dos anestesiados depois da selvagem sede de justiça. É ainda o tique do Poder Popular e dos divertidos e sinistros julgamentos revolucionários.

Uma realidade triste e penosa para inocentes, malandros e para os desgraçados a quem tarde ou nunca chega a hora do julgamento final.
Safam-se os que têm lata, descontracção e esperteza natural.


PS: Bibi é o único arguido do Processo Casa Pia que aceitou ser tratado para refrear os seus ímpetos de pedófilo. Está a ser acompanhado por médicos e psiquiatras por votade própria. Os outros passeiam-se, dão show e ainda vão ser homenageados um destes dias pela RTP. Admirem-se !

10 comentários:

  1. O caso já deu o que tinha a dar.
    Mais do mesmo. Por um mês ou dois deixaram a rapaziada a pensar que podia haver justiça para os poderosos.

    Seguramente somos de brandos costumes. Alguém tem que pagar por tal fantochada, sejam os arguidos seja a justiça.
    Tanto nos insurgimos com o caso da Esmeralda como remetemos para o esquecimento a casa Pia.

    De duas uma:
    Continua a haver intocáveis ou a justiça anda atrás de audiências.

    A julgar pelo que tenho visto é bem provável a segunda teoria. Talvez tenham aprendido com a ASAE.

    Bem vindo de regresso à sua casa Luiz.

    A propósito : já faz falta um post acerca do olhar dos ingleses para a justiça Portuguesa e para Portugal.

    ResponderEliminar
  2. Na altura evitei fazer comentários (verbais, não me estou a referir a blogs) ou até juizos. Esperava que a justiça declarasse o homem como culpado.
    Parece que vou ficar à espera. Eu e todos.

    ResponderEliminar
  3. Ops. no comentário anterior escrevi só culpado. O que queria dizer era culpado ou inocente.
    É a influência do mediatismo a funcionar.

    ResponderEliminar
  4. não sei se cruz ou algum dos outros são criminosos...
    o que sei é que a polícia (estupidamente chamada de) judiciária foi incapaz - mais uma vez - de recolher provas dos crimes de que são acusados...
    umas supostas escutas e umas listas com números de telemóveis não passam de folclore!

    ResponderEliminar
  5. Luiz Carvalho,
    sendo o senhor jornalista, deveria proibir-se de escrever coisas destas. é uma vergonha dizer que Carlos Cruz era um holograma falso, que por ser arguido num processo não pode viver. esse pensamento é um bocado fascizante, não?
    Quanto a dizer que Bibi tem "ímpetos de pedófilo", gostaria de lhe perguntar se já leu o processo e a sentença e se o processo já transitou em julgado?
    Mais seriedade, mais pudor, mais sensatez, por favor!

    ResponderEliminar
  6. senhor anonimo, também me vai dizer que o embaixador rito, tem todo o direito em laurear a pevide? e o medico da casa pia?? que ha cerca de 15 anos ia buscar os putos de ferrari à porta da casa pia...

    aqui só há uma injustiça... a nossa justiça!

    ResponderEliminar
  7. De facto é uma vergonha o tempo que tem durado este caso. Maior vergonha é pessoas como esse embaixador que é assumidamente aquilo que é, andarem à solta.
    O caso Maddie, vai acabar como a casa pia e a joana, sem solução, prendem um ou outro analfabeto que não se sabe defender e encerram o caso. Na casa pia o culpado de serviço é o bibi e já não há volta a dar, quem será o culpado do caso maddie? algum sem abrigo que a PJ encontre lá nas redondezas...
    Não me admirava que o carlos Cruz fosse um dia agraciado pela RTP e pelo presidente e o raio que os parta a todos, o Otelo, por exemplo, recebeu uma porrada de medalhas e apenas fez parte de um ranhoso gang de terroristas assassinos, portanto...

    Também gostava de saber quantos milhões vai receber o bochechas como comissão por "ajudar Portugal", ao ajudar a Galp a comprar petróleo ao labrego do Chavez.Mas isso é outra história...

    ResponderEliminar
  8. Luiz, admiro a sua coragem.
    Este é um tema que nem com as pinças das mais finas, nos livramos de ser queimados na praça pública, a partir do momento, que saibam a nossa opinião.
    Seja a favor ou contra, os arguidos ou as vítimas.

    É tipo, ... se toca ... vai queimar-se.
    Qual lança chamas de Luiz Carvalho...

    Eu vou dizer a minha opinião ... !
    Mas aviso já que o meu Scarface, está aqui, ao meu lado para o que der vier. :-))))

    Carlos Cruz !
    Estou à espera que se prove a sua inocência.
    Que seja bi, não tenho dificuldade nenhuma em acreditar, nem faço qq juizo de valor sobre isso.
    Criançinhas no baralho, para os "jogos" de cama do Carlos, é que me deixa "a falar sózinha", mas ... fico pelo "mas" ... até à leitura de sentença. Qto. aos outros, não me pronuncio, por serem anónimos até ao despoletar do processo.

    Num estado de direito, a Lei é para ser cumprida. CC e restantes arguidos do processo presumem-se inocentes até prova em contrário.

    A CC assiste-lhe o direito de viver e proceder, de acordo com os limites do regime de liberdade, que foi determinado pelo Tribunal, e de acordo com a sua condição de arguido.
    O tribunal proibiu-o de participar em eventos do género que refere no seu Post ? Creio que não. Senão provavelmente, não o faria.

    Agora outra coisa, é o bom senso de cada um.
    Eu se estivesse no lugar de CC, não o faria.
    adiante ...
    A morosidade da Justiça, torna a Justiça injusta.
    As causas estão mais que identificadas.
    Mas não se esqueça que a morosidade (entre outros) também favorece a prescrição dos processos.
    Justiça ! um tema que dá pano para mangas....
    :-)

    ResponderEliminar
  9. O CC foi apanhado em flagrante delito a bordo de um jeep no Alagrave c a mulher e a filha numa operação c SIC e todos farinheiras e luizes carvalhos !
    É pedófilia ? A ver vamos...e ó o Luiz Carvalho é apenas um bate chapas ( e é mesmo) ou sabe bem o que está por detrás disto tudo....

    Já agora o Presidente francês de direira kórror é contra as 35 horas de trabalho semanais por isso decretou um bónus de 25% nos extras do trabalho em horas extras que os trabalhadores queiram fazer...E estes palhaços sinistros da politica e da imprensa nacional chama-lhe neo liberal...dasse que será então o sócrates santana menezes e às vezes são óbviamente fascistas

    ResponderEliminar
  10. Lamento muito que neste País, só seja pedófilo quem tem algo a perder.
    É minha convicção que se podem enganar algumas pessoas durante algum tempo, mas não todo o tempo a todos.
    Deixem o Carlos Cruz em paz, porque se ele ia a Elvas e deiava o carro à entrada da cidade e ia a pé, para não ser reconhecido!!!! ou ele ia com uma máscara na cara ou, conhecendo a cidade como conheço verem o Carlos Cruz a pé, seria tema de conversa para um mês. E se ele é tudo o que dizem, porque razão pagou 300 mil contos de impostos e não foi para um qualquer país paraiso de pedófilos!? Porque razão nunca foi investigada a mãe adoptiva de um "menino" internado na casa pia, que deu uma entrevista ao Hernani Carvalho para a RTP, e a srº. estava à porta da casa pia, a tentar falar com o filho e não deixavam, porque ela disse que o filho lhe havia dito que lhe deram dinheiro e uns nomes para ele acusar! a RTP deve ter isso gravado.
    Porque razão a Drº. Catalina Pestana foi ao Parlamento, dizer que os miudos a troco de umas notas e "não é preciso serem muitas", diriam qualquer coisa!... É minha convicção que a montanha pariu um rato e o Carlos Cruz é um bom bode expiatório, para a incuria e promiscuidade existente na Casa Pia. O C. Cruz tem culpa de tudo, qualquer dia até o aquecimento global e a crise são culpa dele.
    Se este não fosse um país de invejosos, estariamos bem melhores. O buraco da Casa Pia é muito mais em baixo, há pe´dófilos, pois há mas, é uma questão de investigação e inteligência perceber que o Carlos Cruz "caiu" neste processo sem saber como nem porquê. Ele é um homem publico, lindo e charmoso, que necessidade teria de "pagar" para ter sexo? o que não lhe faltam ainda hoje, se ele quiser são mulheres, agora homens? Tenham juizo, não se deixem enganar, deixem o homem viver a vida dele.
    Este País tem por hábito ser ingrato para com os seus maiores talentos, por isso, o que mais desejo é que o C. Cruz e a familia, saiam deste país que não os merece.
    Carlos, Raquel, Mariana e todos que vos são queridos tentem ser felizes, e saiam desta republica das bananas.

    ResponderEliminar