domingo, setembro 30, 2007

Meneses aguenta e não chora ?

A vitória de Meneses acabará por ter um sabor amargo. Sem o controle do grupo parlamentar ( ele nem sequer é deputado) e sem o apoio dos barões do partido, Meneses acabará por se ver na maior das solidões.
Este fim de semana o herói laranja parou para pensar e reorganizar o seu exército de acólitos, mas na segunda -feira quando a questão de continuar ou não na Câmara de Gaia e as primeiras medidas a tomar, tudo lhe vai cair em cima da cabeça. Os barões vão fazer-se de mortos e quando a casa estiver a ruír darão a machadada final.

As vitórias rápidas, conseguidas por atalhos, nunca se consolidam e acabam por ser um fiasco. Veja-se no que deu a pressa de Santana em ser primeiro-ministro. Ao abreviar eleições e aceitar logo o legado de Durão, espalhou-se. Pese embora que ele se espalha sempre de qualquer maneira. Menos na teatralidade, claro.

Meneses se vier dizer que larga Gaia cairá no descrédito, mas se ficar também. O homem vai ter que aguentar, e não chorar, como o fez no Coliseu em 1995 que mais parecia uma Madalena arrependida. Claro que o mundo dá muitas voltas e ninguém que estivesse ali no Coliseu imaginaria que um dia aquele tontasso pudesse vir a ser líder do PSD.

O olhar sério e a voz pausada não vão poder disfarçar uma insustentável falta de credibilidade e seriedade. O PSD ainda não assentou. Nem o país. Sócrates é que factura bem e continua a sair-lhe a sorte grande. Embora o sossego tenha acabado para o engenheiro.

9 comentários:

  1. Manadela ou Madalena?

    ResponderEliminar
  2. Não percebo onde estão tantos problemas, no PSD , com o novo lider! Não percebo!
    Quando o Mario Soares vem dizer que isto é uma desgraça, é para nos deixar descansados.

    Vindo tanta preocupação donde vem e apartir dos seus "grandes" feitos, podemos concluir que vem ai homem para grandes desideratos. Coisa que dá sempre grande comichão, ciumeira e inveja a este grande figurão da miséria lusitâna.

    ResponderEliminar
  3. Gaspar de Jesus8:48 da tarde

    Esta aptência que certos politicos têm para "botar discurso" no fim duma lauta refeição, normalmente ente dois whiskys e uma charutada, resulta quase sempre em momentos hilariantes que pôem o país a rir durante uns tempos... desta vez foi o velho "marocas" que caiu na esparrela. Claro que Mário Soares jamais diria o que disse de outro politico (ainda que adversário) se não estivesse tão "bem disposto", provávelmente não tinha a seu lado a sua cara metade para lhe aconselhar alguma contenção no discurso... e se assim foi fica provado o velho aforismo que diz que,ao lado de um grande homem há sempre uma grande mulher, o pior é se ela não está por perto...!!!

    ResponderEliminar
  4. Dou um salto o seu blog de quando em vez, pela fotografia. É certo que a descrição do Instante Fatal avisa, mas cada vez mais se revela uma tarefa ingrata, passível de me provocar uma tendinite pelo uso do scroll do rato :)

    ResponderEliminar
  5. Madalena, mas quando vi que me enganei achei piada e deixei ficar. LC

    ResponderEliminar
  6. E alguns media já começaram nessa estratégia, com a notícia de que se está separar da mulher e que está enamorado de uma jovem advogada "sulista" com menos 20 anos.
    Se bem que nesta última parte também não me importava, só que não é compatível com a primeira, porque não encontro melhor do que a que já me atura vai para trinta anos.

    ResponderEliminar
  7. caro js nunca lhe disseram que a maturidade é mais inibriante que a juventude! :-}

    ResponderEliminar
  8. almeida santos tb dizia que as pontes Vasco da Gama e 25 de abril, podiam ser dinamitadas, terrorismos e tal e coiso.

    este exagero é próprio da idade...coitado do MS.

    até porque o LFM não é para levar a sério.

    o líder, ou melhor, a líder há-de vir, mas não é já.

    ResponderEliminar
  9. Luís O.

    O fotojornalismo está a ficar ofuscado pela estrela de Gaia ::)))

    E o Luisinho não perde umas valentes alfinetadas !!!

    ResponderEliminar