quarta-feira, setembro 19, 2007

CANDID CAMERA

5 comentários:

  1. Pensei que não gostava de conversas "em torno de assuntos tão excitantes como se a Canon é melhor do que a Nikon".
    Já sei, vai-me dizer que a Leica é outra coisa...
    Até pode ser, mas como assunto de conversa também não é grande coisa.
    Acho eu.
    :-)

    ResponderEliminar
  2. Esta conversa da Leica serve para perceber porquê que custam um balúrdio.
    Mas eu de fotografar naõ percebo nada.É quase como caçar, mas gosto de caça !

    ResponderEliminar
  3. Fetiches e modismos infelizmente ainda não ultrapassados por fotógrafos pretenciosos e que apenas "seguem" ditames das glórias do passado esquecendo-se que a Leica era no seu tempo uma máquina baratucha e todo o processo era também mais barato que a chaparia das spid gráfiques e foi por issotambém que os jovens fotográfos de então tb abraçaram a novidade saída de Wetzlar. Hoje a Leica já não corresponde a esse desiderato é como um rolex de ouro.
    Nem sequer com elas se fazem melhores fotos, como nem sequer com os rolex se t~em horas mais certas...

    ResponderEliminar
  4. A Leica era baratucha ? Fetiches e modismos ? Rolex ? E depois ? É proibido ou é de esquerda ? Vivam os pobrezinhos, portanto.

    ResponderEliminar
  5. Pois era e antes do 25 de Abril era uma máquina para amadores esclarecidos e endinheirados.Os profissionais usavam SLRs ou TLrs
    Depois do 25 c a chegada dos repórteres estrangeiros (tb da magnum ) a Leica foi "vista" por meia dúzia de fotógrafos que estavam a começar a pensar seriamente abraçar o fotojornalismo como profissão.
    Compraram-se M2s e M3s baratuchas nas Escadinhas do Duque e na Casa Ângulo. Mentira ? ou é falta de memória? São precisamente os pobrezinhos sobretudo de espirito e de esquerda envergonhada que são permeáveis a fetiches e modismos

    ResponderEliminar