quarta-feira, setembro 19, 2007

Porque não gosto de fotógrafos amadores

Não gosto de amadores, nem da Amadora.
Mas gosto de amantes.
No meu post no Expresso online Flagrante deleite, de ontem, dizia que não apreciava fotógrafos amadores.
Passo a explicar melhor, porque alguns leitores ficaram arreliados comigo.
Não gosto daqueles que encaram a fotografia como uma actividade diletante, como se se tratasse de um concurso de pesca à linha, uma maratona de fim- de -semana, um pretexto para cavaqueiras animadas em torno de assuntos tão excitantes como se a Canon é melhor do que a Nikon, o raw melhor que o jpeg, as performances do zoom da Tokina versus o zoom standard da 400D, por exemplo. É o tipo de conversa que me chateia e que me irrita.
O amador é um coca-bichinhos que perante uma fotografia do Robert Frank é capaz de dizer que está sobrerevelada, mal exposta, e que foi mal lavada mostrando uma predominância de amarelo. O amador é aquele chato que na hora de fazer uma fotografia manda parar o Mundo para ir buscar um tripé, meter um filtro Cokin e pedir á amiga para dizer whisky enquanto dispara.

O amador é aquele picuinhas que tem uma pachorra infinita para preencher os formulários de todos os concursos de fotografia e depois exibir as taças e as medalhas para a famelga o referir no testamento.

Portanto, a minha declaração nada tinha a haver com aqueles que não são profissionais e fazem fotografia, mas sim com aqueles que aproveitam o sábado de manhã para lavarem o carro na rua, bater os tapetes, atestar de água o limpa-vidros, encher os pneus de ar e depois tapar o popó para mais uma semana debaixo do telheiro.

Amadores no sentido de amarmos o que fazemos somos todos, e nesse sentido não quero evocar a palavra em vão. A fotografia está cheia de tiques, modas e maçadores. Confesso que detesto aqueles sites de fotógrafos amadores, que têm sempre umas fotos muito giras, que parecem pintura, tecnicamente cuidadas mas que são uma chachada total.

Prefiro e admiro mesmo os verdadeiros outsiders, as crianças que fotografam, os pais que registam a vida da família, os que pegam em descartáveis e Lomos e fazem fotos sensíveis, sinceras, admiráveis.

Prefiro sempre mulheres simples e belas, ou sofisticadas e chiques, às pirosas engalanadas de cabelo oxigenado e folhos coloridos. Não sei se me fiz entender...

PS: está claro que não gosto, mas também acabo por achar graça e ternura. Não vale a pena levarmos tudo demasiado a sério.

28 comentários:

  1. refere-se à sua participação no extinto fotopt?

    ResponderEliminar
  2. Isto não lhe está a correr bem Luiz.

    Concordo consigo no que diz respeito aos sites das fotos giras, chateiam.
    Atenção, pois muitas das galerias nos sites são de fotógrafos profissionais.

    Facto é que a fotografia em Portugal passa por postais e coisas tipo National Geographic.
    É a geração photoshop!
    Desfolhe as revistas de fotografia de Portugal, entre as quais a "sua" FotoDigital. O que vê?

    Na outra ponta, aparecem uns Besphotos, que ninguém entende.

    Veja-se as publicações internacionais de fotografia contemporânea... onde estão os portugueses?

    Eu sou um desses tipos que não gosta. Trabalho 10 horas ou mais por dia numa actividade desgastante, chego a casa cansado e pego na câmara pouco mais que no fim-de-semana.

    A forma que encontrei de saber o valor do meu trabalho, foi submeter as fotos a concurso.
    Serei picoinhas por isso?

    Faço fotografia desde os 15 anos.
    Gosto tanto de fotografia como qualquer profissional.
    Muitos dos fotógrafos que admiro são amadores. Qual o problema?

    Critico as minhas fotos e as dos outros num processo de aprendizagem.
    Tento evoluir na técnica, mas principalmente no olhar.
    Discuto algo sobre o equipamento, pois quero saber o que de melhor o meu orçamento pode comprar.

    Gosto de pensar que a esta altura já faço mais que postais.

    Sou amador e devo ficar nesta categoria profissional, pois tenho receio de ser contaminado por algum bichinho, que pica muitos dos profissionais, levando-os a fazer lixo que para quem "ama" seria incapaz.

    Dispenso a sua graça e ternura. Não gosta, pronto! Eu também tenho dessas coisas...
    Veja lá que prefiro tabaco Dominicano ao Cubano!

    Já que falamos em não gostar:
    Acha algum jeito ao regulamento do seu concurso do Expresso, juntamente com o Olhares.com?

    1 trabalho por fotógrafo?
    Votação popular?
    O que querem que ganhe? Um postal?

    Aqui está um concurso formatado para os recém aclamados de "picoinhas".

    Agora diga-me:
    Acha que quem "ama" a fotografia deve concorrer?

    O "orgulho de ver o seu trabalho publicado no Expresso" é extensível a picoínhas?
    Veja lá... não fiquem os profissionais contaminados.

    ResponderEliminar
  3. Já agora...
    Qual vai ser o seu critério nos 30,000€ da Epson?

    Picoinhas para o lado, ou a fotografia, pela fotografia?

    Diga-nos, pois pretendo participar, isto caso não seja excluído à partida por incompatibilidade profissional.

    ResponderEliminar
  4. O leitor PC acima já disse quase tudo. Acho que o Luis tem de moderar a forma inflamada que usa em muitos dos seus textos, porque embora possa gerar muitos comentários inflamados (o que deve ser um dos motivos porque o faz) no médio prazo acaba por gerar mau ambiente, já que acaba por identificar o seu site como um sitio bom para a "traulitada fotográfica" e pouco mais. Aqueles personagens que descreve se calhar também se encontram nos profissionais, ou acha que é a principal fonte de rendimentos que nos dá cultura visual ?
    Lá muito enterrado no texto está a referência a que gosta de quem ama a fotografia, e nisso posso dizer que concordo completamente, mas o que salta á vista é só o dizer mal dos "amadores".
    Em vez de dizer mal que é bastante fácil, que tal contribuir para aumentar a cultura visual de todos (público e fotógrafos) ?
    É fácil ser destrutivo, mas construir algo é infinitamente mais dificil e raro, e quem o consegue deve ser emulado.

    ResponderEliminar
  5. Ó Luiz...

    Olhe, carissimo, há dias em que o Luiz fazia melhor em forografar mais e escrever menos...

    Alegrava-nos a todos e dizia menos asneiras!

    ResponderEliminar
  6. Aguenta-te Luiz!!

    ResponderEliminar
  7. Luiz, essa sua figurinha de Scolari a pedir desculpa...

    pf

    ResponderEliminar
  8. mas estão admirados pela presunção e água sebenta do LC. Sempre foi assim por falta de confiança e um desejo do tamanho do Everest de ser o que jamais será...

    ResponderEliminar
  9. faço fotos para me "proteger"
    e o resto são cantigas
    beijo
    cecilia

    ResponderEliminar
  10. inominável este post, de sobranceria e até alguma idiotia...

    ResponderEliminar
  11. carissimos,
    se o barrete vos serve, enfiem-no.
    por acaso até percebo o que o luiz quis dizer, e também sou amador, e também já entrei em concursos, mas... o barrete não me serve.
    O olhar fotográfico continua para mim a ser mais importante do que ter uma foto super focada, com uma luz perfeita. O "amador" a que o luiz se refere são sem duvida aqueles que não nasceram com o dom do olhar, e isso não se estuda, nem se aprende, vem da sensibilidade de cada um. São os estudiosos das maquinas e das fotografias, o sburocratas, que também a mim me irritam... e se irritam. São aqueles que fotografam uma paisagem e montam o tripé para o horizonte não ficar torto, são aqueles que pintam as fotografias tanto que ás tantas parecem pinturas.. e porquê?? porque sem pintura as fotografias são uma nulidade, não transmitem emoções... claro que muitos de vocês podem dizer "nós gostamos, e gostos não se discutem" claro que não.. mas continua a haver bom e mau gosto, e o gosto continua a educar-se...
    Quer se queira ou nao.. a fotografia é arte, principalmente por não ter um "cliente" e por ser uma forma de expressão do autor, e a verdade... é que nem todos podemos ser artistas;)

    ResponderEliminar
  12. Esse trocadilho 'Não gosto de amadores, nem da Amadora' é muito infeliz. De vez em quando, lá vêm ao de cima esses tiques de novo riquismo. Quando mudas para o Estoril, e deixas as Amadoras aí do sitio?

    ResponderEliminar
  13. Compreendo perfeitamente.No entanto não deixo de lançar pelo menos uma farpa.Muitas mais poderia lançar.Amadores bom para o Luis devem ser o tipo "Catarina Furtado" que a fotodigital teve o displante em gastar não sei quantas páginas..LOL

    ResponderEliminar
  14. Fui saneado da Fotodigital por causa da Catarina e se querem saber detesto muito daquelas fotos de amdor. A amizade pelo José Antunes leva-me a colaborar com ele nem que tenha de ver aquelas fotos amadoras do meu amigo Jorge Jacinto. Amadoras de quem ama o que faz, claro.

    Quanto á Amadora já foi porcalhota mas reconheço que tem algumas das suburbanas mais vistosas de Lisboa e Vale do Tejo. ;

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  15. Luiz Felipe Scarvalho...não dás com os punhos, é verdade.Mas não vejo diferenças de maior. Fazes-me lembrar o Le Pen. Enquanto o ouviram, existiu. Tiveste a sorte que muitos da tua, da minha ou da geraçao actual de fotografos não tiveram.Podes falar do alto da tua arrogancia assumida.É legitimo. Não te esqueças que a fotografia só cresceu e se popularizou pelos amadores.Não és modesto.Nunca o foste. És um revoltado contigo próprio.Compreendo-te.Continua a dizer o que te vem à cabeça no TEU blog Leuis PenCarvalho.um abraço amigo

    ResponderEliminar
  16. bem isto parece... olhem nem sei o que dizer! já parecem o socrates que despediu logo quem não rezou com ele!!!!!
    mas querem lá ver que não podemos dizer do que gostamos mais, ou menos! mesmo que isso implique chamar o que achamos de bois pelos nomes! que eu saiba isto aqui não é uma repartição do estado!!! e que fosse eu cá não tenho medos nem fobias.

    é um local privado onde só vem quem quer! e onde quem cá mora bem pode e deve fazer o que lhe apetece!
    se gosta mais do estoril do que da porcalhota e o diz de pega o que é que isso importa para a tourada!
    este t0 tem um dono e cada um mora no condominio que lhe apetece e tem direito a achar os outros condominios uma porcaria! ou agora tb temos de gostar e exaltar a porcalhota para sermos uns bons exemplares da humanidade.
    gente. menos, menos!!! a festa do maior clube de ordeiros e obedientes já foi hà dias ! agora só para o ano!
    é que como não percebem o que Lêm toca de tresler. pois importa saber que arautos defensores da fotografia...ou será antes dos direitos dos cidadãos perifericos... não deixaram impune o mau o feio que teve a ousadia de chamar nomes e classificar socialmente o que lhe deu na real mona.
    eu cá tb não gosto da amadora!

    ResponderEliminar
  17. Concordo com muito do que diz, mas relembro por exemplo a passagem pelo photosig...

    ResponderEliminar
  18. "do meu amigo Jorge Jacinto"
    ESTÁ TUDO DITO
    :)

    ResponderEliminar
  19. «A amizade pelo José Antunes leva-me a colaborar com ele nem que tenha de ver aquelas fotos amadoras do meu amigo Jorge Jacinto. Amadoras de quem ama o que faz, claro.

    quanto mais te justificas mais te enterras. É triste.

    ResponderEliminar
  20. só não percebe quem for pateta ou não quiser perceber :')

    ResponderEliminar
  21. Uma idiotice pegada!!!
    Não fosse ter alguma razão descontextualizada. Enfim é claro que eu vou continuar com o meu gozo de clicar quando me apetecer, o que me apetecer e não mudarei nada porque não me apetece.

    ResponderEliminar
  22. Sim aquelas foto do Jorge Jacinto na ultima Fotodigital, ui ui, que categoria. É assim que se eleva a fotografia em Portugal, oh se é...
    Compadrios é o que é

    ResponderEliminar
  23. achei tanta piada ao discurso!

    concordo contigo!

    ResponderEliminar
  24. Para mim o texto não faz sentido. Apesar de percebemos que está a falar de um perfil, toma a parte pelo todo. E generaliza, claro. Pior, é um discurso cheio de preconceitos e juízos de valor.

    ResponderEliminar
  25. O Fotografo Zarolho11:45 da tarde

    Só para terem uma ideia do estado a aq se esta a chegar na fotografia uma tal de David Caretas no site olhares.
    reza isto :
    um fotografo é um poeta...a maquina é apenas a sua caneta.
    (para quem não entenda:não precisas de ter uma boa maquina para fazeres boas fotos!!)()()()()(
    .....faço books fotograficos
    ,casamentos,baptismos,divórc ios,
    despedidas de
    solteiras(e não de solteiros),velórios,funerais ,bailes de finalistas,jantares do dia da mulher,espectáculos do Tony Carreira,jantares de empresas...enfim preciso de ir buscar o dinheiro que gastei na minha maquina nova!!lol!!....em breve preciso de um assistente!!

    email:davidcaretas@hotmail.com

    http://fotologue.jp/caretas/....... ......
    faço books fotográficos-preço 25€ com 10 fotos reveladas em tamanho 15-20cm
    Realmente isto são os fotografeiros que temos.Que não têma minima noção nem preaparação e escrevem nas suas afamadas fotos de galeria Publica estas perolas :

    faço books fotográficos-preço 25€ com 10 fotos reveladas em tamanho 15-20cm
    Grande Luis da-lhes com força eles não sabem o q fazem :)

    ResponderEliminar
  26. Talvez a escolha da palavra amador não tenha sido muito feliz.

    Pela descrição do "amador" seria mais picuinhas, ou como dizem os espanhóis de uma forma maravilhosa: un puñetero!

    ResponderEliminar