domingo, agosto 26, 2007

O terreiro dos patos

Era o que eu esperava no Terreiro do Paço e hoje vimos na TV: uns tipos a cantarolarem debaixo das arcadas, um GNR a ferrar um cavalo, um turista a brincar aos tiros em cima de um tanque da GNR ( a nova atracção turística Lusa: venha brincar aos valentões que desafiam os terroristas ecologistas!), umas velhinhas histéricas por aparecerem na televisão a fazerem bicha ( que Costa não respeitou) para andarem de borla de carroça, mais uns cavalos e os camelos que não foram mas estavam bem representados pelos artolas que para ali foram fazer figuras.
A RTP teve o cuidado de não mostrar as obras que duram há 10 anos ( a panorâmica parou antes) mas mostrou um sinal manhoso de sentido proibido. Foi este o grande investimento de António Costa para já.
Depois das 20 horas o Terreiro do Paço voltou ao normal e os sem abrigo, que ali dormem todas as noites, puderam ter de novo o seu lar.

Amanhã voltarão os carros oficiais dos ministérios a encher a praça.

3 comentários:

  1. será que na CML estivesse uma câmara PSD com este governo PS a gnr iria toda lampeira para o terreiro do paço?don't think so,,,

    ResponderEliminar
  2. bem então o encha-se o terreiro de pópós e sei lá que mais exactamente aio contrário doq ue acontece em Madrid na Plaza Mayor ou no Trocadero de Paris ou na F de Treviso em Roma ( equivalentes do Terreiro do Paço ) e pke n gostas dos Xuxas ( eu tb não) fica tudo na mesma e Lisboa sem esplanada à beira rio. As obras claro já deviam ter acabado ou melhor jamais deveriam ter sido feitas. Mas é outro assunto !!!!

    ResponderEliminar
  3. Eu acho é que se deviam desviar os camiões que levam areia para a Costa da Caparica para o terreiro do paço e despeja-la toda para dentro do metro até ficar tudo tapadinho. Ficava-se ali com uma praiazinha à maneira onde o costa podia apanhar banhos de sol com os seus óculos escuros à martini man.
    De certeza que a areia ali se aguentava mais tempo que na caparica e podia ser que o costa se enterrasse nela...

    ResponderEliminar