segunda-feira, agosto 13, 2007

Duas ou três coisas de um blogueiro


Pergunto-me muitas vezes porque tenho este blogue e porque teimo em o actualizar todos os dias mesmo estando em férias. Tornou-se para mim quase numa obrigação moral. Pensar que 400 visitantes passam aqui por dia leva-me a pensar que não os posso desiludir.

Alguns posts desta semana lançaram chamas sobre alguns leitores.
Quando disse o que disse sobre Pinto da Costa alguns não me perdoaram e desancaram-me. ( E entretanto foi o meu Sporting a desancar o Porto!)
Quando citei o Orelhas da RTP ( O Larry King dos pobres) veio logo alguém a correr em sua defesa. Só lhe fica bem. Até acrescentou que o tipo é licenciado a sério e não na Universidade onde dou aulas,(onde não fui licenciado). Não duvido que tenha razão na superioridade da Universidade Nova.
Tenho na vida dizer o que penso e pensar pela minha cabeça e pelo meu coração. Tal como na fotografia procuro pôr na mesma linha de mira a razão e o coração e dar a tudo um sentido estético.

Este blogue não é um blogue de fotografia, apesar de também ter fotografia, jornalismo, arquitectura, música, sexo e culinária. E outros devaneios. Se fosse um blogue só de fotojornalismo teria de ter outras funcionalidades multimédia e ainda não sinto ser capaz de fazer o "Carvalho Inmotion", como um dos maiores idiotas da nossa praça um destes dias me atirava num estilo de provocação rafeira. Não sou apreciador de sites multimédia acompanhados a música de elevador. Portanto, terei um site como deve ser sobre fotografia e tudo à volta mas não será para já.
Até acho que a fotografia tem uma zona fora das palavras e falar muito sobre as minhas fotos só as prejudica. Não estou muito interessado.

Com este blogue apetece-me escrever sobre tudo, todos e sobre "je". É arriscado, mas não há razão para eu não escrever e dar opiniões num país onde qualquer um opina sobre fotografia, qualquer político fala de sexo, qualquer artista é jurado sobre as mais diferentes matérias, ou até um arquitecto pode fazer vídeos de sucesso. Se há ex-estafetas que são directores de jornais e andam de segurança e descapotável, (e escrevem !), porque não hei-de eu escrever e dar opinião? Era o que faltava !... E se a minha amiga Clara Ferreira Alves fotografa porque não hei-de eu escrever?

Há uns tipos que se irritam quando vêm um fotógrafo falar e ficam ursos quando os fotógrafos escrevem. Habituaram-se a ver os fotógrafos como analfabetos, tontos, técnicos, jeitosos, artistas, mas quando escrevem ficam irritados. Também se irritam quando os fotógrafos pegam numa câmera de filmar e fazem um filme. Azarito ! :::)))

As opiniões que aqui deixo são despretensiosas. Por vezes quando tenho o editor aberto para escrever ainda não sei sobre o que vou opinar. Depois há uma catarse e aí vou eu a debitar. Como sou impulsivo escrevo com o coração nas mãos, e como o teclado do MacBook Pro ( Olá Pedro Aniceto que nunca te falte a pica!) é o mais macio do mundo, escrevo mais depressa do que a sombra. O risco é cair no disparate. E por vezes caio. Mas isso é a graça do blogue. E o risco. Mas é mais arriscado fazer o poço da morte. Quando escrevo as minhas crónicas da Fotodigital já não o faço tão de imediato e mesmo no blogue do Expresso procuro uma linguagem mais reflectida, o que acaba por tirar espontaneidade.

Odeio burocratas, cinzentismo e tipos politicamente correctos. Também me irritam os tontassos armados ao pingarelho a serem modernos e provocadores. Devemos ser independentes, não nos levarmos demasiado a sério e darmos umas valentes arroxadas nuns mediocráticos que por aí andam a fazer deste país atrasado e marginal um beco sem saída.

Andamos a viver há 4 anos num período de menopausa económica em nome de um deficit que só nós cumprimos com esta dor ( imagine-se se os Estados Unidos levassem assim o deficit deles a peito!). O país acomodou-se de novo e a classe média, que é o motor do progresso, está anestesiada e rendida ao marketing dos socialistas. Logo, tudo o que possa agitar este lodo é bom.

Um aparte: a Ricoh GR é mesmo uma câmera fora de série, o conceito Leica numa compacta. Não recebo nada deles, comprei-a na Pixmania. O Smart Cdi é como a Ricoh: compacto, anda o suficiente, é muito, muito económico, gasta menos que a minha querida Vespa 200GT e dá-me quase o gôzo do 911 ( principalmente quando o atesto com 19 euros). Coisas simples, pequenas, originais e amigas do utilizador. É o que está a dar.

47 comentários:

  1. JL Andrade3:08 da manhã

    Eu diria que essa fome de actualizações é vicio. De qualquer forma, obrigado!

    ResponderEliminar
  2. Caro LC, até me criou problemas de consciência. Penitencio-me.
    Quantos avé-marias e pai-nossos quer que eu reze ? lololol ...

    Faz muito bem em dizer o que lhe vai na alma.
    Faz muito bem em procurar distanciar-se do politicamente correcto.

    Mas ... LC ... você não é uma pessoa qualquer. Tem já, alguns contornos de figura pública.:-)

    Por isso, cuide-se, meu amigo, porque há ... instantes fatais !!!
    A Blogosfera é mais importante do que aquilo que todos sentimos e pensamos. Para o bem e para o mal.

    Já reparou que eu sou uma reles e uma miserável anónima ?

    Pois ...

    Um abraço com muita admiração pelo seu trabalho


    Nota: Há coisas que só se podem dizer no café, e na esfera dos amigos....há quem diga ! ...:-)))

    ResponderEliminar
  3. Luiz, espero que nunca perca essa vontade ou "obrigação" de actualizar o seu blog. Para alguém que como eu fico o dia inteiro sentado à frente de um computador a desejar estar noutro sítio, ler as suas postas é um dos raros momentos de prazer que tenho ao longo do dia.
    É bom saber que há um projecto de site de fotografia na calha. Sinceramente preferia um livro, pois a fotografia a sério deve ser vista no papel impresso. Adoro ver os livros da Magnum, National Geographic, World Press Photo, AFP, etc., mas sou incapaz de ir aos sites ver as fotografias. Não é a mesma coisa... Vá lá um livrinho que depois a malta vai toda à sessão de autógrafos!!
    Quanto à Ricoh, deixe lá isso, pelo que leio a máquina não é lá grande coisa. Se quer qualidade Leica em ponto pequeno, tem duas hipóteses: Panasonic (que no fundo é uma Leica com lentes Leica) ou então uma compacta Leica digital (que no fundo é uma Panasonic com lentes Leica).

    PS-Quanto à Fotodigital as suas crónicas ainda eram aquilo que eu lia com mais interesse, mas quando vi que eram muito parecidas com o que escreve aqui no blog, deixei mesmo de comprar. A revista perdeu muita qualidade com o passar dos anos, ou então não soube acompanhar a concorrência. Houve uma altura em que comprava todas as revistas de fotografia que havia no mercado (Louvor à Super Foto Prática que já existe há anoooossss), mas desde há uns meses para cá que só compro a Mundo da Fotografia Digital que tem uma excelente qualidade (talvez por ser cópia de um modelo de revista inglesa...).

    ResponderEliminar
  4. Gostei desta sua "confissão" e tal como o "jl" também acho que o que você tem é "vício".
    Eu sei o que é o vício de ter um blog, tanto que já acabei com o meu onde escrevia quase obsessivamente e, tendo percebido isso, arranjei outro onde vou muito raramente e só depois de me passar a impulsividade e onde escrevo de forma solitária e mais estruturada e onde nem sei sequer se alguém lá vai. Ás vezes até me esqueço do login, o que significa que me estou a “curar”.

    Agora, o facto de os seus comentadores lhe darem “porrada”, a começar por mim quando não concordo, da mesma forma que não dou “porrada” quando gosto e aí até sou eu que o defendo, não significa, na parte que me diz respeito, que não o aprecie e que não goste do blog e do retrato que o seu autor para aqui transporta na forma como escreve.

    Aliás, o que me faz aqui vir visitar o Luís de Carvalho é esse seu espírito “lança-chamas”, como alguém aqui já o caracterizou e que eu acrescento de um burguês provocador, mas que assim se fez à conta da qualidade do seu trabalho. E o Mário Soares, que dizem ser de esquerda, também fuma charutos, mas este vive à conta do orçamento.

    Portanto, acho que deve continuar assim, desde que seja autêntico, o que nem sempre significa ser coerente, na sua forma de estar na vida, contando, obviamente com a genuinidade dos seus comentadores, apesar de alguns serem manifestamente estúpidos, mas isso é o risco que você corre ao ter a coragem de se expor.

    Sendo assim, se aquilo que escreve o faz de forma autêntica, acho que deve continuar, quer os outros concordem ou não, na certeza de que vai levar “porrada” em troca da autenticidade de quem o lê.

    Ah...
    Se quer um conselho, faça mesmo férias, incluindo ou sobretudo aqui no blog, e aproveite para fotografar e depois mostre cá ao pessoal. Vai ver que lhe ia fazer bem.

    ResponderEliminar
  5. Este anónimo que se assina anonimamente conhece o LC há mais anos que a maior parte dos comentadores. Garante a todos que o LC é um poço de defeitos que tudo o que ele possa dizer em abono de si própio não é verdade ( mas tb não é mentira) mas como é baixote tem um óptimo jogo de cintura que lhe dá uma "aisance" notável. Que hoje em dia é um anti-socialista ferrenho tb não me admira porque nunca foi politicamente radical á esquerda,nem á direita. Sempre foi um ideólogo da "boa vida" à custa do seu trabalho e quando se lhe critica o vicio das maquinetas ( automóveis ou fotográficas ) há que dizer que o sustenta com o seu suor. Em suma não é flor que se cheire quando não gosta mas é uma agência de publicidade positiva quando simpatiza. Tem alguns ciúmes de outros fotógrafos e defende a sua dama ( o fotojornalismo) à outrance. Se não fosse pai atencioso e cuidadoso e andasse mais nas cenas era concerteza jornalisticamente "perigoso" por que ao contrario da maioria dos fotógrafos da praça (sobretudo das gerações antigas) é licenciado numa arte maior e professor universitário. O que não o torna melhor fotógrafo que outros mas lhe confere maior poder, numa terra onde ter um canudo é sinónimo de " São doutores e engenheiros entre os últimos os primeiros lá lá lá".....Por tudo isto e mais que não se disse vale pena vir aqui e ler o blogue do LC....acreditem !!!

    ResponderEliminar
  6. Não sei se este anónimo não é de novo um “heterónimo” de alguém que eu desconfio.
    Este comentário está de facto excelente e é o eu penso do LC, sobretudo na parte em que diz que a sua “ideologia” é a “boa vida”, o que é a mesma coisa que dizer que é um “burguês provocador”.

    E embora não conheça pessoalmente o LC, acho que há muito que lhe tirei o “retrato” e por este comentário de quem o conhece “há mais anos que a maior parte dos comentadores” não ando longe da verdade.

    Mas, afinal, o primeiro de nós que não tenha defeitos que dê um passo em frente.

    Só me chateia é que por vezes o LC é demasiado óbvio e parece não perceber, ou faz que não percebe, que os seus comentadores mais atentos “têm olhos que vislumbram bem por detrás da objectiva”.
    É o tal jogo de cintura típico de um “baixote tem um óptimo jogo de cintura que lhe dá uma "aisance" notável”.
    Mas conheço mais pessoas assim e nem por isso deixam de ser uns tipos porreiros.
    É como eu, também sou um tipo porreiro, mas ás vezes nem por isso.

    ResponderEliminar
  7. MADELEINE MC CANN outra vez...

    Continuo muito preocupado. E como este blogue tem visibilidade, aqui fica o meu protesto contra as declarações de uma luminária que dá pelo nome de Modesto Navarro e diz escrever histórias policiais que afirmou ser a Praia da Luz um enclave inglês no Algarve.Ora faz muitos anos que frequento a dita cuja e nunca senti que a Rainha de Inglaterra mandasse naquela terra algarvia e tão portuguesa como outra qualquer. Os ingleses estão lá e vão lá...mas pagam.
    Continua o frenesim defensor da PJ e eu pergunto.Que Policia Criminal na Europa civilizada tem 31 inspectores dos Narcóticos sob investigação e a Coordenadora do Departamento Contra o Tráfico presa sob suspeita de sacar dinheiro apreendido aos traficantes e promover até a venda de algumas toneladas da dita no estrangeiro ? E falo pelo que a Imprensa publicou e ninguém desmentiu...
    Mas então que Policia depois de uma pessoa seja criança ou adulta, ter sido raptada procura apenas " a desaparecida viva " ?
    A hipótese de estar morta é sempre de se pôr, por muito que custe e no caso custa ...e apenas se compreende a fé dos pais em não "aceitarem" tão horrível cenário. Nenhum pai ou mãe "quer" aceitar a perca do filho ou filha querida. Mas a Polícia tem de procurar a pessoa desaparecida viva ou morta e foi isso que não aconteceu e aí está o erro da PJ, que agora até "chamou" o inefável Moita Flores para depôr a favor da respectiva calinada e limpar a honra do convento. Por estas e outras continuo muitissimo preocupado com o desaparecimento da pequena Maddie.

    ResponderEliminar
  8. pode o JS estar descansado, que o anónimo não é heterónimo do LC não. É anónimo conhece o LC há mtos anos (felizmente) que o LC não sabe quem é aqui anonimamente postando ( às vezes c prosa ecorreita outras nem tanto para saltear o molho) e também assina o post acima.

    ResponderEliminar
  9. Post Scriptum:

    Só posto neste blog do LC porque ele está aqui todo inteiro, sem esconder o que é.Do ponto de vista de uns isto aquilo e aqueloutro de outros frito assado e cozido. Do meu ponto de vista, salutar e estimulante, mesmo quando escreve disparates e asneiras que ele próprio reconhece após reflexão.

    ResponderEliminar
  10. 1-Eu aposto no LC para presidente! e pronto !
    Porque o Cavaco nunca se engana e sabe de tudo. Gostava de ter um presidente como o LC, mais humano!

    2- Eu não conehço o LC de parte nenhuma , nem o seu trabalho. Só o conheço pela janela do seu blogue , que me apareceu como resultante das minhas buscas sobre o caso da Carolina Salgado , a tal que ficou apaixonada pelos poemas do Pintinho que este lhe declamava no "Calor da Noite". Desde essa altura , coloquei-o nos meus favoritos , e venho sempre fazer uma visita a ver de novidades !
    O Homem, tem o blogue com 400 visitas por dia, mas deve ter para ai uns 2000 leitores, que se irão multiplicando tenho a certeza. E eu como visitante, acho estimulante a intervenção. E quando o ser humano intervêm, vocês sabem que há de tudo: inveja,ciume, amor, odio, agressividade ,luta pelo poder ,amor disfarçado de odio, odio disfarçado de amor, e muita outas coisas disfarçadas de amor etc. Por ultimo e para o LC , que continue como é , e escreva com o coração e emoção e deixe a cabeça para usar noutras coisas, para isto ter alguma piada.

    3- Sobre a PJ, O comentario anterior diz o que toda a gente quer ignorar! Com que interesses!!!
    A investigação da PJ parece aquelas obras de estradas que depois de estarem feitas vem uma maquina abrir roços para instalar o tubo de agua, Depois vem outra maquina abrir outro roço para o Telefone, Depois Vem outra Maquina abrir outro roço para a TV cabo etc.
    O Moita Flores é daqueles que mamaram com o sistema e logo não mordem na mão do dono .
    Ele passou de Inspector ao Topo da carreira e agora saltou para a politica.A seguir vai para a TV. No meio,foi estudando na Universidade à pala do estado e usou os casos de policia arquivados na PJ, para escrever romances. Já deve ter umas reformazitas e orientou-se!
    Agora os outros que lá ficaram também andam todos a estudar psicologia para subir na carreira, tem isenção de horario para irem sentar-se ao lado dos putos na Universidades,pelo meio engatam umas miudas alunas/professoras e depois tem direito a umas horas para ir aos exames. Tiram a Licenciatura nas calmas e depois galgam no ordenado.
    Os crimes e os criminosos que se f...! dizem eles.
    Viva Portugal !

    ResponderEliminar
  11. Sobre o Moita Flores (que, de facto, nesta história só teria juízo se estivesse lá a tomar conta da Câmara de Santarém): "... Ele passou de Inspector ao Topo da carreira e agora saltou para a política..."

    Meu caro Carlos,
    Esta é mais uma asneirada tipo Luís de Carvalho (desculpe lá Luís, que você sabe que eu até simpatizo consigo, e a gente só dá porrada a quem gosta, porque aos outros é para ignorar) mas você revela ignorância sobre o Moita Flores.

    O Moita Flores na PJ nunca passou de “agente” que é a categoria a que hoje se chama de “inspector” alteração que foi feita numa das últimas revisões da Lei Orgânica da PJ pouco depois dos “guardas” da PSP passarem a ser designados por “agentes” e a PJ, que sempre teve algum complexo de superioridade, não queria confusões de designações.

    Sendo assim, meu caro Carlos, fique sabendo que o Moita Flores nunca passou do equivalente a um “guarda” da PSP, portanto, exactamente muito longe do “Topo”.

    Mas, como tem um bom poder de comunicação e é um desalinhado, no sentido de não ser, ou ser quando lhe convém, politicamente correcto, e tem muito nível enquanto novelista, é um personagem que “vende” bem na comunicação social.

    Agora, o homem nunca foi “inspector” na vida e mesmo que o fosse agora a categoria de “inspector”, repito, é o equivalente à categoria de “agente” da PSP e de “guarda” da GNR.

    O que não quer dizer que não seja uma excelente pessoa, sobretudo um tipo honesto e simples, que eu conheço pessoalmente.
    E, já agora, que “intelectualmente” nunca foi polícia na vida (se calhar, aqui até que somos dois).

    Bolas, que me irrita a ignorância... e a parvoíce.

    ResponderEliminar
  12. Lá vem a anónima ...

    Começo pegando aqui nas palavras do último amigo comentador:

    A mim não me irrita a ignorância, o que me irrita é a estupidez. As pessoas podem não ter culpa de serem ignorantes.

    E há aqui uma pessoa que se arroga ao direito de falar de uma investigação da PJ, que está o mais possível, em segredo de justiça, e que dadas as circunstâncias do eventual tipo de crime, a idade da vítima, a nacionalidade, tem todos os ingredientes, para ser assunto a tratar com pinças das mais finas.
    Estão demasiados valores em jogo: uma vida, uma infância, uma família, dois países, duas polícias de investigação e várias hipóteses de crime, e last but not the least ... Duas Comunicações Sociais - a Portuguesa e a Inglesa.
    Querem mais lenha para esta fogueira ??

    O que se passa ou não se passa, só a PJ sabe, e não são todos. Só mesmo os que estão envolvidos neste processo. E em parte a polícia inglesa.

    E como é óbvio, o que vem para a CS, está longe de ser, o que se está a passar no terreno. Portanto, prognósticos deste Caso ? Só no fim do jogo. Quando se souber a verdade. Se é que se vem a saber toda a verdade deste Caso.
    O caso Joana estará ainda por esclarecer.

    Talvez seja suspeita, porque tenho um familiar na PJ, numa área importante, num caso como este - o LPC.

    Se as pessoas soubessem as dificuldades de meios técnicos e humanos, que assistem a esta nossa Polícia, talvez louvassem os verdadeiros milagres que são feitos ao nível da insvestigação policial portuguesa. Verdadeiras omeletes sem ovos.

    Eu gostava de ver a Polícia Inglesa a trabalhar nestas condições, para ver se produziriam os mesmos resultados. A verdade é que em Inglaterra, com muitos mais meios de investigação (incluindo bancos genéticos de ADN), continuam muitas crianças desaparecidas.

    Há quem fale, mas nem as pensa ...:-(



    O CÉREBRO É UMA COISA MARAVILHOSA.
    TODOS DEVERIAM TER UM.

    ResponderEliminar
  13. Tem razão cara "anónima" quando diz que "... A mim não me irrita a ignorância, o que me irrita é a estupidez..."
    Mas existem pessoas que conseguem ser dois em um, ou seja, estúpidos e ignorantes.
    Sendo assim, peço desculpa ao ignorante comentador e lamento a sua estupidez.
    É que quando as pessoas falam sem conhecer como certas instituições funcionam, neste caso a PJ, que eu conheço (muito) bem, quando a PJ está conceituada como uma das melhores polícias de investigação criminal por organismos internacionais, só apetece mandar certos comentadores à m****.
    E isto sem corporativismos bacocos.
    Mas devemos ser bem-educados.

    ResponderEliminar
  14. Ó Luís... e você está "proibido" de postar aqui até ao fim das férias.
    "Your"
    JS

    ResponderEliminar
  15. Caro Luiz:

    Continua assim, "burguês provocador" e "desalinhado" como te chamam os teus visitantes, que é por isso que vale a pena vir cá. Quem me dera a mim ter 400 pessoas a visitar o meu blogue. Comecei há pouco mais de uma semana e ainda não cheguei às 50 de média. O pior é que suspeito que a maioria são minhas. Concordo contigo em relação ao Pinto da Costa. Independentemente de tudo o que se possa dizer, o homem é O dirigente incontornável do desporto português. Bastou falar da entrevista dele à SIC-N e as visitas dispararam. Aparece por lá. E, se gostares, recomenda aos amigos. Ainda não desisti de ter lá fotos tuas.

    Um abraço,

    PS: Parece que é desta que vamos ter as dirigentes de salto alto...

    ResponderEliminar
  16. Mudando de assunto:
    "Sócrates foi de férias para onde?",
    Pergunta o Luís no inquérito aqui ao lado.

    E é preciso um provinciano como eu vos informar que o homem está (ou esteve, pelo menos) na Grécia.

    E eu que queria votar no inquérito, mas não está lá este destino.

    (Estou a falar a sério)

    ResponderEliminar
  17. PS:
    Se bem que a mim nada me interessa por onde ele anda.
    Mas já ficava satisfeito se ele não voltasse.

    ResponderEliminar
  18. PS:
    Mas agora reparo que já está a "Enquete encerrada".
    Portanto, mesmo que quisesse votar já não ia a tempo.

    ResponderEliminar
  19. Paulo Sousa9:59 da tarde

    Confesso!
    Eu sou um dos mais de 400.
    E das coisas boas (e más) que aqui encontro nem sempre faço eco.
    Leio, sorrio, chamo nomes e registo.
    Mas duas "larachas" tenho de deixar aqui, desta vez.
    Uma é com os anónimos que querem "fazer a festa" atrás de uma capa confortável, "cool", prestigiada nestas coisas da net, à boa maneira de antigamente, etc, etc, etc.
    E deve ser tão bom mandar por aí umas "bojardas" sem ninguém saber de quem são... divertimento intelectual que reflete este país: mandar bocas, ser do contra mas na altura da verdade.... E quando podemos finalmente dizer aquilo que nos vai na alma... lá vem outra vez essa "magia da blogosfera..." estar, sem estar.
    Dizer sem saber. Deixar palavras soltas sem autor.

    Dizer o que quer que seja a quem quer que seja, mas sempre e com a segurança de nunca ninguém saber quem é... ehehehehehehehehe*
    *(desta fui mesmo mau. É disto que estes gajos precisam...")

    A outra tem a ver com as revistas de fotografia lá atrás mencionadas.
    É curioso que a única revista feita por jornalistas não tenha a preferência das pessoas que dizem gostar de fotografia.
    E preferem os produtos feitos unicamente para dar lucro. "Se é desta porcaria que estes gajos querem e consomem, lá vai disto". E vendem. E dão lucro.
    Agora, revistas de fotografia... não sei em que ponto.
    São constituidas por uns quantos tutoriais de programação digital que por acaso até é como "fazer fotos larocas" com que os amigos fiquem impressionados e digam: Eh pá, és um verdaeiro artista. Isto tá um mimo."

    Pois. Nunca vi nessas revistas uma única reportagem de qualquer assunto nacional, um único apontamento jornalistico sobre nós, nem sobre o que pode ser a fotografia.
    É tudo importado. E como até já vem feito... (mais ganhamos €€€).

    Luís. Continue. Nem sempre me manisfesto mas este blogue faz-me sentir vivo enquanto apaixonado pela imagem e pelo pensamento.

    ResponderEliminar
  20. Como o Luiz sente a "obrigação" de actualizar o blog, eu sinto a obrigação de o ler...é dos melhores blogs que leio...com opniões que na maioria dos casos, eu tenho a mesma.
    Abraço

    ResponderEliminar
  21. Meu caro Paulo Sousa,
    Deixe que lhe faça uma observação sobre o que diz quantos aos "anónimos".
    Aqui, o único que não é anónimo é o Luís de Carvalho.
    Pois, de facto, todos os que aqui se "identificam" com o nome são, afinal, anónimos, pois o nome pode ser o que aqui põem ou outro qualquer.
    Incluindo eu, que sou o "JS" e que os que por aqui andam mais atentos já devem ter percebido, apenas, que sou da "bófia".
    Portanto, meu caro Paulo Sousa, as observações que faz sobre os "anónimos" também, afinal, se aplicam a si... e já agora, também, a mim.
    Concluindo, acho que perdeu uma boa oportunidade para... ou melhor, tendo em conta o sentido do seu comentário, acho que ganhou uma boa oportunidade para se identificar, mas de forma que o possamos conhecer tal como conhecemos o Luís de Carvalho.
    Caso contrário, o melhor é não dizer disparates.
    Mais um a dizer disparates. Mas, deixe lá, que eu também os digo ás vezes, mas procuro fazê-lo, ou tento, pelo menos, quando têm sentido, e não apenas para dizer qualquer coisinha...

    ResponderEliminar
  22. Paulo Sousa11:21 da tarde

    Perd�o js.
    Tem toda a raz�o.
    Pode ver quem sou em
    http://www.1000imagens.com/autor.asp?idautor=106

    Mas tamb�m o convido a apreciar o meu trabalho aqui, na ruralidade do Sardoal. Sabe onde fica?

    Espero honestamente que agora tamb�m me seja apresentado o js.
    Digo eu, claro, sei l�....

    ResponderEliminar
  23. Sei muito bem onde fica o Sardoal, onde tenho uma boa amiga e colega.
    Naturalmente, que não estaria à espera que me identificasse, apenas lhe digo que “JS” são mesmo iniciais do meu nome e que sou mesmo da “bófia”.
    Os meus “reparos”, bem intencionados, foi apenas para lhe tentar transmitir a mensagem de que não devemos fazer considerandos sobre os “anónimos” que aqui vêm, porque, como já aqui disse, nem todos temos a liberdade de sermos... livres, num país onde certas profissões estão cerceadas de alguns direitos de cidadania.
    O que temos, mesmo quando somos anónimos, é que ser decentes, e andam por aqui alguns que não passam de uns patetas.
    É também por isso que gosto do blog, porque o seu autor, quer se concorde ou não com ele, e nem ele faz questão que sempre se concorde, era o que faltava, dá a cara, ou melhor, por enquanto, pode dar-se ao luxo de dar a cara, esperando, muito sinceramente, que um dias destes não o fod*** por algumas verdades que aqui diz, à mistura com alguns disparates, é certo.
    Mas o conceito de disparate é sempre relativo.
    O que me chateia mais são mesmo algumas voltas de cintura que, por vezes, revelam alguma falta de coerência.
    Mas nem eu nem ninguém se pode arvorar no direito de “julgar” o Luís de Carvalho, que tem o privilégio de dar a cara, mas também não devemos julgar aqueles que o não têm e, já agora, pela parte que me toca, bem que gostaria de poder ter. Talvez um dia destes, quando não me puderem fod**, quem sabe.
    Pois é, meu caro, ser anónimo na blogosfera é um dilema moral muito grande.
    Por isso, na mesma medida em que admiramos o Luís por se expor aqui, também o devemos fazer em relação aqueles que o não podem fazer, desde que, repito, sejam decentes... e existe por aqui quem o não seja.

    ResponderEliminar
  24. Paulo Sousa,

    se reparar, por baixo, da caixa de comentários existem três possibilidades de identificação virtual:

    - como blogger, que por acaso até sou

    - Outro

    - Anónimo

    Portanto, ao identificar-me como anónima não estou fora das regras possíveis e permitidas na Blogosfera.

    Além disso, não me uso do anonimato para ofender seja quem fôr. É uma questão de carácter.

    Exprimo sim, a minha opinião, doa a quem doer, mas fá-lo-ei sempre, de acordo com uma postura de "fasquia" elevada.

    Discuto as ideias, e não as pessoas. Eu até nem sei quem são as pessoas com quem interajo neste espaço.

    Quanto à forma como se tenta identificar, ... complicado meu amigo, muito complicado, ter a certeza de que você é, quem diz ser.

    As regras e os meios do virtual não são as mesmas da vida real.

    Mas pronto, 'tá bem, eu acredito que seja o Paulo Sousa.

    Muito prazer em "conhecê-lo".

    ResponderEliminar
  25. Paulo Sousa12:23 da manhã

    js
    paulo.sousa-437@clix.pt
    Tenho muito prazer em receber por c� um ilustre "b�fia".
    E juro que n�o vou "chibar" :-)

    No entanto, � pena que o medo e a situa�o profissional ainda seja motivo para o ... anonimato.

    ResponderEliminar
  26. Paulo Sousa12:29 da manhã

    E, caro anónimo, eu sou mesmo o Paulo Sousa :-)

    Eu mesmo.

    E a escolha de ser anónimo ou não, não é da responsabilidade do blog. É sua.

    Não me venha com justificações, que todos sabemos que não é, senão, uma forma hábil (tuga?) de "dar a volta à situação".

    ResponderEliminar
  27. O Paulo Sousa é mesmo ele meu caro JS. Foi meu aluno em Santarém e é um dos mais notáveis fotografos portugueses surgido há 2 anos.

    ResponderEliminar
  28. Paulo Sousa12:47 da manhã

    Luíz, antes de ser seu aluno e antes de o conhecer pessoalmente, já era admirador do seu trabalho.
    E continuo a ser.

    E mais. É pena estar em Portugal. Noutro país, (tal como Carlos Predes na música) o seu trabalho seria muito mais respeitado e reconhecido.

    Mas isso, penso eu, deve-nos dar coragem e servir para alimentar a nossa auto-estima: o facto de ser "tuga" não é para todos... :-)))

    ResponderEliminar
  29. Ó Paulo Sousa,
    Está a brincar comigo ?
    Eu conheço vários paulos sousas.
    Se fôr a uma lista telefónica, quantos paulos sousas encontra ??

    O quê que me diz você dizer:

    "Eu sou mesmo o Paulo Sousa.
    Eu mesmo."

    Eu também posso dizer que sou o paulo sousa. E posso ser e posso não ser.

    Quanto à não responsabilidade do blog, está a ver mal a coisa.

    O blog, ou seja, qualquer blog diz:
    ESCOLHER A IDENTIDADE.
    Permite essa possibilidade, ao visitante.
    Depois, o visitante escolhe.
    Percebeu ?

    SE o bloguer não quizer que assim seja, se só quizer, visitantes devidamente identificados pela Blogosfera, tem de accionar o respectivo comando na template do Blog.
    Já tou é a perder muito com coisas somenos.

    Donde é que você me conhece para inferir que eu me estou a justificar de uma forma hábil (tuga?) de "dar a volta à situação".

    Não seja ofensivo, nem xico esperto, senão leva que contar aqui da parte da JE.

    ResponderEliminar
  30. paulo sousa saiba que não sou nada mas mesmo nada uma mulher de medos e muito menos por questões profissionais minhas!
    mas digo-lhe que já tive de utilizar o anonimato para preservar e defender o bom nome dos meus filhos! só porque uns gajos e gajas que escrevem o que não sabem mas a carteira profissional e outras coisas horizontais lhes permite que recebem muito bem por tal.
    eu trato-os a esses assim pq há bons jornalistas e boas jornalistas! dizia eu essa gajada têm na mão carta branca para ofender denegrir a vida de jovens que trabalham mais do que eles e que pagam os seus estudos superiores os carros que conduzem os hoteis que frenquentam os croquetes que comem e só por isso por serem tugas a serio! e não alinharem nos lobbys dessa gajada nem lhes prestarem vassalagem. são ofendidos!
    com mentiras inventadas, para venderem mais uma duzia de folhas de jornais! e subirem no seu "estatuto" de chefes a chefões .
    e depois da mentira! não são os direitos de resposta( que são mera desculpa cedida aos ofendidos para apaziguar a cobardia dessa gajada)digo eu não são meia duzia de palavars colocadas no esgoto das sarjetas desses jornais . que repõem a verdade até porque a dor da familia e até o constragimento daqueles que não conhecendo bem as pessoas mas reconhecendo-as se ficam nas duvidas do será ou não será !!!!
    não julgue o anonimato como um medo mas antes como uma opção um direito que não faz dos que o utilizamos pessoas menos capazes menos integras ou menos corajosas!
    disse.~
    mamisousa

    ResponderEliminar
  31. olha olha a melhor Policia reconhecida do Mundo reconhecida por organismos internacionais c trinta e tal funcionários de investigação a serem investigados e uma coordenadora do combate ao tráfico de droga em preventiva suspeita de ( vidé IMPRENSA) eheheheheheheheh !!! quem é pateta quem ó JS dves é tar a precisar de ir para Madrid ao concurso do chulé para humorizres as meninges !!!!

    Viva o Martin Parr a Cindy Shermann o Daniel Malhão o Joe Berardo o Paulo Sousa o Nani o Pauleta o Gageiro a Barbara Kruger
    o Terry Richardson a Cecilia Sarkozy e a Ana Sofia Vinhas !!!!
    Viva o bacalhau sem natas !!!!!
    Viva o Alentejo e o Miratejo e a Brandôa!!! Viva Alamada vivam os Negreiros ....

    ResponderEliminar
  32. "... olha olha a melhor Policia reconhecida do Mundo reconhecida por organismos internacionais com trinta e tal funcionários de investigação a serem investigados e uma coordenadora do combate ao tráfico de droga em preventiva suspeita de ( vidé IMPRENSA) eheheheheheheheh !!! quem é pateta quem ó JS deves..."

    Peço desculpa mas já me é difícil entender o Joe Berardo, quanto mais o arrazoado que o meu caro anónimo para aqui debita.
    Portanto, gostava de lhe responder, mas não entendo formas tão estranhas de escrever.

    Apenas o corrijo quanto ao número de funcionários, que não são trinta nem para por lá perto, a não que o meu amigo tenha umas mãos com muitos dedos, o que seria estranho, ou melhor, o que estaria de acordo com tão estranha língua.
    Talvez o “anónimo” seja um qualquer extraterrestre, com muitas cabeças e muitos dedos.
    Quem sabe se os extraterrestres já não descobriam aqui o Instante Fatal.
    O que seria, aliás, uma grande honra para o Luís de Carvalho.

    E agora, num registo mais a sério, em qualquer organização existem ovelhas ranhosas, certamente também na sua, portanto, que os Tribunais sejam implacáveis contra aqueles que em profissões que devem dar o exemplo o não sabem fazer.
    Mas confundir a árvore com a floresta é mesmo de patetas, como o meu amigo aqui demonstra.

    É assim a vida, e parafraseando aqui uma comentadora, simpática e com a “pipi” no sítio, a cabeça serve para ter o cérebro, mas alguns só lá têm espaço para os miolos.

    Peço desculpa de lhe ter corrigido algumas palavras da parte do seu texto que transcrevi, foi apenas para se tornar suficientemente compreensível.

    ResponderEliminar
  33. mamisousa3:57 da tarde

    pois é caro js a pulhice humana sempre fez parte da humanidade por isso ela está em todos os sectores! mas isso não pode servir como disse e bem para denegrir a totalidade de uma intituição ou mesmo do genero humano.é por isso nosso dever prevenir as pessoas que têm o cerebro apenas ocupado por miolos!na enventual tentativa de o quererem ocupar com algo de interessante tenham cuidado com o que lá metem! pois a falta de uso ou treino adequado fina-lhes o escasso pensamento e ainda o ocupam com a encefalopatia espongiforme humana tão divulgado nos noticiarios nacionais julgando que Creutzfeldt-Jakob é algum pensador iluminado.hehehehehe

    ResponderEliminar
  34. É isso "mamisousa"... o tipo nem merecia o trabalho da resposta.
    Mas para os "puristas" nada como algum humor cáustico à mistura.
    Mas, também confesso, para esta missa nem mais um cêntimo, porque gosto de perder tempo mas é com discussões e pessoas interessantes e não com patetas desmiolados.
    "Mai" nada e acabou mesmo este assunto, que o "nosso" Instante Fatal merece melhor, e sempre é mais interessante dar porrada no Luís, que até se está revelar um tipo porreiro.
    Aquela das "donas de casa desesperadas" é que enfim... Sabe é que a minha mulher obriga-me a lavar a louça e também me senti atingido... e um homem, mesmo sendo dona de casa à força, também não é de ferro.
    E... looooooooollllllllllllll

    ResponderEliminar
  35. mami sousa7:36 da tarde

    a sua mulher obriga-o a lavar a loiça! olhe e vc depois de ela vir da manicura obrigue-a a raspar aqueles pés das cadeiras de ferro lá do jardim com lixa para ferros e diluente para ferrugens! :)lollll
    olhe eu cá nunca mudei um pneu! mas tb o paizinho das crianças não era capaz nem podia lhes dar de mamar! mai nada lolllll

    ResponderEliminar
  36. p�zinhos n' ... areia7:56 da tarde

    ehehehe ... a mami agora fez-me rir.

    aqui a menina quando se v� na infeliz circunst�ncia de ter de mudar um pneu, olha em redor, para ver se "ca�a" (o termo � mesmo este) um leg�timo representante do sexo oposto.

    A seguir, clica na tecla da intelig�ncia emocional. E j� est� ... h� sempre algu�m que ajuda a resolver o problema

    � mami resulta sempre !!!!
    acredite.

    Mas devo confessar que um homem e um electrodom�stico fazem sempre falta.

    quanto mais n�o seja para mudar o pneu.

    Bolas eu hoje estou m�zinha.
    � s� �s vezes...:-))))))


    pronto, agora j� n�o sou an�nima.

    ResponderEliminar
  37. mami sousa8:42 da tarde

    pozinhos na areia prontos já não é anonima! lollll
    sabe uma coisa eu tava a reportar um acontecimento já com largos anos pois as crianças cresceram e o paizinho foi ´a vidinha dele! mas é claro que a inteligencia emocional é um bem adquirido e administrado aqui pela je desde 1960 lolll
    então vc acha que eu não olho em redor....hehehehhehe olhe até nem meto gasolina acho coisa de homem ...aquilo é lá maneira de uma senhora pegar na mangueira ...cruzes....
    e ja paguei à brisa por tal pecado fiquei uma semana a pão e agua. mas meter gasolina sem empregado não!!!. assim como já me vieram uns amigos fantasticos socorrer com um jerrican hehehehhe olhe de olhar tanto em redor com o meu ar 25 uma vez até tiraram o meu 2cv que tinha sido atravancado por 2 "inteligentes" qu pensando estar e roma onde se deixa o carrito destravado para se empurar para a frente e para trás sem dar demasiadas voltas á cabeça que serve para outras voltas que não essa.de uma estreita e ingreme rua a lapa. gostei de a ter feito rir assim tb me fez rir. sempre é menos uma ruguita na cutis.lolllll
    olhe que eu não disse que um homem não faz falta antes pelo contrario! não os troco por nada! veja a minha resposta ao post da lesbica .hehehehehehhehehehehe

    ResponderEliminar
  38. Policias incompetentes e corruptos agora chama-se ovelhas ranhosas? ahahahahahahahahah passo a registar
    isto é mesmo um país de cromos e algumas cromadas

    ResponderEliminar
  39. p�zinhos n' ... areia10:16 da tarde

    este blog tem um aspecto interessante ... � que n�o consigo ficar indiferente ao que leio.

    E o pior � que n�o consigo ficar calada. tenho que teclar.

    � mami eu at� tenho "medo" de ler esse tal post da l�sbica, porque embora me considere uma pessoa dentro dos can�nes da "dita" normalidade, respeito muito integralmente quem tem uma orienta�o sexual diferente da minha, i.e, gays, l�sbicas, e assim-assims ... :-)))))...

    e como o LC � um "anti- politicamente correcto", �s tantas, ainda leio alguma que ... pronto e l� come�o eu a debitar opini�o.

    bom, mas irei ver, pela considera�o que j� me merece a mami.

    assina p�zinhos n'areia
    .... e n�o pozinhos !! ...:-)))

    ResponderEliminar
  40. não se assuste eu tb respeito as diferenças mas a modos que é assim....sabe... dá-me peninha ver o pessoal a perder as coisas boas da vida! loollllll
    e depois há uns que andam é com cromagem a invadirem-lhes o cortex e depois ficam irritadinhos taditos(as)e cromam prá li e prá coli. na volta trabalham nalguma oficina de cromagem. olhe se trabalhassem numa oficina de gambuzinos sempre se entretinham a procura-los para os envasarem e fazerem lanternas para saberem o caminho de casa.lolll

    ResponderEliminar
  41. pézinhos n' ... areia8:22 da manhã

    :-)))))

    ResponderEliminar
  42. mami croma para que queres tu homens se não os sabes utilizar?
    ainda andas á procurar das couves no lugar onde estão os tomates ???´
    Entre pernas só temos mesmo é pepinos e tomates mami..........

    ResponderEliminar
  43. mami sousa9:47 da tarde

    anonimo pois acredito que vc só tenha mesmo tomates e pepino entre as pernas pois se na cabeça só tem terra e areia queria que lhe nasce-se o que? cromos de futebol ou bilas e caricas!
    mami

    ResponderEliminar
  44. a mim dava-me jeito umas caricas para me entreter ao fds a jogar á rodinha bota fora

    ResponderEliminar
  45. En passant, já aqui lhe deixei uma vez um comentário discordante de uma coisa qualquer que não me lembro. A verdade é que sigo este blog com atenção, gosto de o ler, e adoro discordar algumas vezes do que aqui está escrito. É bom ler este blog, por várias razões.

    Pequeno aparte final - s Clara Ferreira Alves fotógrafa? É inteligente, mais anglófila que francófla (como eu)... adorava ver essas fotos. :-)

    Os meus cumprimentos.

    ResponderEliminar
  46. hehehe ela é mais pró já tás kent manel

    ResponderEliminar