sexta-feira, junho 29, 2007

Correia de Campos é frágil e vinga-se

Correia de Campos está nervoso.
A política do Ministério da Saúde é uma vergonha, os utentes são tratados como supranumerários.
Nestes dois anos de governo Campos conseguiu pôr tudo e todos contra ele e pior: nem dinheiro conseguiu poupar.
Todos os dias há grávidas que parem nas ambulâncias a caminho de urgências longe de casa, porque as que estavam perto foram fechadas. Não por racionamento mas por estupidez, sem um plano capaz e sem explicações aos eleitores contribuintes.

Portanto Correia de Campos tem de mostrar serviço e preocupar-se com uma fotocópia estupidamente afixada ( e retirada) num centro de saúde. O homem, como todos os medíocres e burocratas, tem mais em que pensar e dedica-se a fazer conferências de imprensa-queixinhas contra os seus críticos.

A vingança do ministro é uma vergonha. Sócrates e os seus ajudantes deviam reflectir no país medíocre, mesquinho, que estão a construir.
Um ministro que se preocupa com merdas destas não tem perfil, nem carácter, nem competência para ser ministro de um país. Confundir autoridade com autoritarismo é próprio dos tiranetes. A maioria absoluta está a dar-lhes a volta à môna.
Campos não é mais ministro: é um coveiro ( desculpem-me os coveiros) da saúde em vez de um respeitado governante.
As suas infelizes entrevistas são alvo de chacota nas paredes dos centros de saúde e ele como não pode morder, despede. E despede usando as tecnologias simplex: Fax. Ou os novos métodos de propaganda: conferências à hora da refeição, sem respeito pelas famílias nem pela educação da criançada.

Estas atitudes ligadas à grande bacorada que é a proposta da nova lei do trabalho, tão provocatória e reaccionária que nem na China teria oportunidade de ser presentada, mais o caso da arrogante drenada ( acaba de mandar fechar uma escola no topo do ranking!), mais as mentiras de Sócrates ( cada vez mais um líder de incompetentes e de gente sem carácter) estão a fazer de nós todos parvos.

Talvez Berardo venha ajudar o amigo Sócrates a ser pragmático e a ganhar pontos.

Os portugueses no votaram no salvador ? no competente, no determinado, no corajoso, no engenheiro ? Votaram ? Então aguentem e não chorem.

8 comentários:

  1. Caro Sr. Luiz Carvalho não gostei nada do comentário que V.Exª. faz em que afirma que o ministro da saúde é "um sargento da saúde". Não gostei porque esse tipo de afirmação ofende e retira valor a uma classe de portugueses que dedicam a sua vida ao serviço de Portugal e não se servem de Portugal (como o ministro da saude, talvez), tambem lhe poderei dizer que um qualquer sargento não tomava atitudes como o referido ministro, isto porque os sargentos das FFAA têm um conceito de liberdade,espirito de sacrificio e honra que os ministros não têm.
    Assina: um sargento de Portugal

    ResponderEliminar
  2. É mesmo...
    Ás vezes o Luíz tem destas coisas... E espalha-se com estas saídas, tipo Correia de Campos.
    É pena porque até parece ser um "bom rapaz".
    Afinal, quantos "sargentos" não ainda por aí no (foto)jornalismo.

    ResponderEliminar
  3. Correia de Campos, é frágil e vinga-se

    nao se separa sujeito e predicado com virgulas

    ResponderEliminar
  4. não se separa o sujeito do predicado com vírgulas ? Ora essa
    até sem vírgulas e tambem com requerimentos divórcios prisões etc.
    Vamos lá a perceber que o Português não é língua nem sujeito morto e o LC é um poeta

    ResponderEliminar
  5. Não quis ofender os sargentos e peço humildemente desculpa. Os sargentos não têm culpa e são pessoas respeitáveis. Por este andar a dar destas gaffes ainda acabo ministro do Sócrates.

    Abraço a todos

    luiz carvalho

    ResponderEliminar
  6. Fica sempre bem pedir desculpa...
    E todos nós o devemos fazer, porque ninguém está imune ao disparate, quase sempre sem intenção como me pareceu ser este o caso.
    O Luíz sabe perfeitamente que também na sua profissão existem muitos "sargentos" e "coroneis".
    O que no jornalismo é ainda bem pior...
    E com a nova lei de imprensa muitos de vocês vão ficar sem pio... Infelizmente.

    ResponderEliminar
  7. E que tal esta noticiazinha de ontem do Público?

    "Agora é a correspondência dirigida aos funcionários da Sub-região de Saúde de Castelo Branco que é aberta pela chefia. Ana Maria Correia, autora da norma, é só uma bem intencionada descuidada ou, pelo contrário, sabe muito bem o que é que está a fazer?"

    haha, ainda falam do Salazar! Tenham mas é cuidado com o Fuhrer da farinha amparo!! De facto cada povo tem aquilo que merece. Ainda bem que voto em branco!
    E ainda a festa está a começar, preparem-se...

    ResponderEliminar