sábado, junho 19, 2010

As lágrimas de crocodilo de Cavaco sobre Saramago

As condolências de Cavaco a propósito da morte
de Saramago deviam ter ficado num registo formal e institucional. Mas em
maré de campanha, Cavaco fez de conta que Saramago não o detestava,
esqueceu que o seu governo cometeu um erro histórico e veio chorar
lágrimas de crocodilo. Tão lamentável como o apadrinhamento dos
casamentos gay. Cada um faz pela vidinha....

1 comentário:

  1. Realmente o que se espera de um "banal?De alguém que o portuga gosta porque se identifica no cinzento lusitano.Sem um rasgo, direitinho,hirto, um "não me comprometas", a tentar passar despercebido...
    Realmente,ainda bem que, está também ele, numa ilha...boas férias,Sr Silva.

    ps: não sei se leram a carta de pesar que Zapatero, enviou à familia de Saramago...
    vejam as diferenças.Tão só. L.R.

    ResponderEliminar