quarta-feira, junho 02, 2010

Ânimo ao alto e os douradinhos do Capitão Colaço !





O António Colaço para lá de um grande amigo e de uma excelente pessoa é um artista pleno. Um provocador-artista também. O seu blogue Ânimo fez anos e ele decidiu distribuír prémios. Não em forma de glóbulos de ouro mas em jeito de abraços dourados. Os douradinhos do Colaço!

Eu passei por lá, na galeria daAssociação dos militares de Abril, Rua da Mesericórdia, e dei um forte abraço ao António e fiz umas fotos entre uma ginja quase gelada e uns tremoços.

Grande momento foi o abraço do bloco central dos assessores do PS e do PSD para a imprensa.
Um momento premonitório? Quem sabe ? Talvez por isso António Reis o Maçon dos maçons estivesse por lá à espreita mesmo disfarçando com a conversa com Vasco Lourenço. Sempre!

PS. O seu a seu dono e haja rigor. Não era ginginha era licor e não eram tremoços eram uns deliciosos aperitivos. Mas o que conta é o espírito da coisa e penso que dei uma ideia do ambiente da exposição e da entrega de "óscares" do António Colaço. A verdade é que já "postei" atrasado e a pressa em não deixar esfriar o acontecimento deu gralha. Desculpa António. Conta sempre com a minha amizade (com z)::))

PS2: e já está aí o link com destaque para o Sapo. Embora eu prefira sempre o Flickr ao Olhares, o Blogspot ao Sapo, férias lá fora em vez da terra do Sr. Silva::))

2 comentários:

  1. Olha o amigo Colaço...
    "Localmente" achei interessante o post sobre a (R)AL, no local do ânimo ;-)
    Abraço do Sardoal

    ResponderEliminar
  2. Grande Luizcomzê..és tão mauzinho, mas, ai de ti, quando deixares de o ser.

    A única coisa que me remexe as animadas entranhas é que tu tenhas confundido essas duas "especialidades" gastronómicas que tanto amo -o tremoço e a ginja - mas, que de todo, não estavam lá!
    Eu sei, que do ponto de vista literário, convém mais a esse teu lado saudavelmente verrinoso convocares o tremoço e até a ginginha (não caracterizaste, caso lá estivesse, se era ginja com....ou sem elas!!!)do que exaltares o licor de poejo, de murtunho e até o Bolo Finto de Mação, pequenas delícias para nos tornarem os dias mais leves.
    Como vês gosto mais de investir na celebração destes pequeno momentos, como dizer, "centrais" e que se os cultivássemos mais talvez não precisássemos de recorrer a esses "blocos-que-tais"!!!

    Grande abraço!

    PS
    1
    Já agora, aproveito a boleia para dizer que a Exposição está patente até ao próximo dia 16 do corrente mês de Junho.
    2
    Luiz, actualiza-me o link da ânimo: http://animo.blogs.sapo.pt

    Muito obrigado
    antónio colaço

    ResponderEliminar