sexta-feira, maio 14, 2010

O animal está feroz...e sózinho.Mas simpático.

Sócrates hoje na Refinaria da Galp em Sines. Foto Luiz Carvalho /Expresso

Sócrates parece um animal acossado. E feroz. E muito, muito só.

Está irritado mas sabe que tem de se conter. Já não o deixam brincar aos aeroportos, às faixas duplas de alcatrão, só falta deitarem-lhe o TGV ao fundo usando os submarinos que aí vão chegar. Os camaradas agitam-se na toca do Rato. Só falta ao engenheiro vir pedir desculpa.
Ele já se desdobra em simpatia. Hoje em Sines cumprimentou o motorista do autocarro que transportava e comitiva e os jornalistas dentro do recinto da Refinaria e disse-lhe:" parabéns têm aqui uma grande obra! ". Por acaso o motorista era da Resende, a empresa de aliguer do autocarro. Antes cumprimentou três hospedieras giras e não resistiu:" estavam muito giras! Estavam, não. estão!".

Eu próprio foi surpreendido, ao almoço, com um copo de branco Cartuxa na mão e a mastigar um pão com queijo, quando o Primeiro se dirigiu a mim: " Permita-me que o cumprimente!". Bom, os momentos maus devolvem sempre o melhor de simpático que há em nós! Por pouco ia deixando caír o copo!

Sócrates anunciou na passada semana em Bruxelas o princípio do fim do regabofe das obras públicas faraónicas em tom desiludido. Hoje em Sines teve a oportunidade de mandar a boca a Cavaco. "Não basta falar em produzir bens com matérias-primas nacionais é preciso depois ter forma de as escoar". Cito de cor. Só que aquele investimento é privado e de uma empresa que tem milhões de lucro à custa dos consumidores portugueses e logo: muito daquele lucro é para ali desviado por não haver concorrência de preços nos combustíveis.

Mas o que Sócrates parece mesmo é continuar a viver num país virtual. Ao por a Coca-Cola ao lado do leite e do pão na taxação do IVA, demonstra uma total falta de sensibilidade social e de esquerda. Aliás, a mesma falta de sensibilidade que Cavaco evidenciava com a sua arrogância quando era 1º ministro..

Com os portugueses a pagarem os desvarios europeus, a mania das grandezas dos governos que nos têm desgovernado, e com esse bando de abutres que sobrevoam as nossas carteiras, depois de fartos pelos prémios chorudos de empresas monopolistas onde até o Rato Mickey daria um bom Chairman....aqui estamos. Santificados por sua Santidade, à espera do verão para uns dias de praia inolvidáveis. Portugal pode esperar.

1 comentário:

  1. Olhe lá e o sr não podia recusar-se a cumpimentá-lo?
    Bastava dizer, que não apertava a mão, a quem bebe COCA-COLA....Só a quem bebe tintol...!Pois!
    Dass, que oportunidade perdida, sr Luiz...Pois só espero, que não tenha deixado cair a "M8",JÁ TREINADA!L.R.

    ResponderEliminar