quarta-feira, dezembro 23, 2009

Feliz-Natal Mr. Lawrence!!!

Esta semana tive algumas experiências de vida estimulantes. Vantagem e privilégio de se ser jornalista. Uma das histórias é triste, a outra optimista.

A triste: uma multinacional fecha ao fim de 30 anos uma fábrica e arrasta para o desemprego quatro centenas de operários. A fábrica tinha encomendas, dava lucro mas a administração parece ter feito tudo para deslocalizar a unidade. Os gestores à beira da reforma quase todos, recebem largas centenas de milhares de euros. Uma trabalhadora que lá trabalhou 30 anos: 40 mil euros. Despedida de um dia para o outro depois de uma vida de dedicação e competência. Outra operária não sabe como poderá continuar a educar o filho na Universidade em Lisboa.

Mas há outros operários que aproveitam para trocar de carro com a indemnização, outros metem-se no tinto e batem nas mulheres, outros estão meio baralhados em casa.

Alguns desses operários despedidos vão trabalhar até Agosto para a fábrica através de uma empresa de fora ( que é de dentro!).

Os contribuintes vão pagar subsidios de desemprego resultantes de uma falência discutível. os patrões despedem, deslocalizam, o Estado paga a falta de solidariedade social de certas empresas. Como dar a volta a isto?

O caso optimista: um acidentado de mota com 27 anos, luta diariamente em Alcoitão para poder andar e recuperar parte do corpo inactivo. Uma luta diária de sofrimento, dores e resultados que são um milagre.

Feliz-Natal Mr. Lawrence!!!

1 comentário:

  1. Alguém que me explique que a idade já não ajuda.
    Andam uns iluminados a estudar anos e anos, fazem uns mestrados e doutoramentos, de caminho têm uns amigos ou parentes que os colocam como gestores de topo, e como solução milagrosa, 2/3 ou mais do pessoal para a rua.
    Isso fazia qualquer servente de pedreiro, mas não conseguiria dizer aqueles termos em inglês.
    Um dia destes ainda vamos concluir que a economia e o mundo só funciona porque existem "Gestores"
    Como dizia Brecht: "É tão dificil governar...."

    ResponderEliminar