quarta-feira, novembro 18, 2009

Vara ainda mama 30 mil e 6oo mil desesperam.

Como dizia o realizador Fernando Lopes, "isto anda tudo ligado".

Vejam-se as notícias de hoje: o desemprego atinge 6oo mil trabalhadores, o maior número desde 1983, em Aveiro começaram a ser ouvidos os arguidos do escandaloso Face Oculta, mas PASME-SE: Armando Vara continua a receber 30 mil euros por mês, embora tenha deixado a Vice-presidência do BCP por ter sido constituído arguido no mesmo Face Oculta.

Mas o amigo de Vara, o senhorPrimeiro-Ministro Sócrates, veio hoje dizer que o desemprego é terrível mas a culpa é da a crise internacional, essa face oculta que serve para justificar todos os males não só do Mundo mas também do Portugal dos pequeninos.

Não fiquemos por aqui. Ao mesmo tempo que lamenta o desemprego, Sócrates anuncia que vai construir uma auto-estrada entre Sines e Beja e que assim vai criar 8 mil postos de trabalho! À mesma hora Braga de Macedo na TVI, comenta com uma excepcional clarividência e saber que a economia de Portugal nunca arrancará com obras faraónicas, mas com a excelência e a capacidade para se exportar para os mercados que estão a crescer como Angola e Brasil.

Uma ligação rápida entre Sines e Beja para quê? Com uma estratégia falhada para o Porto de Sines, o que é que vai ser preciso transportar assim com tanta pressa? Turistas para um aeroporto que é um flop? Camiões cisternas para uma cidade do interior alentejano em decadência? Ligar o pouco que chega ao Porto de Sines à Europa, se Beja nem ligação tem a uma auto-estrada?

Portanto: estamos perante mais um engodo socialista: construir vias lácteas para o despesismo e para o crescimento ainda maior da dívida pública.

Sócrates pode falar demasiado ao telemóvel e com amigos pouco recomendáveis, mas o grave é mesmo esta política suicida, decidida por caprichos e paixão pelo alcatrão.

Sem comentários:

Enviar um comentário