sábado, agosto 29, 2009

O lamentável vídeo da avó portuguesa no YouTube

Está a circular um vídeo no YouTube, para o qual me recuso a dar o link, sobre uma avó portuguesa que é massacrada pelo neto através de uma câmara de telemóvel. O puto com ar de gótico e alucinado, perssegue a avó até ao desespero. Uma senhora de idade, de ar provinciano, e que demonstra no pico do massacre psicológico ainda uma reserva de ternura e paciência para com as crueldades do neto.

Não se trata de um vídeo familiar divertido, ou de uma representação aceite pela protagonista. Não. Trata-se de uma provocação violenta do fedelho, que assim se diverte a humilhar e a gozar com a avó, e para cúmulo decide dar a ver ao Mundo o sofrimento da presa e o seu sádico prazer.

Este vídeo é um crime perfeito. E fico perturbado com a graça que as pessoas acham nisto, muitas delas gente tida como séria, praticante dos sagrados mandamentos da ética. O que é mais perturbador, é que estou a falar de pessoas que habitualmente criticam ideias mais liberais do que as delas, e que se acham o centro num Mundo de injustiças. E divulgam matéria desta, promovem, riem, escarnecem, e acham "o máximo".

A minha avó era uma senhora da aldeia, quase analfabeta, de uma capacidade de indignação enorme e detentora de um espírito critico arrasador. Imagino o que ela sentiria ao ver este lamentável assassinato de carácter. Depois venham com a conversa dos limites e da auto-regulação. Bons trunfos para as Estrelas serranas desta vida.

3 comentários:

  1. Não é um video, é pior. Até ao momento são 17 episódios de puro mau gosto, mas tendo em conta o número de visitas, é de certeza para continuar.
    A reportagem da SIC até já serviu para um novo episódio especial.

    ResponderEliminar
  2. Meu Caro Luiz Carvalho não podia ter mais razão no que escreve,
    Eu também tenho acompanhado as proezas deste camera-man palermóide.

    Se fosse meu filho, já a camera tinha voado pela janela.

    E claro que o tinha obrigado a pedir desculpa áquela doce avó que mesmo assim lhe faz o leitinho que ele pede, .... mesmo depois de ser massacrada até à exaustão.

    E aí era eu que o filmava para figurar no Youtube.

    Este é só o começo de um comportamento de desrespeito pelo Outro que depois se estende aos professores, aos vizinhos, aos colegas... enfim.

    Um verdadeiro e potencial "artista".

    E os pais muito provavelmente estão a trabalhar e não têm a menor noção das patetices do filho....


    cumprimentos.

    ResponderEliminar
  3. Pela audiência, até me faz lembrar o filme "Untraceable".
    As pessoas não resistem a observar a miséria quando sabem que ninguém vai descobrir que estiveram a ver.

    ResponderEliminar