quarta-feira, agosto 06, 2008

A sinfonia silenciosa de Nuno Lobito

Nada há mais significante do que o silêncio. E nada há mais profundo, infinito e belo que esse estado da natureza.
“Sons do silêncio“ é uma bela aventura do meu amigo Nuno Lobito. Estive hoje a lê-lo à sombra da laranjeira no meu silencioso Alentejo, com água no tanque a refrescar a fritadeira da paisagem.
Sempre me intriga como há amigos com a coragem de partirem sozinhos à aventura total. O Nuno é aquilo que se chama “um ganda maluco“. Conheci-o um dia no Expresso quando ele me entrou pela redacção adentro com um pacotão de fotos de todo o Mundo. Passados minutos parecia que já o conhecia há anos e a empatia foi imediata. Acabámos por conseguir uma colaboração no online e com grande pena minha a sua reportagem P/B da Amazónia acabou por não sair. As fotoreportagens a preto e branco de temas intemporais e pouco na berra acabam por ter grandes dificuldades em serem publicadas por causa dos critérios de actualidade que sempre têm de prevalecer num jornal.
Mas o que me impressionou foi ele ter tido a coragem de ir sozinho num Land Rover Discovery para África. Para quem é proprietário de uma “camioneta“ daquelas ou similar (o meu caso) sabe como já é um milagre ir ao Alentejo e voltar e aquilo não romper mais um tubo quando não é mesmo o motor a pifar. Agora ir a África... e foi e veio.
A sua história vivida na Amazónia é muito rica. A forma como chegou e como conquistou os Índios e mais: uma índia que é o amor da sua vida e o filho que nasceu dessa paixão...muito bonito. O Nuno tem uma filosofia de vida notável. O seu envolvimento com o budismo tem ajudado muito esta sua aventurosa vida.
É sportinguista, surfista, gosta de Leicas e fumamos das mesmas cigarrilhas... É curioso que o que mais me comove no Nuno Lobito nem são as suas fotografias que são excelentes documentos de viagem, mas é o conjunto da sua pessoa que o tornam numa personalidade fascinante. Um amigo do seu amigo.
Parabéns Nuno pelo teu livro e só não te peço para me levares um dia contigo porque tens a mesma mania que eu: adoramos viajar sozinhos quando em trabalho. E o problema é que para nós tudo parece trabalho. É um ritual que só gosto de partilhar depois através das minhas fotografias. Grandes pancas !!!

5 comentários:

  1. Bonito...
    Li algumas coisas e vi fotos dessa viagem.
    É preciso ser mesmo um tipo fantástico para tal desprendimento.

    Admiro tipos destes, porque não consigo sair da minha terrinha, apenas me concedendo umas saídas ao mar, algumas bem tontas, mas são as que sabem bem, quando a água salgada, solta pelo vento, nos bate na tromba, sendo preciso ter tomates para segurar o barco... E onde já está decidido ser espalhado, espero que daqui a muitos anos, e porra, para esta parte da conversa.

    JJ

    ResponderEliminar
  2. Pois eu também já conhecia,e já li!
    Mas como dizia o GRANDE ALFREDO
    SARAMAGO,e AFIRMA O GRANDE J. BENTO DOS SANTOS,é de desconfiar vide "alguêm",que bebe "COCA-COLA",
    com,"COZIDO Á PORTUGÊSA"OU CARNE DE
    PORCO Á ALENTEJANA"!!!Isto apesar
    do BUDISMO!!!De resto tudo bem e de
    acordo!Saudacões!l.r.

    ResponderEliminar
  3. ....Com Coca Cola mas livre de carnes!!a 16 anos!
    Abracos
    Nuno Lobito

    ResponderEliminar
  4. Conheci o Nuno no ano passado num workshop de fotografia de viagem na Restart. Muito boa onda, é difícil não fazer logo ali uma amizade.
    Curiosamente cheguei ontem de Marrocos, onde fui com o meu Discovery (bom carro). Aqui fica o link para as fotografias:
    http://www.filipebianchi.com/marrocos2008/
    Ainda não tenho o livro novo do Nuno, mas vou comprar logo que o veja.
    Um abraço
    Filipe Bianchi

    ResponderEliminar
  5. gostava de saber quem escreveu o livro em nome do Nuno Lobito.... estou mesmo mto curioso..
    é que acompanho regularmente o facebook desse senhor e são mais as palavras que escreve com erros do q as que escreve correctamente...Neste país basta ter dinheiro e pronto, arranja-se logo um paspalho qualquer para escrever um livro para depois ficarem c os louros... é por isso q isto anda como anda. A VERGONHA DE PORTUGAL, senhores como estes

    ResponderEliminar