sábado, junho 07, 2008

Santana reconquista Lisboa aos Mouros

Está-lhe no sangue: Santana nunca desistirá do poder. E já pensa em regressar a Lisboa para reocupar o lugar perdido agora com Costa sentado na cadeira que foi sua.
É verdade que Santana acaba por tropeçar em si próprio e na pressa que tem de querer agarrar tudo. E também é verdade que ele acaba por ser o pior amigo de si próprio pelas atitudes megalómanas e sobretudo por um grupo de tipos suspeitos- alguns casos de polícia- que se servem dele. O Santana ainda se aguenta em doses artísticas, o pior é a entourage. Ora ao querer reconquistar Lisboa aos Mouros Santana tem hipóteses.
O que aconteceu a Lisboa foi ainda mais trágico do que no tempo em que Santana se passeava de Audi A8 4,2, 8 cilindros e 20 litros aos 100. Perdemos o maravilhoso projecto de Ghery, o túnel ficou incompleto, a feira popular adiada. Os socialistas triunfantes preparam-se para gastar milhões numa frente ribeirinha, mas as ruas de Lisboa continuam escuras, porcas, sem segurança. escalavradas. Costa só pensa em super política mas, tal como uma dona de casa desmazelada, nem as escadas esfrega, nem a roupa engoma. Mas vai fazendo marquises e cozinhas Hi-teck. O empata Sá Fernandes vendeu-se ao poder e até já abre stands de automóveis na Praça das Flores. Uma iniciativa que pelos vistos os nossos comentadores encartados não comentam...

Se Santana voltar pelo menos vamos ter festa. E é disso que o povo gosta.

Sem comentários:

Enviar um comentário