sexta-feira, junho 20, 2008

"Acabou-se!" - Leite provoca Sócrates

O discurso de Manuela Ferreira Leite foi forte e afirmativo. Bem estruturado e muito bem lido. A líder, mesmo com as limitações de imagem que tem, acabou por reverter isso a seu favor. Faz lembrar Cavaco. Se nunca a tivéssemos tido como ministra das finanças até poderíamos ficar rendidos a seus pés, abrigados pela azinheira. Só que bons discursos não fazem bons políticos. Lembro-me de ficar fascinado (é o termo exacto) com o discurso de Durão Barroso quando se candidatava a líder, e a desilusão total que foi o seu desempenho na AR (grandes tareias de Guterres) e a política suicida que conduziu no país com a co-gerência de Ferreira Leite. Memória Ram !!!

Tudo o que ela apontou ao governo de Sócrates está bem, o pior é o que virá, se vier, a seguir: menos serviço nacional de saúde, mais restrições ao consumo, a mesma carga fiscal e porventura a habitual insensibilidade social muito própria desta linha política muito inspirada no neo-liberalismo. Pagamentos por conta, aumento do IVA, aumento brutal do IMI, portagens na CREL, venda de património... FOI ELA !

O congresso do PSD ainda estava meio cheio às 20 horas, e ela brilhou- pelo menos no directo da TV- mesmo com os "inimigos" na plateia entre bocas, apartes e algumas palmas.
Uma abertura gélida com os congressistas à defesa. Não nos esqueçamos que ela ganhou o partido por um terço !
O facto de ter finalmente considerado o governo de Santana, um governo PSD a respeitar, foi o primeiro machado de guerra enterrado. Veremos o que Santana dirá amanhã.
Leite quer consenso e começa a sorrir e a abrir às alas que ficaram de fora depois das directas. Ela sabe que sozinha não vai lá e para "lá" chegar vai ter de aturar alguns cromos que já Cavaco aturou. De quem ela se rodeará também irá logo definir o tipo de oposição que fará a Sócrates e com que peões de brega.
Sócrates deve estar ansioso para lhe responder, libertando o animal feroz que está dentro de si. Começaram as hostilidades, a campanha eleitoral já está. Quem respirou fundo com a paz dada pela derrota frente aos alemães bem pode meter os tampões nos ouvidos !!

Sem comentários:

Enviar um comentário