segunda-feira, dezembro 03, 2007

TEMA PARA DEBATE DOS LEITORES DO FATAL

Aí vai o tema: Portugal tem a maior taxa de desemprego da Zona Euro. E agora senhor Engenheiro?

Os melhores comentários serão destacados na homepage.

7 comentários:

  1. E o Dias Ferreira, afinal, só estava emocionado.
    Ainda bem, que, apesar de ser sportinguista (e advogado), só lhe desejo boa saúde.

    ResponderEliminar
  2. Acho que essa ultima avaliação , não incluia o staff tecnico do sporting! A confirmar-se , a reboque do Paulo Bento devem ir muitos! Ele dizia quando perdemos, perdemos todos!
    Atendendo , ao Paulo Bento e a muitos artistas com contractos precários a rebentar, as coisas vão piorar.
    E se parte da população activa for para espanha , com a deslocalização das multinacionais que vêm portugal como uma das suas provincias , entoces estamos fudidos, coño!
    E mais, a juventude com categoria,já procura as Universidades Espanholas para ter acesso ao desenvolvimento tecnologico e cientifico de ultima geração, porque em Portugal, não há área mais atrasada do que o Ensino Superior nas suas várias vertentes! Uma fraude!
    Andam a dar porrada na Ministra, por causa das crianças , mas esquecem-se das Universidades! Vão lá ver os trabalhos cientificos que produziram e que riqueza induziram na sociedade!
    O nosso engº diz que temos falta de formação.Pois é , estasse a preparar para alimentar o graduados que saem das Universidades e vão ganhar uns cobres a ensinar desempregados. É o mesmo ciclo do Cavaco e Guteres
    Os desempregados vão para a escola ,os licenciados vão para o biscate da formação , os ucranianos e romenos trabalham nas empresas, depois temos os reformados e por ai fora!
    Eu acho temos que cuidar cada um de si, mas perceber também que com sistemas corruptos e vazios só nos resta dividir a miséria porque riqueza nem vê-la . Só na boca do engº e nos bolsos de alguns.

    ResponderEliminar
  3. Engenheiro???! Ah ah ah... essa é boa, oh Luiz!

    ResponderEliminar
  4. Use the fork, Luke!9:55 da manhã

    se o senhor "engenheiro" (aspas minhas) se propusesse ficar quietinho em vez de criar empregos à custa de chupar até ao osso quem realmente produz riqueza, talvez o resultado não fosse tão mau. o pior disto, é que mesmo assim as pessoas vão atribuir o fracasso à má governação do senhor das aspas (...senhor das aspas... isto dava um bom sketch...) e não à evidência de que o estado não deve nem pode criar empregos. e vão votar no próximo que os conseguir convencer que é esse que vai criar empregos. talvez o pai natal seja no nosso próximo PM!

    ResponderEliminar
  5. mentira desemprego onde? tasse bem

    ResponderEliminar
  6. Sandra Rocha4:10 da tarde

    Pois, na campanha prometeu 50000 empregos seria 50000 desempregos? Será que ouvimos todos mal?
    Pode ser que para o ano aparceçam: as eleições aproximam-se.
    Em vez de se preocupar tanto em acabar com o analfabetismo em Portugal, que não é assim que acaba, com as novas oportunidades, e fazer mais doutores e engenheiros, devia era preocupar-se com os tais 50000 empregos.

    ResponderEliminar
  7. Basta lançar a confusão. Afinal, anda toda a gente convencida que a taxa de desemprego em Portugal baixou de 8,3 por cento em Setembro, para 8,2 em Outubro. Consultando os números revistos do Eurostat verifica-se que, de facto, a taxa de desemprego aumentou em Portugal de 8,0 por cento em Setembro para 8,2 em Outubro.
    Com mais um pouco de confusão, ainda anda para aí toda a gente a dizer que a taxa de desemprego de Portugal é a mais baixa da zona euro.
    Á de Moura Pina
    http://abrasivo.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar