quarta-feira, dezembro 05, 2007

Caso Maddie sem solução

As análises genéticas aos vestígios recolhidos no apartamento e no carro utilizados pelo casal McCann não têm qualquer utilidade para o avanço da investigação do desaparecimento da sua filha Madeleine, em Maio passado, no Algarve. Esta foi a conclusão de uma reunião entre responsáveis da polícia portuguesa e britânica e de especialistas em genética de ambos os países, realizada no final da semana passada, no Reino Unido.

Nesse encontro, que contou com especialistas do Forensic Science Service (FSS), participaram, pela parte portuguesa, Francisco Corte-Real, vice-presidente do Instituto Nacional de Medicina Legal, Luís Viriato, do Laboratório de Polícia Científica da PJ, Ricardo Paiva, inspector do Departamento de Investigação Criminal de Portimão, e Francisco Viegas, perito em recolha de vestígios.

Parte significativa do material recolhido não era visível a olho nu, mas nem o recurso a uma técnica extremamente sensível, o chamado Low Copy Number de ADN, realizada no FSS, em Birmingham, permitiu confirmar que os vestígios recolhidos pela PJ pertenceriam a Maddie e, muito menos, contribuir para esclarecer o mistério do seu desaparecimento. Ao fim de cinco meses (o tempo ao longo do qual as análises se realizaram), não há qualquer resultado que dê novas pistas à polícia.

8 comentários:

  1. Uma questão gastronómica:

    Comeria peixe criado numa piscicultura que estivesse ao lado de uma ETAR e de estaleiros navais e num Estuário/Sapal para onde fosse despejado, sem tratamento o esgoto de mais de 100000 pessoas?

    Mais em:

    www.a-sul.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. O Dinheiro que a PJ gastou e continua a gastar com o desaparecimento da Maddie , dava para pagar uma bruta reforma aos seus investigadores (Amarais , Guilharminos e companhia), arranjar umas instalações condizentes para albergar uma policia de investigação propria de um País Euro, doar as actuais instalações a uma irmandade de freiras e tratar os esgotos despejados no sapal de que fala o amigo do comentário acima e ainda para deslocar a exploração de piscicultura para outro sitio.
    No fim ainda sobravam uns trocos para comer peixe do bom, mas não podiamos convidar o tal do Amaral da PJ, senão ele só à sua conta , estragava o orçamento...
    Façam lá as contas!

    ResponderEliminar
  3. Não há qualquer resultado no caso Maddie, não há qualquer resultado no caso casa pia, não há qualquer resultado no acidente da A23, não há qualquer resultado no apito dourado, não há qualquer resultado (positivo) nas reformas do governo. Não há resultados, ponto! Sócas e companhia assobiam para o lado como se nada fosse e se alguém diz alguma coisa dizem que é um falso problema.

    ResponderEliminar
  4. Conclusão até ao momento:
    A PJ pode ser acusada de não ter encontrado a Maddie, mas os pais jamais poderão ser suspeitos ou acusados a não ser de algum desleixo. Este resultado para a melhor PJ do Mundo ( ahahah) e seus assesores de imprensa é uma bela trampa. Como outrosd péssimamente investigados em que sabe-se lá não foram acusados inocentes . E O Sr.Ministro Costa assobia para o lado com ar de ajudante de Salazar.

    ResponderEliminar
  5. Conclusão até ao momento:
    A PJ pode ser acusada de não ter encontrado a Maddie, mas os pais jamais poderão ser suspeitos ou acusados a não ser de algum desleixo. Este resultado para a melhor PJ do Mundo ( ahahah) e seus assesores de imprensa é uma bela trampa. Como outrosd péssimamente investigados em que sabe-se lá não foram acusados inocentes . E O Sr.Ministro Costa assobia para o lado com ar de ajudante de Salazar.

    ResponderEliminar
  6. E S C Â N D A L O M Á X I M O


    Lisboa, dívida = 1,5 mil milhões de euros


    Área: Lisboa (1) = 83,84 kmq; Madrid = 607 kmq
    Residentes: Lisboa = 556 797 (INE 2001); Madrid = 3 128 600 (INE 2006)
    Densidade populacional: Lisboa = 6 518,1 hab./km²; Madrid = 5 154,2 hab./km²
    Nº Freguesias/ Distritos: Lisboa = 53; Madrid = 21
    Pessoal contratado pelo município (2006): Lisboa = 12 000; Madrid = 26 416
    Pessoal contratado pelo município p/ mil habitantes: Lisboa = 21,5; Madrid = 8,44
    Pessoal contratado p/ Km2: Lisboa = 187,9; Madrid = 43,5
    Dívida municipal (2007): Lisboa = 1,5 mil milhões de euros; Madrid = 6 039 milhões de euros
    Dívida municipal per capita (2007): Lisboa = 2 694 euros; Madrid = 1 930 euros
    PIB per capita (2007): Lisboa = 19 400 euros; Madrid (2006) = 27 279 euros

    ResponderEliminar
  7. ERROR ERRO ERROR

    No posdt acima onde se lê 1,5 mil milhões deve ler-se

    1.500 milhões ( Mil e quinhentos milhões de euros )

    ResponderEliminar
  8. «E O Sr. Ministro Costa assobia para o lado com ar de ajudante de Salazar»

    O Salazar ao pé deste Costa éra um inocente...!

    ResponderEliminar