segunda-feira, novembro 05, 2007

Ganda nóia de reforma para Marques Mendes

Não perdeu tempo e meteu logo a papelada para a reforma. Derrotado pela populaça PPD-PSD o líder rejeitado não hesitou: a reforma já a canta e um empregozinho em energias renováveis ( eu não vos dizia que ia ser o negócio do século ?) já factura. Pode ser que ele use a tecnologia das energias também na política renovável. LC


MENDES MAMA 600 CONTOS DE REFORMA

Enquanto José Sócrates cumprimentava Durão Barroso e dizia «Porreiro, pá!», Luís Marques Mendes pedia a reforma vitalícia a que tem direito pelos muitos anos que serviu como deputado na Assembleia da República.

A informação foi confirmada ao PortugalDiário pelos serviços da Assembleia, numa nota enviada pela adjunta da Secretária Geral, Maria do Rosário Boléo. Precisou que o «Senhor ex-Deputado Luís Marques Mendes, em 07.10.19 solicitou a atribuição da subvenção mensal vitalícia, prevista no artigo 24º da Lei nº 4/85, de 9 de Abril, com as alterações introduzidas pelas Leis nºs 25/95, de 18 de Agosto e 3/2001, de 23 de Fevereiro, atento o que dispõe o artigo 8º da Lei nº 52-A/2005, de 10 de Outubro».

Ou seja, tudo dentro da lei, sabendo-se que o valor da pensão é calculado à razão do vencimento base correspondente à data da cessação de funções do cargo em cujo desempenho o seu titular mais tempo tiver permanecido, por ano de exercício, até ao limite de 80%. O vencimento bruto de um deputado é de 3.631,39 euros. 80 % desse valor é 2905 euros sujeitos a impostos.

6 comentários:

  1. má nada!
    Ganhar com a politica e sem politica não é para todos!

    ResponderEliminar
  2. Estavam à espera do quê? Que fosse trabalhar não? Sim porque a nova função não é trabalho.

    ResponderEliminar
  3. Pérolas a porcos...
    Que dinheiro mal gasto esse que é pago à corja política (seja ela de qualquer cor)!
    Não é novidade. O Santana já tinha feito o mesmo (e mesmo assim voltou). Sinceramente não consigo falar de políticos sem ser injurioso, portanto o melhor é calar-me.

    ResponderEliminar
  4. Ok tem esse direito..mas muito vergonhoso e escandaloso que 99% da população portuguesa que nao é inferior a ele,ganhe uns 500 euros ou coisa que o valha...
    este país precisava de um pequeno 25 de abril..

    ResponderEliminar
  5. Gaspar de Jesus3:58 da tarde

    Segundo aqui afirma o comentador PORTO, o que o país precisa é de um "pequeno 25 de Abril", pois eu daqui de GAIA reafirmo que isto já lá não vai com flores... o que está faltando para meter estes GAJOS na ordem é uma revolução a sério...!!! que será feito das FP25 de Abril??? ou mesmo uma ETA à portuguesa!!! devo acrescentar que nunca fui dado a violências, quem me fez mudar de atitude foram estes VENDILHÕES DO TEMPLO, vi ontem o debate das segundas feiras na RTP o ministro das finanças, referir com grande orgulho a redução do défice, sem se importar minimamente com a MISÉRIA que isso trouxe à maioria dos portuguêses, chegando mesmo a mostrar algum desprezo pelos nossos reformados... nem sequer se dá conta de que também é um VELHO... mas no caso dele não terá de terá de viver com os FABULOSOS 177,05 EUROS com que vive a esmagadora dos nossos pais.
    Acrescento só mais uma prova do grande respeito que Portugal tem pelos seus filhos, neste caso os antigos combatentes, recebi hoje a carta da Segurança Social que me informa do Pagamento Especial de Pensão no valor de 195,20 euros (anuais) pelo serviço militar prestado pelos antigos combatentes em condições especiais de dificuldade ou perigo.
    Palavras para quê??? é um subsídio à portuguêsa...
    GANDA NOIA

    ResponderEliminar
  6. Perdão Querido Luiz: enqto sócrates dizia porreiro pá e deixava luis amado pendurado, o que foi demais...

    só peço é que o socrates nao se ria muito mais. fica ainda mais sinistro qdo ri...e acho que já estava tocado....
    bjinhos
    aanes

    ResponderEliminar