segunda-feira, agosto 20, 2007

Já voltámos ao PREC ou a GNR tem medo?

Catarina Eufémia a comunista morta em Baleisão pela GNR antes do 25 de Abril, tem hoje um movimento que usa o seu nome e fica impune perante a mesma GNR pelas acções violentas em propriedade privada
Vi de relance na televisão: uns hippies ( pensava que já tinham crescido!) a invadirem uma propriedade privada e uns cabos da GNR cheios de medo a sacudirem o pó a uns vadios que decidiram arrancar uma plantação de milho transgénico em Silves.

A herdade é privada, a plantação legal, mas aquele grupelho achou-se no direito de destruir propriedade alheia e a GNR em vez de os meter na choldra apontou os nomes de alguns para posteriores averiguações.

O ministro da agricultura foi depois lá muito preocupado ( ele preocupa-se muito, já assim ficou com aqueles excedentários que agora não sabe o que fazer-lhes e alguns até eram funcionários muito competentes, e também ficou preocupado quando o Expresso contou a história dos fins de semana e ano novo na quintarola de Alter). Depois foi a vez do ministro da administração interna vir defender os valentes soldados, " devem ter feito tudo dentro da lei".

Se um tipo é apanhado com excesso de álcool é preso ( e acho bem, quem quer beber não conduz). Se um tipo vai em excesso de velocidade, mesmo num sítio seguro mas que um engenhocas decidiu que ali havia limite baixo, paga. Uns vândalos arrasam uma plantação e a GNR verga-se, o governo consente. Vão investigar e tomar notas!

Estes terroristas vão um destes dias incendiar os carros poluidores ( já o estão a fazer com os Hummer nos EUA!), bater em quem fuma, rasgar as gravatas de seda dos pipis, tapar os umbigos às queridas, obrigar os obesos a comerem vegetariano.
Eu brinco, mas estes sinais são preocupantes. E quando os socialistas toleram estas palhaçadas acabam por tolerar mais tarde as acções graves. Este governo tem medo de afrontar a esquerdalhada, ele sabe que vão precisar destes tontos para se manterem no Poder.


PS: Movimento Verde Eufémia dá para ver de onde vem este grupo. A Zita Seabra explica bem no seu livro da capacidade dos comunistas para criarem grupos de acção desestabilizadora para poderem viver à sombra das regras democráticas. Aí estão eles em acção. Onde pára a polícia?

Ver mais em Abrupto

36 comentários:

  1. Pois...!
    Eu também não percebo a (não) intervenção da GNR!
    Aliás, percebo.
    Mas não explico.
    Se bem que até é fácil de perceber...

    ResponderEliminar
  2. Oh JS amanhã não me apanhe na A1 em excesso, o que vale é que vou no Range Rover, se me vir tenha piedade !! Abraço

    ResponderEliminar
  3. Se bem que o Luís anda a precisar de castigo.

    ResponderEliminar
  4. Como se não bastasse veio o sr. Portas (o outro do lado esquerdo), apoiar esses vândalos. Esse deve estar a pedir que lhe partam o carro todo e o telemóvel para assim não poluir mais o ambiente.
    Era pegar nesse senhor e nesses idiotas que têm o intistino grosso ligado ao cérebro (?) e enfiá-los numa jaula durante um ano onde iriam experimentar uma dieta diária de milho transgénico!

    ResponderEliminar
  5. não misturar alhos com bugalhos.A coisa é muito simples. Podemos ser o que quisermos até vândalos suaevos e visiogodos mas segundo a lei não podemos invadir propriedades privadas e destruir o que nelas existe..seja milho transgénico seja o fio dental da dona que está a secar no estendal. ok? E se a GNR não actuou e o Ministro desculpou então estamos mesmo num país destrembelhado....

    ResponderEliminar
  6. Vamos a ver as coisas tb sob outro angulo, por favor!
    Aos vossos olhos estes rapazes são "vadios", "vândalos",uma cambada de malandros , não querem trabalhar, etc !!! Cheiram a chulé , etc!
    Pois é!!!!
    Aos meus olhos estes rapazes são corajosos, actores politicos convictos, lideres de opinão e não se deixam corromper por um prato de lentilhas como a maioria dos portugues e sobretudo como os agricultores portugueses que deixaram-se levar pelas promessas dos politicos aos longo dos governos pós 25 de abril que venderam-nos em bruxelas em troca de lugares e mordomias. Meus amigos , os comissarios europeus da agricultura e pescas , sempre contaram com os politicos de portugueses para aprovarem as leis que fo... a agricultura nacional e favoreceram a Espanha e a França e agora estão a empingir o milho transgenico para fo... o resto . Tenham dó!!!!
    Voçês não sabem , mas ficam a saber que com as ajudas dos governos portugueses os espanhois rebentaram com a nossa agricultura de citrinos e horticolas. E a zona de silves é das maiores zonas de citrinos do pais e das melhores . O terreno é muito fertil, mas mesmo assim os agricultores foram sufocados pela politica agricola comum e agora agarram o presente envenenado do milho transgenico!!!
    Se gostam muito do milho transgenico comam-no!
    Estes rapazes vão ser os herois do amanhã e muitos deles com aquele ar vadiasso tem profissoes e posição social que vocês os invejariam se soubessem.
    Vocês não vêem um ministro da agricultura a defender um agricultor pessoalmente aproveitando-se do pobre do homem , fazem-do as contas da indminização em voz alta perante as cameras de TV e esquecendo-se das indminizações que ainda estão por pagar aos pescadores pelo abate dos barcos de pesca e esquecendo-se das indminizações aos agricultores da beterraba que recebem dinheiro para cultivar a beterraba dizendo que era muito bom e depois veio uma normativa europeia para eliminar a beterraba que ainda falta pagar.
    Quando vemos um ministro defender um agricultor quando em portugal sairam do mercado milhares agricultores e os que ficaram estão na miseria é no minino ridiculo !!!!!
    Tb é ridiculo o que o PSD quee é parte na desgraça da agricultura nacional aproveitar a manifestação para atacar o governo apenas porque a GNR não fez nada !!!!RIDICULO , POBREZINHO e UTOPICO

    E já agora vão estudar o que é o milho transgénico e quais os maleficios para a saude dos vossos filhos e quais são os grupos de interesses economicos e politicos que estão por detrás desta praga !!!!!

    ResponderEliminar
  7. Por falar em outros angulos, não serão estas actividades pseudo rebeldes, um apoio (inadvertido)aos transgénicos? Será vitimizando um agricultor que se passa a mensagem que os transgénicos são perigosos? Serão estas actividades circenses adequadas para passar a mensagem importante que aqui está em causa? É que eu sou totalmente contra o cultivo de transgénicos e não consegui ficar contente com o que vi e ouvi.Talvez sejam "actores convictos", mas não é com operas bufas que vamos lá.

    ResponderEliminar
  8. Então é como?

    ResponderEliminar
  9. E já agora!
    Hoje , muitos dos politicos de fatinho e gravata , andaram nos tempos pós 25 Abril a instigar as massas a ocuparem as propriedades agricolas de G3 em punho e começaram no alentejo onde estavam as mais rentaveis e rebentaram com centenas de explorações agricolas e agro pecuarias, traficaram os animais e mandaram para o desemprego milhares de familias inteiras . Ficam a saber que nenhum exploração agricola no alentejo jamais teve a produção de 73!!!

    ResponderEliminar
  10. "Ficam a saber que nenhum exploração agricola no alentejo jamais teve a produção de 73!!!"
    Deve ser por isso é que, apesar dos problemas que o país hoje atravessa, estamos melhor que em 73...! Deve ser, deve...!
    Eu sou sensível a causas ecologistas, mas existem formas civilizadas de desobediência e o que se passou foi uma brincadeira de patetas armados em ecologistas.
    E, se pensarmos bem, que mensagem é que passaram, afinal, foi a de defender a causa dos males dos transgénicos ou um acto de vandalismo?

    ResponderEliminar
  11. Mas, e não entrando em contradição com o meu comentário anterior, também observo que a figura do ministro da agricultura a fazer contas à indemnização e as explicações esfarrapadas do ministro da administração interna, enfim, é mero circo mediático.
    E, como em qualquer circo, existem palhaços.
    E alguém tem que fazer esse papel.

    ResponderEliminar
  12. Hehe, o que eu me ri com esse post dos corajosos, políticos convictos, líderes de opinião e incorrutíveis. Opá, deixa-me lá ganhar o fôlego...
    1-Corajosos: É de facto preciso muita coragem para pegar em 100 macacos e destruir a propriedade alheia de 1 homem só que trabalha para viver em conformidade com a lei. Mais corajoso do que isso só o Chuck Norris de olhos vendados a enfrentar um exército de 1000 ninjas sanguinários armados até aos dentes.
    2-Políticos: Não me vou alongar aqui. Basta dizer que só pelo facto de se enquadrarem nessa "classe" já mereciam ser deitados à fogueira.
    3-Líderes de opinião: sinceramente não sei o que é um líder de opinião.. Será que é quem tem melhores argumentos para sustentar uma determinada opinião? Bem, os argumentos desses meninos foram pontapé na maçaroca e destruir tudo o que lhes aparecia pela frente. Argumentos bem fortes sem dúvida...
    4-Incorruptíveis: Experimentem a estender-lhes uma ganza e "nothing else matters"...

    Para terminar, quer dizer então que estamos a criar uma legitimidade para invadir a Auto europa e rebentar com aquela porcaria toda, porque produz carros que poluem o ambiente. Vamos também invadir tabacarias e locais onde vendam tabaco e parti-las todas à paulada. Vamos destruir perfumarias e farmácias que vendem produtos testados em animais e deitar-lhes fogo. E o aeroporto da portela? Tudo abaixo já e ao pontapé e os terrenos transformados em batatais! E para terminar vamos implodir todas as lojas que vendam roupa que tenha pele de animais.

    E no fim disto tudo fuma-se uma ganza e brinda-se ao futuro.
    À vossa...

    ResponderEliminar
  13. mas contem-me cá uma coisa isto aconteceu em portugal?
    foram milheiral adentro e deram cabo do cultivo do homezinho?
    grandes bravos... fosse uma cultura de canabbis certamente andariam de regador na mão para não deixar secar a materia prima. sim que os transgenicos fazem mal aos nossos filhinhos e geram riquezas capitalistas! mas o canabbis não!? ca nada piquenes!!!
    eu queria era ver esses valentões ( eles e as crianças deles )entrarem assembleia da republica dentro e partirem aquilo! é o vais ainda tinham de partir os cadeirões dos paizinhos dos manos e dos meus teus e os nossos!
    esses defensores da pureza são apenas os novos herois da cobardia! falta-lhes te-los no sitio. nem que fossem biologicos!
    por isso atacam quintais.vá meninos toca a munir de paus e enxadase vão ali a são bento. sempre os queria ver!!!
    já agora quando há incendios estes valentões bem podiam se unir e pegar nuns ramos e catar o fogo como fazem os tais agricultores dos transgenicos para salvar os seus parcos haveres.

    ResponderEliminar
  14. Grande "barba'nte"... você bem que lhes fazia a "barba".
    Eram umas palmadas bem dadas naqueles "cuzes" que até marchavam a toque de caixa.
    Mas... espera aí, agora me lembrei!
    Os gajos nem barba têm, aquilo é só (en)rabos de cavalo.
    Peço desculpa aos "meninos" por alguma ordinarice, mas não é com maldade.

    ResponderEliminar
  15. Doente, o autor deste post está doente.

    A acção condenável nada teve a ver com comunistas e tu pegas por aí. Isso é doença.

    ResponderEliminar
  16. Comunistas talvez não, extrema esquerda sim. Daí o Portas (o outro do lado esquerdo) ter vindo logo todo baboso apoiar a corajosa acção destes exemplares cidadãos da sociedade democrática.

    ResponderEliminar
  17. pézinhos n' ... areia5:21 da tarde

    Os movimentos ECO na Europa (e não só). Dão que fazer. Em especial aos GOE's, "lá do sítio".

    Isto cá, é uma brincadeira de putos de trotinete. Com o devido respeito pelos "putos de trotinete" e pelos seus ideais.
    Ideais em que eu tb já acreditei ....

    (ora vejam)
    Time for Tea ..... :-)))))

    http://www.dailymotion.com/swf/4UNx9wbdY9IIpffI5

    ResponderEliminar
  18. pézinhos e agora em que acreditas?

    tás uma Ayn Rand convertida sacerdotisa do vil metal ?

    ResponderEliminar
  19. heheh o LC tá ke tá direitaço
    invectivar a esquerdalhada etc.
    mas os putos tb têm de treinar para os tempos de muita contestação que se avizinham ( já sonho com o jirónimo e o bernardino nas barricadas das imperiais e das sandochas ) quando a UE autorizar as sandes de coiratos transgénicas hehehheh

    ResponderEliminar
  20. pézinhos n' ... areia10:25 da tarde

    Boa pergunta, caro anónimo das 10,09 pm.
    Percebo a sua ironia.
    Percebo a irreverência da sua frase.

    So, let´s to the fucking point:

    O Homem é um filho da puta, por natureza.

    Mais alguma questão ?




    (pronto ! assim ficou a saber naquilo que eu realmente acredito)

    ResponderEliminar
  21. Baleizão. Com "Z".

    ResponderEliminar
  22. Muitos dos nossos direitos e garantias que temos hoje foram adquiridos a partir de actos da mesma natureza deste. O que é que acham que disseram os adultos dos putos de FRança/MAIO 68 que inspirou o fim das ditaduras na Europa. Também não lhes terão chamado Vadiassos!!!!
    Bom! mas se alguém quiser eu vou lá a silves e roubo uma maçaroca ao pobrezinho do agricultor e envio para quem quiser com portes pagos para darem aos vossos filhos!
    E para acrescentar:

    A questão colocada sob o prisma da politica Agricola Europeia com o agreement dos governos sucessivos ( PSD+PS) leva-nos a considerar uma das piores derrotas para a Espanha que Portugal já alguma vez apanhou !
    Façam uma visita pela Andaluzia e vejam as plantações de morangos, Olival , citrinos, horticolas ,Etc .Ó LC não temos ai umas fotos dos olivais espanhois plantados no ALentejo ou da Andaluzia ????

    Voçês veêm lá algum milho? Pois é !!!!
    E já agora vão investigar o que fez o actual Ministro da Agricultura nos ultimos 10-15 anos e depois falamos !!!!!

    ResponderEliminar
  23. Para os interessados sobre os danos dos transgenicos. Realço que no Brasil é proibidissimo! E na Europa só em Espanha e Portugal:

    Em portugues

    http://www.seedquest.com/News/releases/2006/january/14550.htm

    http://www.jbmoura.hpg.ig.com.br/transg/2001/lotus.html

    http://www.losantepasados.com/page6.html

    Em espanhol

    http://foroendefensadelmaiz.galeon.com/productos365432.html

    http://www.greenpeace.org/argentina/transgenicos/al-grano-impacto-del-ma-z-tra

    ResponderEliminar
  24. Peço desculpa ao LC mas não resisti a divulgar uma coisa mais gira ! Vocês merecem !

    http://www.youtube.com/watch?v=utPJKfQqQdI

    http://www.youtube.com/watch?v=8pGXv5F354o&mode=related&search=

    http://www.youtube.com/watch?v=b3Ywrc8BOZY&mode=related&search=

    http://www.youtube.com/watch?v=Lvz9QwHnCsQ

    http://www.youtube.com/watch?v=JjOwXybKMBA

    Assim como eu não gosto de seios de silicone porque é quase como beijar um balão, também não gosto de transgenicos.
    Prefiro uma comida caseira e vamos deixar os trangenicos para os Americanos comerem. O homem que semei uns tomates e umas alfaces ou outras horticulas . Como faz a VITACRESS que em portugal tem varias plantações de horticulas e exportam para toda a Europa. E vocês comem-nos todos os dias.Só que a empresa é Inglesa! Acho que tá tudo dito !!
    Agora vou Dormir e fico à espera de outro tema do LC, este está esgotado !

    ResponderEliminar
  25. assim é ke eu gosto da pézinhos...pragmática !!! o Homem é um fdp...mas confesse lá depois do 25 vc~e acreditou nos santinhos de pau carunchoso vá lá vá...não tinha lido nada do camus ou do Gide sobre o frio de Leste ?
    Mas n exagere no desespero...ainda há bolhas de inumanidade que é mesmo aquilo que é bom no homem.
    Atravessar velhotas, não envenenar o gato da vizinha, não tirar más fotos e depois promovê-las como obras de arte etc.etc etc

    ResponderEliminar
  26. agora tamos no milho...heheheheh...
    uma vez fiz uma rusga c a super esquadra e os super cops foram toninótoninó prender uns assaltantes da EPAC no P do Bispo. Chegados lá afinal era um velhote que andava a sacar uns litros de milho de um vagão...para alimentar os pombos do Rossio. E este trangénico é bom ´prás avezinhas?
    Anda tudo eriçado e o LC tb ai jazus com os ecovândalos eu acho que vão pagar caro as asneiras de 10 milhões de tugas e de 30 anos de falsa democarcia...mas não se metessem em sarilhos e já agora
    aquela coisa nos maços de tabaco FUMAR MATA o Estado permite e cobra imposto até que se venda livremente um veneno que ele próprio Estado certifica com tal e assassina com aval legal ??? Alguém me expilique as discrepâ ncias...talvez o Marques Mendes o LC etc

    ResponderEliminar
  27. pézinhos n' ... areia11:15 da manhã

    eheheheh ... o anónimo (9:52 AM) é muito engraçado. Agora desconcertou-me. Pronto, Meu Amigo, tem razão. E desculpe lá qualquer coisinha, se fui ácida demais. Às vezes deixo cair os punhos de renda, e não sou nada politicamente correcta. Mas sou muito educadinha, pode acreditar.

    Qto. à "vaca fria", i.e., ... o milho, os putos, a bófia e os "manequins da rua dos fanqueiros", que cumprem a nossa política, isto é apenas, mais um fait divers, e dos fraquitos.

    Ainda bem que há estes putos no horizonte....
    Espero bem, é que daqui a 30 anos, eles não estejam comodamente instalados no parlamento, na bélgica. Há por aí uns maoístas, que tiveram esse destino...:-)

    Os putos têm que perceber, 1º, o que é um estado de direito, para depois, seguirem a metodologia correcta, que não aquela que utilizaram. Obviamente !
    Ou seja, concordo na essência, discordo no método.
    Ah juventude, juventude ... que tem o sangue todo na guelra....
    A JE tb era assim.
    Era ....:-(

    ResponderEliminar
  28. vesse mesmo que vcs n-ao percebem mesmo nada disto :) andam por aqui a filosofar sobre trangenicos culpam a america de os ter inventado!
    dizem que os brasileiros não querem nem ve-los!!???( tb com a quantidade humana trangenica que por lá abunda)
    que os espanhois que não se fiaram na virgem!
    só nos deixaram mesmo o ultimo reduto agricola!

    semear a maçaroca!

    nós não semeamos milho só pq nos apetce! mas sim pq ali a são bento no gremio agricola assembleia da republica. aquilo é a bandalheira total são 200e muitos empregados que tem ordenados e reformas de fazer corar os trangenicos todos do mundo.e mais o presidente do gremio não percebem nada daquilo!
    só sabem que tem que ir lá de vez em quando ( os horarios não sei!) e que foram os associados do gremio que a votos os meteram lá e que têm de dividir sementes pelos diversos campos agricolas desses mesmo associados! ora que acontece? ensacam sementes de rosas e no plantio nascem laranjas enviam pés de morangueiros e sai-lhes plantas de canabbis ora como aquilo nasce tudo torto a agricultura portuguesa está como se sabe! é um fartanzar de milheiral
    cá para mim a dar porrada é só no
    gremio!
    olhem sabem que mais mandem-nos dar milho aos pombos!

    ResponderEliminar
  29. Mitos Comunistas



    (grandes aldrabices)

    Uma Camponesa no Cais do Sodré

    Recordar as grandes arruaças rurais de 1954 é lembrar a desordeira Catarina Eufémia. Foi um ano fértil para quem não queria trabalhar, mas sim viver à custa dos esforçados patrões. E quem andava nestas andanças não se importava de sacrificar a família ao espectro da fome. Por detrás deles estavam os sequazes comunistas, que não olhavam a meios para atingirem os seus fins. Se os seus patronos Lenine e Estaline tinham deixado morrer à fome milhões de pessoas, não eram agora meia dúzia de alentejanos piolhosos que fariam a diferença. Conseguiram enganar algumas dezenas de camponeses analfabetos e enviaram-nos para a rua agitar bandeiras vermelhas. Quando a turbamulta começou a ameaçar a vida da gente honrada, o pacato Dr. Oliveira Salazar foi em seu socorro impôr a legalidade democrática. Os cabecilhas, que de camponeses só tinham o cheiro, e ganhavam chorudos ordenados enviados da União Soviética, foram rapidamente identificados e detidos.

    Uma camponesa esperta tentou dar o golpe do baú. Como a família se preparava para a expulsar de casa, depois de ter descoberto a sua vida nocturna no Cais do Sodré, deu um passo em frente. O plano começara uns meses antes, ao conseguir engravidar de um cliente que era da GNR.

    Quando o oficial sobe da novidade e da chantagem da camponesa, obrigou-a a abortar. Então ela fugiu para o Alentejo. Fez o destino com que algum tempo depois ficassem frente a frente numa das arruaças promovidas pelo PCP: a camponesa da noite e o seu cliente militar!

    Após o 25 de Abril o PCP obrigou a família a vender-lhe a campa de Catarina Eufémia, para aí cimentar mais uma das mentiras da esquerda !

    www.riapa.pt.to

    ResponderEliminar
  30. ó riapa vai dar banho ao cão, pá.
    Quem não te conheça, que te compre.

    ResponderEliminar
  31. pézinhos n' ... areia10:36 da tarde

    Para o Carlos

    Terrorismo Ecologista

    Escrito por um Professor de Biologia Molecular.

    1. Vou tentar explicar da forma mais simples. Transgénico, ou organismo geneticamente modificado (OGM) é uma planta (ainda não se põe, na prática, a questão dos animais - a não ser o seu uso em investigação -, mas vai-se pôr) em cujo genoma se insere um gene estranho, que vai fazer com que a planta produza uma nova proteína. Pode ser um pesticida, um insecticida, um factor de resistência à secura do solo, etc. Até pode ser, como já exemplifiquei, uma vacina. Uma consequência óbvia é que isto dispensa o uso de pesticidas e de insecticidas químicos, muitas vezes de alta toxicidade.

    2. Uma das coisas que mais costuma surpreender os meus alunos de biologia molecular é que parece haver uma aberração na dimensão total dos códigos genéticos. O maior é o humano, mas só se esquecermos o caso especial do trigo e do milho, mais ricos geneticamente do que o homem. Só porque, desde há milhares de anos, o homem cultiva cereais com o dobro do número inicial de cromossomas. A biotecnologia não é coisa moderna! Com isto, ninguém hoje é capaz de dizer o que era o milho primitivo.

    3. Há riscos? Claro que sim, mas controlados. Não posso esgotar a lista, mas vou dar alguns exemplos. Obviamente que, ao comermos cereais transgénicos ou carne de animais alimentados com eles, não estamos a incorporar no nosso genoma o gene estranho. Não estranhem eu começar por isto, é porque já li este disparate. O que estamos a ingerir é a proteína estranha. Isto poderia ser significativo no caso do cereal, mas este serve maioritariamente é para rações. No caso da carne, a dose é negligível. Toxicidade não há, em testes muito mais exigentes do que os utilizados para numerosos produtos da nossa vida corrente (as meninas verdeufémias não usam cosméticos?). Fica, não negligivelmente, a possibilidade de alergias, mas estas são por natureza individuais e não testáveis com facilidade. Claro que há outros problemas; não me acusem de ignorância, é que tenho de me cingir ao espaço de um “post”. De qualquer forma, nem tem importância, porque a maioria destes activistas é iletrada e cientificamente ignorante (excepto na sua certeza de que os cientistas, por natureza, são uns malfeitores e génios horrorosamente frankensteinianos).

    4. Diverte-me ver os seus cartazes de milho tóxico e milho doente. Lembra-me a velha criada preta do “Bem vindo, Mr. Chance” que dizia que ele só tinha papas de milho na cabeça. Há por aí gente que, infelizmente, parece ter é papas de milho doente ou de milho tóxico. Os seus patronos políticos e ideológicos, que não têm papas nenhumas na cabeça, não percebem isto, ou são desonestos política e intelectualmente?

    5. Caso especial é o do potencial risco para a biodiversidade. Estas culturas não vão dominar as outras? Estes activistas tão bem informados desconhecem que, cada vez mais, os cereais transgénicos serão estéreis, não haverá pólen fértil a esvoaçar pelos campos. A cada sementeira, obrigatoriamente novas sementes. Mesmo assim, por precaução, é obrigatório actualmente manter uma distância de segurança entre culturas normais e culturas transgénicas.

    6. Dizem que ainda não está provado que não haja riscos. Cientificamente, isto é uma estupidez. Não pode haver demonstração absoluta, apenas a aceitação de uma certa probabilidade significativa. Hoje, nos EUA, 90% da soja cultivada, um principal ingrediente das rações, é transgénica. Onde é que há alguma suspeita de risco? Insisto: a discussão sobre os transgénicos é irracional, ideológica e política, e principalmente dominante na Europa porque os alemães ainda não souberam digerir os seus pecados históricos.

    7. E há risco zero, em alguma coisa da nossa vida? Só metendo-me num buraco para não ser atropelado, não naufragar num cruzeiro, não me ir num acidente de avião, deixar-me morrer com um AVC por não tomar anti-hipertensivos, que têm efeitos secundários não negligíveis. Mesmo assim, o buraco teria de ser à prova de raio e de terramoto. E, já agora, à prova do risco mais absoluto que há, o de morrer, seja quando e como.

    8. Finalmente, uma pequena nota suscitada por um artigo de Vasco Graça Moura (Público, 21.8.2007) em que ele afirma que a invocação de Eufémia indica logo quem está por detrás disto. Se está a pensar no PCP, creio que se engana. Sobre isto, veja-se a argumentação sólida de Tiago Barbosa Ribeiro, no Contratempos. Também não digo que seja o BE mas, se não é, muito puxão de orelhas vai levar Miguel Portas.

    À margem. Um amigo criticou o título destas notas, por exagerado. Prefere ecovandalismo. O que é preciso para que seja terrorismo, que haja mortos? Creio que a diferença é outra. Vandalismo é selvajaria gratuita, sem motivação que não seja pura e simples patologia psíquica e social. Terrorismo é o mesmo acto praticado como meio consciente de afirmação ideológica ou política. Neste sentido, mesmo que o acto tenha sido “soft”, para mim é terrorismo.


    Outro Artigo:

    O milagre da multiplicação

    Escrito por uma Médica

    O assunto é controverso, em parte pela não compreensão da engenharia genética, ou dos efeitos que os transgénicos podem ter sobre o mundo natural. Evocam-se princípios éticos, dogmas religiosos, receio de perda de empregos, o perigo de monopólios comerciais e industriais, etc..
    É realmente algo ridícula a quase histeria à volta dos transgénicos, não só porque há muitos anos eles estão comercializados, como é certo que, no futuro, isso será uma prática normal e corriqueira, após conhecidos os seus efeitos, utilidade, novas técnicas e maior compreensão da sociedade. Irá fazer parte de nosso quotidiano.

    Segundo algumas estatísticas, 60% da população mundial já consome de alguma forma alimentos transgénicos e não houve casos relatados de efeitos colaterais significativos na saúde humana.
    A engenharia genética, ao transferir genes entre espécies diferentes, quebrou a fronteira entre as espécies. A transgenicidade, elimina as fronteiras entre as espécies ao possibilitar que qualquer ser vivo adquira novas características.

    Para que se usam os transgénicos nos produtos alimentares? Para possibilitar, por exemplo, o crescimento de determinadas espécies em condições desfavoráveis. Pensemos nos exemplos dos conhecidos enxertos de árvores de fruto de determinada espécie com outra espécie. Ou nos enxertos de vinhas com castas mais sensíveis em outras mais adaptadas ao terreno. Ou na variedade de tomates que hoje temos à disposição nos mercados. Não é isto um exemplo de manipulação? Agora imaginem que alguém conseguia com sucesso enxertar planta de feijão em cactos, e transformá-la numa planta viável em qualquer zona árida do mundo? podemos imaginar o a repercussão disso?

    O organismo transgénico apresenta modificações impossíveis de serem obtidas com técnicas de cruzamento tradicionais e rapidamente se percebeu o imenso potencial biotecnológico, especialmente no chamado melhoramento genético, representando uma importante extensão das práticas agrícolas utilizadas há séculos, nos programas de cruzamentos clássicos que visavam a obtenção de espécies melhoradas.

    Desde o fim da década de 70, que pesquisadores do mundo inteiro aprenderam a transferir genes de um organismo para outro, seja ele animal ou vegetal, alterando as suas características naturais. Com isso, tornaram possível criar porcos com menos gordura na carne, plantar feijão com mais proteínas nos grãos ou soja resistente a herbicidas, o que permite eliminara erva sem risco de prejudicar a planta cultivada. Há também, a possibilidade de produzir plantas com genes bacterianos que dão resistência a pragas da lavoura. Menos pragas, lavouras mais produtivas, mais alimentos disponíveis aos homens, menor custo.

    Uma das esperanças dos cientistas é a de que algumas variedades de plantas alimentícias adquiram a capacidade de fixar o nitrogénio directamente do ar, como fazem as bactérias e algumas leguminosas, uma vez que a produção agrícola fica limitada justamente pela disponibilidade de nitrogénio no solo...imaginam o potencial disto?
    Além da aplicação da biotecnologia pela indústria alimentícia, plantas e animais vêm sendo alterados para outras finalidades, como a produção de tecidos. Uma das mais recentes novidades desse campo, lançada em 1999 nos EUA, é um algodão que nasce colorido – verde, vermelho ou amarelo –, conforme o interesse do produtor.

    E a aplicação à medicina e à biologia?

    Fabricar um transgénico unicelular é muito mais fácil que produzir uma planta.
    Para desenvolver uma bactéria transgénica -a mais usada é a E.coli-, incorpora-se a esta um pedaço de código genetico que lhe permita produzir uma determinada proteina que nos interessa. Os organismos transgénicos são, portanto, uma ferramenta fundamental. É por este método que se produz, por exemplo a insulina para os diabéticos, substância que antes era obtida a partir de vacas e porcos com o respectivo risco de alergias por diferir ligeiramente da humana. As bactérias transgénicas eliminaram este problema. Pelo mesmo método se produz hormona de crescimento, vacinas, anti-corpos, etc.

    Extraordinário ainda, é o facto de estes microorganismos serem capazes de usar como "alimento" compostos tóxicos de forma que o seu metabolismo os converte em produtos inócuos para o ambiente. Imagine-se então, a aplicação de organismos transgénicos para degradar resíduos e materiais dificeis de degradar de outra forma...por exemplo, usando bactérias Pseudomonas.

    Os transgénicos na indústria alimentar.

    Microrganismos modificados transgenicamente, usam-se para produzir aditivos, como adoçantes, fermentos de padaria, fermentos de cerveja..enfim, uma infinidade de aplicações.
    Nos anos 60, durante a Revolução Verde, um pesquisador norte-americano contribuiu para o desenvolvimento de variedades de trigo que permitiram triplicar a sua produção e saciar a fome de milhares de pessoas, obtendo com isso o Prémio Nobel.

    Continua no entanto a haver, apesar da generalização de produtos manipulados, um assinalável défice de informação. Apesar da lista ser longa, as certezas sobre os efeitos ainda são algo obscuros e a guerra entre defensores e críticos ainda tem muito para oferecer.

    Obrigatória, entretanto, é a rotulagem correcta da origem do produto. Tarefa difícil, como se imagina, para rotular esses derivados, seria preciso segregar todos os organismos transgénicos dos não-transgénicos, desde o momento do plantio até armazenagem, transporte e processamento.

    Como alguém declarou, "Ninguém vai rotular a batata Pringles (produto à venda no Brasil em que se detectaram OGMs), nem o frango que comeu milho transgénico, pois não há traços detectáveis de DNA neles".

    Complicado, mesmo !

    ResponderEliminar
  32. Obrigada pezinhos!!!
    O seu texto apresentado contem os argumentos dos produtores de sementes de cereais manipulados geneticamente que obviamente satisfazem as necessidades dos seu clientes,os agricultores, como é em qualquer negócio, que se prese.
    Os agricultores, por sua vez, querem rentabilizar financeiramente suas explorações:
    1-Produzir mais toneladas
    2-REduzir os tempos da colheita
    3-Reduzir os custos com tratamentos quimicos e fertilizantes
    4:Reduzir os desperdicios resultantes da contaminação por pragas em consequencia das monoculturas ( para uma qualquer monocultura são +-30%).
    Antes de o milho chegar ao consumidor final, sendo este o exemplo , veêm a industria alimentar( humanos e animal ) e a industria da distribuição.
    Por sua vez estas industrias também querem rentibilizar financeiramente as suas actividades.
    A Alimentar quer:
    1- Aumentar a produção
    2- Quer que os custos de armazenagem dos ingredientes e dos produtos sejam os minimos. Ou seja aguentem qualquer temperatura ambiental sem necessidade de refrigeração e que não desencadeem qualquer processo de detriorização, como acontece com qulquer cadaver.
    3-Que não haja oxidação, nem outras deteriorizações dos ingredientes e produtos ao longo de largos tempos( aumentar prazos de validade )
    4- Com estas caracteristicas de durabilidade e "preservação " alcançar mercados cada vez mais longinquo-os .

    A Industria de distribuição quer quase a mesma coisa e sobretudo prazos validade enormes.

    E nós, o carlos, a maria,o ze a Pezinhos ... o que queremos?
    Tudo o que seja bom! Verdade !

    Sai uma dourada grelhada , alimentada a farinha de milho manipulado geneticamente com genes de "louva a deus"? Fresquinha !
    PAra mim não !

    Os cientistas dizem que não faz mal nenhum , não é! Serão os mesmo cientistas que certificaram "cientificamente" que os animais doentes nas explorações pecuarias poderiam ser abatidos para a produção de farinhas. Farinhas que depois engordavam vacas,porcos pintos perus borregos , peixes etc .
    Para os empresarios das explorações era um espectaculo , porque um animal podia adoecer que não era drama nenhum.Ainda dava uns trocos .
    E para os fabricantes das farinhas era outro espectaculo ! AS proteinas e hormonas ( testosterona com fartura) que tinha que adicionar vinham quase de borla através dos seus proprios clientes!!!!
    O negocio tinha tudo para dar certo ! Só que ... Aparece aquilo que se conhece como a doença das " vacas loucas". O resto sabem vocÊs !


    Para aqueles que não acreditam neste tipo de cientistas, tenha cuidado com os cereais.Sobretudo os portugueses comem muito pão de trigo transgenico.
    AS ALERGIAS SÂO ENORMES :
    O nosso organismo não reconhece proteinas manipuladas artificialmente por isso provoca reacções alergicas ( inflamações ) e coloca o sistema imunologio em defice e depois susceptivel a não ter resistencias para um virose banal! É como fazermos amor com uma boneca de silicone, ainda que seja boa como o milho ! Esta foi para o LC!

    AS ALERGIAS SÃO A DOENÇA QUE PAGAMOS PARA TER POR CAUSA DESSES "CIENTISTAS".

    Um abraço a todos

    ResponderEliminar
  33. para a pezinhos

    http://www.youtube.com/watch?v=Hs2fzilICy8

    http://www.youtube.com/watch?v=JXqj9epGEas

    http://www.youtube.com/watch?v=CIKDQCTtRxQ

    ResponderEliminar
  34. pézinhos, sabe que mais

    Tamos mas é usados, realmente com BI a terminar o prazo de validade,
    mas ke os há c o BI novinho em folha e com a caxola já cheia de traças e aranhiços lá isso também los hay....

    ResponderEliminar
  35. pézinhos n' ... areia3:06 da tarde

    carlos, muito obrigada pelos link's e aguarde uma resposta.

    anónimo das 10,33 am,

    usados !??
    Talvez, mas em perfeito estado de uso. Esságora !!! ... :-))))))

    E tb é verdade, o que afirma, há por aí "putos", muito conservadores....:-)))

    ResponderEliminar
  36. olhe coma voçê o "porco com menos gordura"que eu prefiro PATA NEGRA!

    ResponderEliminar