quarta-feira, agosto 08, 2007

Lésbica condenada por enganar marido

Antes de se separar do marido, casou-se com outra mulher
Suzanne Mitchell, mãe de cinco filhos, foi sentenciada com pena de prisão suspensa por se ter casado com outra mulher, alegando ser solteira.

Deu-se como culpada por romper o Código Civil de 2004 que permite que casais do mesmo sexo se casem.

Mitchell mentiu diversas vezes para realizar o casamento, a sua ofensa foi de «crueldade e decepção», disse o juiz Robin Onions no tribunal de Shrewsbury Crown.

Foi condenada a oito meses de prisão, suspensos por dois anos.

A mulher de 30 anos também vai ter que fazer 100 horas de trabalho comunitário não remunerado.

O que salvo Mitchell do enclausuramento na prisão foi «o efeito negativo que isso poderia ter nos seus filhos», disse o juiz, sendo que «são os mais afectados» com o caso./ Portugal diário


2 comentários:

  1. Está, no "Vicentinas de Braganza", um "post" com uma justa dedicatória para o Luiz...

    http://asvicentinasdebraganza.blogspot.com/2007/08/efemride-dia-14-de-agosto-de-2001-o.html#links

    Abraços :-)

    ResponderEliminar
  2. mami sousa7:26 da tarde

    ela foi condenada e bem! com tanto que a gastronomia da carne masculina tem para explorar. andar a comer o proprio do espelho é pura falta de imaginação. os 100 dias de trabalho comunitario deviam ser 100 dias de prova de carne masculina desde os pezinhos de coentrada à suculenta sopa de rabo de boi passando pela bem grelhada e tenra maminha a um estufado de agulha carne com deliciosas nervuras sem esquecer o belo do pernil assado aos deliciosos supremos! cá para mim o que falta a estas fulaninhas é a enorme falta de cozinheiros aptos para a profissão. ainda assim não é desculpa! quanto às criancinhas é caso para dizer não sigam os exemplos da progenitora vejam se a porteira ou as mães das amigas sabem de cozinha!

    ResponderEliminar