segunda-feira, julho 16, 2007

Portas ou os 120 dias de Sodoma

Portas sairá do país no Yellow Submarine ? Tudo leva a crer que sim.

Está em retiro para meditar. É o regresso aos tempos em que se dizia que se refugiava num hotel do Guincho a meditar.

O Paulinho das feiras vai fazer de vitima, de tadinho, dizer que o governo o atirou para a desgraça eleitoral depois das histórias ainda mal contadas que envolvem sobreiros por um lado, submarinos por outro. Narana Coissorá foi exemplar no que disse hoje sobre ele na SIC Noticias.
Vai tudo ao fundo, no fundo, bem lá.

Vitima da calúnia, como já o tinha sido na Moderna ( quem ainda se lembra do Jaguar ?), Portas tem este karma: ninguém gosta dele nem o povo ! A ganância despudorada pelo Poder que o levou a cometer uma traição miserável a Ribeiro e Castro ( como o ex- chefe de quina da Mocidade Portuguesa se deve estar a rir!) levou-o a este beco.

Estas deprimentes figuras que mandaram em nós, que andaram a gastar o dinheiro dos impostos ainda querem dominar a cena numa peça demasiado trágica para ser cómica.

Esta direita trauliteira, arrogante, cínica e populista queria ser a salvação da Pátria. Acabou falida. Mas calma: farão de mortos e, tal como os repteis, levantar-se-ão e andarão rumo ao céu onde há um Poder supremo, divino. Como dizia Pasolini nos 120 Dias de Sodoma: anarquistas somos nós os que temos o Poder, com ele poderemos fazer tudo. Portas ficava bem neste filme.

4 comentários:

  1. parece que és bruxo.....
    cecilia d

    ResponderEliminar
  2. e o PS vai deixar cair Portas...que tantos jeitos lhes fez?

    ResponderEliminar
  3. Portas sempre foi um político esdrúxulo, proparoxítono, escorregadio portanto e sem verdadeiras convicções ideológicas. A sua verve teatral vaudevillesca iludiu muita gente o seu guarda roupa aparentado à classe alta inglesa porventura sugeriu tratar-se de um liberal conservador, o seu propalado catolicismo chutou-o para muito perto da extrema direita, mas afinal era tudo fumaça. Hoje em dia e depois de variados trambolhões que ele tenta disfarçar com um currículo sofrível de jornalista, está á beira de um ataque de nervos e sem perspectivas de futuro à vista.
    Uma sugestão: dedique-se à advocacia comercial privada se puder ou fique no desemprego.

    ResponderEliminar
  4. Deves ter taxo du SOCRATES.

    ResponderEliminar