domingo, julho 15, 2007

Costa ganhou por menos de 1 Estádio da Luz

foto Luiz Carvalho/ Expresso

António Costa ganhou com 57 mil votos
Carrilho teve mais votos que Costa
O PS perdeu 20 mil votos em Lisboa
O PSD perdeu 90 mil votos


Amanhã Lisboa acordará com uma nova câmara.
O novo presidente anunciou 10 medidas que mais parecem o rol de uma dona de casa para distribuir tarefas à sopeira.
Mandar pintar passadeiras, limpar paredes, pôr a EMEL a multar carros em segunda fila, proibir o acesso ao Terreiro do Paço aos fins de semana ( quem é que quer ir ali ? Mostrar aos filhos um estaleiro de obras começado no tempo do Ministro Cravinho) e outras tarefas menores que já nem me lembro, não parece um programa de grande arrojo...

A vitória de Carmona ( que eu defendi aqui no Fatal) foi uma bofetada de luva branca em Mendes e a prova de que o povo não é parvo: sabe quem faz obra, mesmo que a de Carmona tenha sido uma lástima pela herança de Lopes, quer pelo cerco do aparelho do PSD à volta da sua acção, quer pela sua falta de jeito politico. Vai ser o PRD do PSD.

Na sede da candidatura de António Costa encontrei velhos amigos e apoiantes de primeira fila que sempre me espantam: lá estava o meu mestre (de arquitectura!) Tomás Taveira, Maria Elisa, o fotógrafo falhado António Capinha cada vez mais da máquina socialista, avistei Henrique Cayatte, José Manuel Saraiva ( o novo metro-sexual do jornalismo), o fotógrafo José Manuel, a entourage socialista em grande.

António Costa vai mostrar em dois anos que é um bom presidente para 4.
Acredito em Manuel Salgado, acho que tem mesmo uma ideia objectiva e séria, e de bom senso, para Lisboa, o resto veremos.

António Costa vai ser um caso de popularidade. Funciona muito bem com o povo e isso dar-lhe-à votos nas quintas do cabrinha desta cidade.

Voltarei ao tema.


8 comentários:

  1. O Colgate falsificado e a ASAE:

    Telmo Correia demite-se de vice-presidente e de mais não sei do quê.

    E Paulo Portas diz que está a pensar, vai falar com os conselheiros.

    A ilação a tirar é que as pessoas perceberam o que o “PP” de Paulo Portas andou a fazer no “CDS”.

    Com o regresso ao poder nas circunstâncias conhecidas, estando ainda bem presentes os tristes episódios do último congresso.

    E que o empurrão pela porta fora de Maria José Nogueira Pinto, bem como o pontapé no cu de José Ribeiro e Castro estão a ter consequências.

    E que os poucos que (ainda) se dão ao trabalho de ir ás urnas não são ignorantes e sabem em quem (não) votar, não embarcando em dentaduras brilhantes e com cheiro de pasta Colgate.

    Vem a propósito, o Colgate, parecendo que as pessoas sabem distinguir entre o Colgate genuíno e aquele que a ASAE anda a apreender nos últimos dias.

    Qual a dúvida, Paulo Portas?
    Vá embora, é óbvio.

    ResponderEliminar
  2. Vc estava excitadíssimo, aos pulinhos, ora fotografando o Costa, ora o Sócrates e Cia., no belo do seu blazer azul e sem o bonézinho "GAP". ;)

    pf

    ResponderEliminar
  3. aoa pulos mas não de contente...o trabalho excita-me, mas tenho outras compensações ::)))

    ResponderEliminar
  4. Estão a falar de quê?
    Até pensei que era do boné que o Luíz me "deve".
    Também pode "GAP", tanto faz, dava jeito para não apanhar o sol na carola no barco.
    O boné é daqueles de pala comprida?
    Se for, porreiro, venha ele, que eu aceito.
    Máquinas fotográficas é que não. Só uso a do telemóvel e mal.

    ResponderEliminar
  5. Já agora, ó Luíz, enquanto não vem o boné, diga-me uma coisa, o Tolan ainda está...?:

    Do Tolan, francamente:
    E isto também explica por que o PSD não quis eleições também para a Assembleia Municipal, porque, então, seria o afundamento do Tolan.

    Por falar em Tolan, não sei se já o tiraram de frente do Terreiro do Paço.

    Olha do que me fui lembrar. Do Tolan, francamente.

    E daqui a dois anos será a maioria absoluta para António Costa, porque vai saber capitalizar politicamente a oposição da Assembleia Municipal.

    Se vier a ser bom ou não, não sei, nem me interessa.
    Mas que seja bom para Lisboa.

    E, olha o Santana, já estou a vê-lo.
    Que puta de confusão.

    ResponderEliminar
  6. Alguma coisa evoluiu... Hoje, já não é "O Chamuça", passou a ser António Costa!

    ResponderEliminar
  7. Carlos Costa6:32 da tarde

    É extraordinário. Há anos que ouço a população queixar-se da falta das pequenas coisas.
    O buraco que não foi pintado, a passadeira de branco gasto, os cócós dos cães, a falta de mangueirada nas ruas, grafittis, etc, etc.
    Vem um novo presidente que anuncia as medidas MAIS ELEMENTARES e vêm logo os pessimistas (que tudo menorizam) falar da lista da sopeira.
    Luiz Carvalho, a muita admiração que tenho pelo seu trabalho, não me impede de dizer: haja pachorra!
    Cumprimentos
    Carlos Costa

    ResponderEliminar
  8. Deixem-no trabalhar caramba !!!!

    Ahahahahahahahahahahahahahah

    A malta quer é ver obra feita.

    Tb não percebo as criticas tão acesas do LC antes e agora já está todo confiante no Chamiça e Cia.
    Ah percebo são allianças de conjuntura?

    Grande vitória da gaja que bateu os do Cónego Louçã os do Abade Jerónimo e tutti quanti da direita à extrema esquerda

    ResponderEliminar