sexta-feira, maio 25, 2007

As primeiras alfinetadas de Cavaco ao governo


Todos caem na tentação em falar às saídas para os microfones estendidos, avidos de sound-bytes. Hoje o Presidente Cavaco também caiu na tentação do fala-só.
Com expressão crispada, voltando aos tempos em que mal controlava o tom da voz, o Presidente aventurou-se em dar uma alfinetada ao governo, tomando como pretexto a gaffe de Mário Lino e, diga-se na verdade, para desabafar sobre a sua dúvida da viabilidade do aeroporto da Ota.

O que estranho é que um Presidente que se quer comedido, com sentido formal e de Estado, venha dizer uma coisa daquela importância á saída de uma porta, em pé, a meio metro de uns estagiários de jornalismo ( são os que hoje saem para a rua para fazerem recolha de depoimentos). Foi em dois dias a segunda alfinetada a Sócrates.
A outra foi ontem a propósito da drenada directora que mandou o professor Charrua para a suspensão.

Cavaco dá sinais de ansiedade, começa a ficar inquieto, pois já todos o acham demasiado complacente com o governo, desde o professor Marcelo, a Marques Mendes à primeira dama que decerto não gostará de ver o marido a dar os améns permanentes aos socialistas.
A tentação de intervir vai aumentando e não me admiro que um destes dias o balão da contenção não rebente.

Sócrates está só. O malfadado canudo fê-lo perder altura mas as sondagens ainda o dão como maioritário, o que também é espantoso. Só neste país de totós: o homem aumenta impostos, atrasa-nos a vida e a malta gosta. Alguém me explica ? ou será porque Marques Mendes é tão mau, tão mau, como o provou nesta bazófia de baixo nível contra o ministro Lino que ninguém quer o homem nem na oposição, muito menos no governo ?

Santana Lopes ontem também se passou e chamou de práticas Estalinistas e nazis a Marques Mendes, hoje foi ao perdoa-me na SIC.

Entretanto o ministro das finanças vem dizer que em 2008 já vai haver progressão nas carreira para os funcionários públicos. Extraordinário ! Andaram-nos a ir ao bolso nos impostos para isto ? Já é a abrir porque vai haver eleições ?

Valha-nos santo Deus e a Virgem.

Vosso,

Luiz Carvalho

2 comentários:

  1. Sobre o Santana Lopes, ao decidir hoje retirar os termos de «estalinista» e «nazi» com que tinha classificado o princípio da direcção do PSD de que os autarcas constituídos arguidos devem renunciar aos mandatos...”, confesso que, ás vezes, também a minha alma assim se sente.
    E sofro bastante.
    E o que me vai valendo é o “colo” da minha mulher.
    Coitada, o que ela sofre comigo, ainda correndo o risco de um dia destes me pôr a mala à porta e... desanda.

    ResponderEliminar
  2. O que o ministro disse foi que o descongelamento da carreira já não vai ser em 2008 (que era a 3ª previsão, depois de 2006 e 2007) mas sim em 2009. Como o número de anos de cada escalão aumentou, em 2009, na melhor das hipóteses ainda há que fazer um ano, para atingir o tempo de serviço necessário à promoção. Mesmo assim, só para os 5% que podem aspirar à classificação de excelente, ou seja, os bufos e os lambe-botas, os outros só mais tarde. Tudo em nome do aumento das despesas dos gabinetes dos ministérios. Perdão, em nome do défice.

    ResponderEliminar