segunda-feira, maio 15, 2006

Dobradinhos



Pinto da Costa lá conseguiu a dobradinha.
Nós, portugueses, estamos dobradinhos de todo.
Passei, para mal dos meus pecados, o fim de semana a ler jornais de todo o tipo e tendências. Na minha cabeça fica uma mescla de tragédia, drama e horror, como diria Artur Aldrabã no tempo em que o sorriso era Pepsodent.
Ao ver na televisão Cavaco a entregar a Taça não deixei de sentir um certo calafrio. Safa ! Safa ! Ainda sou do tempo em que o Pai Américo ( o da fatiota de marujo) ali estava na tribuna a entregar a dita ao Eusébio, e temos de reconhecer que, tirando a proporção de modernidade e progresso que o tempo só por si permite, não andámos muito.
Em vez da taça talvez fosse melhor um cálice de Porto....

Depois as inefáveis reportagens das televisões com os directos do Porto e com a possiblidade de uma cambada de energúmenos poderem dizer as maiores alarvidades em directo. E queixam-se que não há audiências.
E só ainda vamos na dobradinha porque quando chegar o Mundial é melhor emigrarmos porque então é que o país vai ficar insuportável.

Ou talvez não: com os ferrenhos em casa a ver tv e a mamarem nas cervejolas, as janelas de bandeirolas, as ruas desertas vão ser de um silêncio dourado. Vamos parecer por instantes um país abandonado.
Talvez nessas horas os espanhóis nos invadam.

3 comentários:

  1. Bibó FCP carago!!
    Este fim-de-semana foi a confirmação da velha máxima dos 3F: houve Fátima, houve futebol... só faltou mesmo o fado!

    ResponderEliminar
  2. Não nos invadem porque andam entretidos com o mesmo...
    (As fotos de Monsanto estão excelentes!)

    ResponderEliminar
  3. paulo fogg5:14 da tarde

    O fado, pplowprofile, esse não faltou, não... Tem havido com fartura e tem sido bem triste. É só uma questão de ler os jornais e ver a tv, como bem diz no post o Luiz.

    ResponderEliminar