terça-feira, dezembro 08, 2009

O atraso de vida que é a CP

Uma moderna passagem de nível sem guarda da gloriosa CP

O Presidente da CP convidou um grupo de jornalistas para uma viagem no Expresso do Ambiente. Parece que algures pela Europa. Deve ter sido mais uma daquelas viagens ecológicas movidas a electricidade produzida por umas potentes centrais térmicas!

E ficámos a saber que a CP tem um prejuízo brutal, qualquer coisa como o equivalente ao custo do TGV até Badajoz com uma ponte nova sobre o Tejo como brinde.

É notável como uma empresa que deveria no mínimo não dar prejuízo é um elefante branco de dimensões gigantescas. Mas se pensarmos um pouco no que é esta CP percebe-se porque dá aquilo tamanho déficit.

A CP cresceu com o estigma das nacionalizações em prejuízos e nunca emendou mão. É uma empresa velha, que não soube adaptar-se aos novos tempos. Não tem imagem, nem marketing. É uma empresa inimiga dos utilizadores. Arrogante porque monopolista e não se sabe de uma acção que vise o conforto e o bem servir dos utentes. Não precisa: o contribuinte paga os prejuízos e para gerir uma coisa daquelas basta a burocracia habitual.

Nos últimos anos a CP foi mais uma comissão liquidatária da linha férrea em Portugal do que uma empresa para servir o país de uma eficaz rede de caminho de ferro. Acabou com linhas regionais, isolou zonas rurais, vendeu ao desbarato património histórico, destruiu cem anos de comboios em Portugal.

Repare-se em dois exemplos simples para verificarmos da estupidez da gestão da CP e da forma como não serve os utentes:

Estou no Estoril e quero ir para Lisboa de bicicleta. Não posso levar a bicicleta no comboio. Parece que só ao domingo de manhã. Estou no Estoril e quero ir de comboio para Lisboa deixando o carro num parque seguro e gratuito na estação. Não há parque nem a pagar.

Quero comprar um bilhete avulso para Lisboa. É preciso o dinheiro contado e não é aceite multibanco.

Quero ir para o Porto, estando no Estoril. Não tenho parque para o carro na estação de Lisboa. Só o preço do táxi é o preço da viagem para o Porto.

A CP tem comboios incómodos, barulhentos, sem serviço decente a bordo. Os horários são curtos e espaçados. Não há comodidade nem serviço ao cliente. Só um masoquista ou ou tipo sem pressa, e que não trabalhe, é que pode gostar de andar nestes comboios caros (quando não se usa o passe social) sem condições e sem ligações eficazes entre linhas.

Os milhões que nós metemos nesta empresa davam para cada utente andar de carro e ainda sobrava dinheiro. Claro que a solução não pode ser essa. Mas na verdade os autocarros-expressos fazem os mesmos trajectos, por menos custo, mais conforto e com horários mais flexíveis.

Se seguíssemos aquela política cavaquista que onde era construída uma estrada nova se acabava com a linha férrea que havia ao lado, esta CP era já desmantelada e o ferro-velho vendido para a sucata do homem dos robalos frescos.

5 comentários:

  1. Sabe o Sr.porque dá prejuizo?Porque está velha?
    porque "TEM SIDO UMA GRUTA DOS 40 LADRÕES"!!Pois
    este que lá está agora é P.S.,ESTEVE UNS TEMPOS
    NA "PRATELEIRA",Foi prá REFER fechar INFANTÁRIOS,
    COMO ALIÁS PRETENDE AGORA FECHAR OS QUE RESTAM!!
    Depois esteve num gabinete no tempo do Durao Barroso, e voltou pela mâo do GORDO LINO E GORDA
    ANA P.VITORINO....TÓPA???Sabe quem é que ele foi "buscar", para seu braço direito??NÂO?O "CAMARADA",QUE LEVOU UMA SOVA EM GONDOMAR A MANDO DA CAROLINA SALGADO, LEMBRA-SE??ERA VAREADOR XUXIALISTA DO P.S.!!!Sim esse mesmo...
    O GRANDE: RICARDO BEXIGA...E O QUE ELE PERCEBE DE "COMBOIOS"...ÓLARÉ!!Pois é, e agora contratam seguranças PRIVADOS,para controlarem a linha de CASCAIS...COMO VÊ É SÓ "RIQUINHOS" DO P.S. E P.S.D. A MAMAREM NA TETA...PODIAMOS FO...?POIS,
    MAS NO FUNDO, LÁ BEM NO FUNDO,... NÓS VOTAMOS E INTÉ, É MAIS FACIL, "CULPAR O PESSOAL DA LINHA",
    POR ENQUANTO AINDA SÃO MAIS QUE OS "ADMINISTRADORES" !!!!L.R.

    ResponderEliminar
  2. "Se seguíssemos aquela política cavaquista que onde era construída uma estrada nova se acabava com a linha férrea que havia ao lado, esta CP era já desmantelada e o ferro-velho vendido para a sucata do homem dos robalos frescos."Acertou!!!
    Em relação ao SR. SILVA, mas engano no"ERA JÁ DESMANTELADA"...É QUE ELA JÁ ESTÁ DESMANTELADA!!!
    Não sabe?Dá pelo nome de:CP/EPE...PORREIRO PÁ!Quanto á sucata andou lá perto...é só vêr a CP/ CARGA!!!OLHA...UI,UI,...LÁ VEM A "MOTA E ENGIL"
    DASS...Pois é..L.R.

    ResponderEliminar
  3. Curioso, ninguem ladra... Não lhes toca? L.R.

    ResponderEliminar
  4. A CP da linha de Cascais não é grande exemplo. Posso dizer que é das linhas mais pontuais e menos inseguras que conheço. Agora se formos para a linha de Sintra, aí sim, entramos no 3º mundo, entramos na Somália ou no Iraque, em que está tudo a saque, faz-se o que se quer, rouba-se, espanca-se, mata-se. Por outro lado temos a linha da Fertagus na ponte, que quando começou era um exemplo do que uma empresa moderna devia ser, mas 2 ou 3 anos depois transformou-se num exemplo de péssima/miserável/horrível gestão, com parques de estacionamento que não funcionam (demoravam-se horas a entrar e sair à conta dos bilhetes que não funcionavam), filas intermináveis para tirar bilhetes, comboios minúsculos para os percursos maiores o que fazia com que fosse ainda pior que o metro de Lisboa e atrasos sucessivos e sucessivos nos comboios.

    ResponderEliminar
  5. este país prefere investir em estradas... & de vez em quando aparecem uns ministros & umas figuras púb(l)icas a aconselhar os portugueses a usarem os transportes públicos ferroviários que foram deixados ao abandono...
    vivemos num país de cenários... monta-se a cena, tira-se umas fotos, distribui-se pela comunicação social "oficial" do governo & já está! a linha de cascais nos anos 80, 90 funcionava relativamente bem... os comboios estavam velhos... mas havia comboios de 12 em minutos em hora de ponta... ao fim de semana o intervalo era de 20 em 20 minutos... agora como é?... em hora de ponta passaram para a ser de 15 em 15 minutos, ao fim de semana o intervalo é de 20 minutos... mas é parar em todas as estações! depois querem que as pessoas usem o comboio...

    ResponderEliminar