quarta-feira, novembro 04, 2009

O rei da sucata e o salto de Armando

Com esta face oculta da sucata nacional percebeu-se que afinal a corrupção, o favorzinho, a golpaça, não são só acções nas altas adjudicações mas também nas pequenas. É como no poder. Os gestos mais cruéis são praticados pelos chefezinhos de divisão, os directores de serviço e toda uma cambada de engraxadores, bufos e queixinhas. Isto quer se apontem repartições públicas ou sofisticadas empresas.

Portanto a sucata portuguesa está em rede e tem vindo a alimentar algumas contas pessoais em nome do desenrasca, da gorjeta, do dá cá o meu, do " é gamar enquanto há".

A suspensão de Vara pressionada pelo Presidente do BCP, que não escondeu na tv o seu desconforto, e por Constâncio receoso de mais uma bernarda sobre si depois do BPN, demonstra
a promiscuidade entre política e empresas. Vara é um dos embaixadores. Mas há muitos mais.

1 comentário:

  1. Eles são os Reis da Sucata. Portugal tornou-se numa enorme lixeira de gente sem escrúpulos, engravatados e "brilhantinados" como convém, enquanto chulam tudo e todos nunca a frase "eles comem tudo e não deixam nada" fez tanto sentido. JUSTIÇA CÉLERE, JUSTA E RÁPIDA Jááááá!
    BASTA!!!!

    ResponderEliminar