quinta-feira, agosto 13, 2009

31 da Armada presos à traição


A doutora Leite pode arrumar a tralha: há justiça em Portugal e escusa de vir com propostas inspiradas em PPortas. Embora o seu apoiante e apoiado António Preto não tenha sido julgado, e segundo a líder oposicionista a acusação não tem ponta por onde se lhe pegue (uma mala com dinheiro vivo não tem ponta mas dá ponta "eh pá nunca pensei ver tanto dinheiro na minha vida!"), a verdade é que dois cidadãos que iam devolver uma bandeira monárquica a ACosta foram abarbatados pela Judite dentro do edifício da Câmara.

O que é genial é o facto de não haver segurança ou bófia que tenha topado os monárquicos a subirem á varanda dos Paços, mas a PJ usou da golpada baixa para prender os atrevidos. A PIDE não teria feito melhor. Foi usado ardil e isco e aquilo que era uma manifestação de "fair-play" e de convívio democrático, transformou-se numa ratoeira ordinária.

O que as chamadas autoridades esquecem é que a bandeira que foi içada na varanda é tão portuguesa como a da República. Todas as bandeiras que já representaram a Nação devem ser consideradas e respeitadas.

E tomando como ideia um comentário do meu amigo Francisco Bélard, os republicanos que se manifestam nas monarquias europeias não são presos por isso!

Não houve vandalismo, nem invasão de uma zona interior de um edifício do Estado, não houve sequer a preocupação de fazer aquilo de uma forma clandestina- podia ter sido. Este excesso de zelo é pidesco, autoritário, e revela uma intolerância democrática desajustada do Dr. António Costa, que devia ter vindo a público desdramatizar o sucedido, condenando de passagem o acto que é ilegal mas não é uma acção terrorista!!

Claro, Costa está é empenhado na sua propaganda e para tal, usa tudo até essa ideia de jerico que foi propor o nome de Raul Solnado para o Teatro Capitólio! O que é um insulto à memória do actor. Mas isso são outros 500 caracteres para outro post.

3 comentários:

  1. Por falar em bandeiras:o 31 da Armada substituiiu a bandeira da Câmara(não da República), embrulhou-a, mandou-a limpar e pelos vistos numa lavandaria a sério porque, pelos vistos, estava muito suja e com maus cheiros...
    Foi devolvê-la, bem lavadinha, e, em troca, esperava pelo menos um agradecimento!Foi o que se viu!
    No entanto, ao que consta, o "Pai da Democracia"(o snr.Soares), em tempos não terá sido tão contemplativo com a Bandeira Nacional, em Londres, aquando da visita do Prof.Marcelo Caetano: não teve coragem de ir buscá-la ao mastro onde estava hasteada, mas, pela calada, tirou do bolso a bandeira das quinas, a verdadeira,a nacional, pisou-a, vangloriou-se e,quando cá chegou, foi levado aos ombros pelos "patriotas"que com ele enriqueceram e nos fizeram a todos mais pobres!
    Isto devia ser dito!Mas não!Somos uns invertebrados!Por isso temos o País que temos!Um País de cobardes!

    ResponderEliminar
  2. Viva a ditadurazinha do ps e dos seus pinóquios saltitantes experts em inglês técnico. O costa atira com tudo o que tem à mão: prender os desgraçados da bandeira, o nome do Raul Solnado, videos mentirosos na net, etc... Só falta pôr-se a oferecer electrodomesticos aos lisboetas, mas essa ideia já tem direitos de autor.

    ResponderEliminar
  3. http://bit.ly/WCnZd" http://ff.im/6DdqY

    ResponderEliminar