terça-feira, julho 10, 2007

José Miguel SCUT Júdice

José Miguel Júdice é um personagem encantador. É de direita e fura as normas, é conservador e mantém uma postura cultural de referência, é corajoso ao ponto de ter deixado a família de sempre, o PSD, e se ter lançado nos braços socialistas.
De amigo e cúmplice de Vera Lagoa ( uma mulher que sempre admirei pelo seu lado de provocadora chique) a cúmplice de um grupo de esquerdistas arregimentados.

A revelação feita hoje que Sócrates o nomeou para responsável pela reestruturação da frente ribeirinha do Tejo ( espero ter escrito bem!) é de se ficar com boca à banda.
Se promiscuidade havia entre a candidatura de Costa e o governo, isto é: votar em Costa é pôr o governo PS a governar Lisboa, então agora já não sei que diga.

Mas Júdice veio logo dizer que se tiver esse cargo o fará sem custos para o utilizador.

Teremos um José Miguel SCUT Júdice ? É o que está a dar !!!!!!!!!!

Afinal há almoços grátis.

1 comentário:

  1. Enquanto há quem ache Júdice encantador outros que têm por uma das mais sinistras figuras da "cena" nacional.
    Precisávamos de um grande escritor nacional realista para dele pintar
    o retrato perfeito. Eu dou uma achega: começaríamos por uns pózes e macchiavel, outros de césra bórgia (capado) e por aí adiante

    ResponderEliminar