segunda-feira, julho 02, 2007

IP 82.154.179 de Arruda dos Vinhos ataca

Houve quem tivesse ficado irritado por eu ter dito bem da obra feita em Matosinhos.
Até Houve um cretino que disse que eu devia ter sido pago para tal. Nós portugueses temos este lado desagradável e boçal: achamos sempre que há uma estratégia quando dizemos bem ou que pertencemos a um bando de malfeitores quando criticamos.

Um energumeno de Arruda dos Vinhos ( felizmente que o sitemeter dá para controlar o IP) foi ao ponto de me insultar. O problema da net é que há sempre uns cobardes que a cobro do anonimato se armam em heróis da treta, não passando de uns desgraçados morais. Aturei enquanto editor multimédia do Expresso uns maníacos que diariamente enchiam os comentários de ordinaríces. Foram bem corridos pela direcção.
Claro que apago comentários ordinários. Se querem criticar façam-no com a cara a descoberto e se me chateiam chamo o Ministro da Doença ou a drenada do norte.

6 comentários:

  1. nem mais...(bem respondido!)

    eu ainda tive a infeliz oportunidade de ler.é assim,não se tocam...

    marta

    ResponderEliminar
  2. hehe da Arruda dos Vinhos ? foi uma posta de bacalhau assado do Fuso, mass nota-se que o Lc está a ficar nervoso com a brincadeira.
    Será que o síndrome DREN/Campos se pespegou em Paço de Arcos?
    Cool man

    ResponderEliminar
  3. Caro Luiz de Carvalho,

    uma entre outras, característica que torna o blogue um "caso sério" em matéria de comunicação social é exactamente a possibilidade de interactividade com o leitor, identificado ou anónimo. Sobretudo ANÓNIMO.Mais não seja para estudo.
    Apagar comentários por mais indesejáveis que sejam, é retirar ao blogue valor diferencial em relação a outros meios onde o leitor é sujeito absolutamente passivo.É no fundo não ser capaz de suportar e ou responder taco a taco às opiniões contrárias por mais obtusas e até insultuosas. Até porque sendo a blogosfera grátis TODOS têm direito de usufruir dela a seu belo prazer. Como o meu amigo tem, TODO o direito de exercer censura aos comentários de que não gosta. Mas não se eriçe que a vida é curta e o Instante Fatal que fundou e anima é uma tertúlia em que os leitores afinal mesmo os mais maliciosos estimam e dedicam tempo de reflexão.

    ResponderEliminar
  4. Pedro Vilela2:05 da tarde

    Eu acho muito bem que haja este tipo de "censura", porque uma coisa são comentários e criticas negativas, que muitas das vezes são publicados, e outros são comentários desagradáveis aos quais o autor do blog tem todo o direito de os apagar, são as regras que cada um impõe no seu blog. cada um sabe de si, independentemente de os blogs serem um local de livre discussão de ideias, penso que as pessoas devem criticar ( positivamente ou negativamente), mas de uma forma educada.

    Pedro Vilela

    ResponderEliminar
  5. Mas que chatice ...eu sou bem educado por acaso ( St Julian's ou no Charles Lepierre escolham) ...mas não me importo da diferença...que outros sejam mal educados...nem todos ou todas puderam andar no Curso de Boas Maneiras da Bobone. Todos iguais muitos Diferentes é uma boa onda.

    ResponderEliminar
  6. Pedro Vilela1:21 da manhã

    quando falo em boa educação, falo em civismo

    ResponderEliminar