terça-feira, junho 19, 2007

546 euros: o nosso poder de compra standard

O salário mínimo nos 20 Estados-membros da União Europeia (UE) onde é estipulado por lei, varia entre os 92 euros mensais na Bulgária e os 1.570 no Luxemburgo, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat, em Bruxelas.

O Gabinete de Estatísticas das Comunidades Europeias revela ainda que, segundo dados de Janeiro último, Portugal está em 11º lugar da tabela dos 20 países com um salário mínimo de 470 euros mensais.

O Eurostat revela ainda que, em 2005, 4,7% dos empregados portugueses recebem o salário mínimo, numa tabela liderada num dos extremos pela França (16,8%) e no outro pela Espanha, onde no mesmo ano apenas 0,8% dos empregados eram pagos pela tabela mínima legal.

Em relação ao poder de compra standard (PCS) - uma referência monetária comum que elimina as diferenças de preços entre países - o Luxemburgo é o país melhor colocado (1.503 PCS) e a Bulgária o pior (216 PCS).

Em Portugal o poder de compra standard é de 546 euros.

A análise do Eurostat revela que, quando ajustadas ao PCS as disparidades entre Estados-membros diminuem de um para 17 euros para um intervalo entre um e sete euros.

O salário mínimo é estipulado por lei em 20 Estados-membros da UE: Bélgica (1.257 euros), Bulgária (92), Espanha (666), Eslováquia (217), Eslovénia (522), Estónia (230), França (1.254), Grécia (668), Holanda (1.301), Hungria (258), Irlanda (1.403), Letónia (172), Lituânia (174), Luxemburgo (1.570), Malta (585), Polónia (246), Portugal (470), República Checa (288), Roménia (114) e Reino Unido (1.361 euros).

Diário Digital / Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário