terça-feira, abril 10, 2007

Sócrates, engenheiro da Farinha Amparo

Factos: em 1993 Sócrates era referido num curriculum da AR como engenheiro civil. Como quem faz esse curriculum são os visados, ou dele têm conhecimento, se ele achasse que estava errado, corrigia-o. Eu só escrevo no meu curriculum o que acho verdadeiro e útil. Não vou escrever que em 1970 tirei um curso de fotografia de dois meses na ex- mocidade Portuguesa ( por acaso tirei).

Sócrates tirou um curso de agente técnico que está para um engenheiro como um decorador está para um arquitecto, um enfermeiro para um médico ou um trolha... para um agente técnico.

Em 1996 quando a Universidade Independente ainda não tinha licenciatura em engenharia, Sócrates fez 4 cadeiras com um professor que disse agora desconhecer mas que esteve no governo Guterres e no actual. Nenhum aluno de então se lembra dele nas aulas, salvo o seu motorista de então, que aceita abonar a sua presença. Enquanto o secretário de estado do ambiente Sócrates marrava nas aulas, o motorista esperava cá fora!! Topam ?

Alguém o viu em exames. Entrava depois do inicio, saía antes do fim, ficava na fila do fundo sozinho.

A quinta cadeira foi dada pelo reitor, que nunca dera aquela cadeira e a filha assinou o canudo a um domingo.

Perante estes factos, publicados pelo Público e pelo Expresso, divulgados logo pela Rádio Renascença, o gabinete de Sócrates desatou a ameaçar com processos judiciais a Renascença, Santos Silva chamou de "jornalismo de sarjeta" ao Público.

Há 20 dias que Sócrates está calado tentando gerir este silêncio da mesma forma que o fez durante dois meses depois de ter tomado posse como primeiro-ministro. Não dizia nada a ninguém.

Sócrates acha que fazer de morto resulta sempre. Desta vez não resultou. Fraco, como parece ser em engenharia, fez mal os cálculos e estatelou-se.

Amanhã vai à RTP dizer o quê? Que aquele curso de pós-graduação que tirou numa semana das 9 às 5 , é para esquecer? Já sabemos. Que nem na Ordem os agentes técnicos está inscrito ? já sabemos. Que a bagunçada na UNI o prejudica ? É mentira: Gago disse ontem que há um ano aquilo era uma escola fixe.

O que vai dizer então ? Que estudar não interessa nada ? Que pode despedir os professores porque afinal para se ter canudo não é preciso estudar nem ir às aulas ?
Poupem-nos por favor!...

A arrogância de Sócrates neste caso do canudo saído na Farinha Amparo é igual à que ele põe no caso da Ota, do TGV, da saúde, dos excedentes da função pública.

crates acha que deve ser ele a marcar a agenda, e o que não cai na sua estratégia tenebrosa de propaganda e informação é mal vinda.

Sócrates não governa o país. Governa o silêncio, o seu silêncio.

Portugal em dois anos não arrancou. Não conheço um português médio que viva melhor- vivem todos pior- ficámos para trás não na última carruagem do TGV mas na última carruagem do comboio correio que sai de Sta. Apolónia e para em Alfarelos e que tarda a chegar à Europa.

Esta mentira é tão descarada como aquela em que fez cair os portugueses, quando ganhou umas eleições a dizer que não aumentaria os impostos e depois o fez.

Esta questão das habilitações da treta de Sócrates é triste.
Estamos perante um caso lamentável de novo- riquismo, de faz de conta. Um provinciano que queria à viva força ser engenheiro
Quem quer um país de excelência, culto, responsável, competente, trabalhador, pode apresentar um curriculum assim?

Imagina-se isto em Cavaco, Soares, Guterres, mesmo em Durão ou até em Santana ?

Comprava um carro usado a Sócrates ?

2 comentários:

  1. Excelente perspectiva de todo o incidente. So tenho pena de ter consultado o seu blog agora.

    E' efectivamente inadmissivel que uma situacao destas passe incolume.

    ResponderEliminar
  2. Sócrates, aproveita bem o dia de fiéis defuntos, porque só tens mais 4 dias.
    Vou-te apanhar onde estiveres.
    Vai rezando ao teu deus.

    ResponderEliminar